Encontrar uma citação

7. (a, b e c) é possível encontrar uma dessas letras depois da citação do versículo. Exemplo: Gl. 3:1a, lê-se a primeira parte do versículo um. E consecutivamente a letra b corresponde a segunda parte do versículo e a c a terceira. Um versículo pode está dividido em até três frases, desta forma é possível encontrar a frase ... Uma citação em APA do livro Escaping Salem: The Other Witch Hunt of 1692 de Richard Godbeer (2005) ficaria da seguinte forma: “Embora muitas pessoas pensem imediatamente em Salem, Massachusetts, quando são questionadas sobre bruxaria nos Estados Unidos, muitos julgamentos também ocorreram em outras comunidades (Godbeer, 2005)”. Exemplo: Jo 1,18a = lê-se a primeira parte do versículo dezoito. Quando a letra que vem logo após a citação do versículo é a b, deve-se ler a segunda parte desse versículo e, quando é a letra c, lê-se a terceira parte do versículo. Isso acontece porque um versículo pode ser formado por uma, duas ou até três frases. 3) Abrirá uma página com a relação dos trabalhos publicados. É possível verificar o número total de citações por trabalho (tópico 3) e ao clicar no “Citado por” obter uma lista com a(s) referência(s) das publicações que o citaram. Outras informações: Como obter o índice h: Google Acadêmico Neste capítulo, discutiremos o que é uma citação, e por que elas são necessárias e como usá-las corretamente. No capítulo seguinte, também discutimos as maneiras corretas de se atribuir cotações e outras informações para as pessoas. A citação é a forma escrita das palavras que as pessoas têm falado. Ocasionalmente, também se aplica às palavras que escreveram,… Em tempos de Internet, como saber quem é o autor de uma citação? ... Relembre com alegria o que você fez bem feito durante mais esse dia….” seria útil pra encontrar a autoria? Creio que o nome seja oração da noite. Responder. atendimento da Poeme-se disse: setembro 18, 2019 às 11:45 am EX: Jo 1,18a = lê-se a primeira parte do versículo dezoito. Quando a letra que vem logo depois da citação é b, deve-se ler a segunda parte do versículo e quando é c, lê-se a terceira parte do versículo (isso acontece porque um versículo pode ser formado por uma, duas ou até três frases). Saber como encontrar referências bibliográficas é a parte simples. O ponto importante aqui é avaliar a qualidade da sua base teórica. É importante buscar por argumentações fundamentadas por profissionais da área. Uma maneira de garantir a qualidade de suas citações é buscar por teses cientificas aprovadas por universidades. Escrever uma introdução eficaz pode ser um dos aspectos mais intimidantes do ato de escrever um artigo. Embora existam várias maneiras de escrever os parágrafos iniciais, considere começar com uma citação. Encontrar a citação perfeita e... Entenda os três tipos de citações: citação direta, citação indireta e citação de citação.Elemento textual, função das citações, como se citar. A Citação é um dos recursos mais importantes na língua brasileiro ou em qualquer outro tipo de recuso, é por meio da citação que conseguimos ter uma referência sobre qualquer coisa podendo essa ser de uma frase importante em ...

A teia do Benfica

2020.08.26 15:02 HanSolo100 A teia do Benfica

A TEIA DO BENFICA
Sobre a rede de interesses e de influências que gravita em torno do nosso Clube e estrangula o desenvolvimento do Sport Lisboa e Benfica
“O maior castigo para aqueles que não se interessam por política, é que serão governados pelos que se interessam.” — Arnold Toynbee
A citação acima relembra que todos, enquanto Benfiquistas, temos as nossas responsabilidades e não devemos deixá-las para outros sob qualquer pretexto. Esta lembrança torna-se ainda mais importante quando em causa está o nosso maior amor, O Benfica!
As relações de Poder estão por toda a parte, inclusivamente na esfera da nossa vida privada. Neste caso em particular, a esfera do Sport Lisboa e Benfica. Esfera essa que tem vindo a ser corrompida, sobretudo de 94 em diante, até aos dias de hoje em que enfrentamos consequências de vária ordem que colocam em causa todo o potencial deste gigante clube.
PREÂMBULO
No sentido de verificar e validar o que doravante apresentaremos, contactámos um historiador, Benfiquista insuspeito, salvo-conduto da nossa história e dos nossos valores que, confrontado com os dados inicialmente lançados para cima da mesa, nos disse, ipsis verbis, o seguinte:
ü - “tudo começou com a primeira máfia do futebol português, pois eles funcionam como a máfia, adiantavam dinheiro para manter os clubes presos, e essas pessoas, de que falamos, foram agentes ao serviço dessa máfia do norte, dos direitos televisivos (…) foi aí que tudo começou”, disse, referindo-se à Controlinveste, grupo empresarial dos irmãos Oliveira (António e Joaquim), proprietários da Olivedesportos.
Quer isto dizer que, nas últimas décadas de vida do nosso Clube, o revisionismo histórico tem sido um instrumento useiro e vezeiro e que a narrativa que nos tem sido vendida, afinal, é um logro que nos impede de ter uma percepção da realidade que nos permita defender o Clube e traçar-lhe o destino que é seu e que Lhe tem sido negado.
Esta investigação teve como mote o almoço anual onde participam algumas figuras que iremos abordar mais adiante. Coube, este ano, a Francisco Cortez organizar o que decorreu no passado dia 18 de julho de 2020, em Coruche. Sabidos os nomes que nele estiveram presentes, tocaram os alarmes e, ao juntar as pontas de um intricado novelo, ficou patente um elitista almoço, contrário à génese do que é o Benfica, e cujos participantes têm para si a assunção de direitos-naturais sobre o Benfica e, claro está, o seu controlo.
Antes deste evento ter lugar, assistimos à criação de uma elevada expectativa, para um messias que estaria para chegar. Propositada e estrategicamente posta em prática, a preparação para a entrada em cena de João N. Lopes foi durante semanas acompanhada de soundbytes como “fortíssima base de apoio, num projeto imponente”, nos termos de Adão e Silva, e teve como palco, como seria de esperar e com bastante tempo de antena, a Sporttv+.
Foi desta forma que, naquele espaço televisivo, foi continuada e reiteradamente anunciada, permeio de forte suspense, com pompa e circunstância a chegada de um presumível predestinado a assumir os destinos e a presidência do Benfica. A Sporttv +, de Joaquim Oliveira, não olhou a meios e disponibilizou, semanalmente, amplo tempo de antena.
Tudo isto, estrategicamente preparado para parecer extraído de um conto de fadas. Toda esta mediatização não mais foi do que uma forma de mascarar um cheiro a bafio que conspurca o Benfica há cerca de 30 anos. Uma história falsa que nos querem impingir, uma versão repetidamente contada, empolada e amplamente romanceada para mascarar a podridão com que nos presenteiam há décadas.
A reboque do almoço elitista, lembremo-nos que o Benfica é, e sempre foi, um Clube de origens populares, que sempre rejeitou as elites e cuja transparência das suas práticas democráticas sempre prevaleceu mesmo em contexto de regime autoritário, de Salazar.
A ORIGEM
Importa, pois, contextualizar todo o processo que adiante exporemos.
Manuel Damásio, o 1.º ensaísta de um Benfica das elites, deixou o Sport Lisboa e Benfica de rastos por meio de uma gestão profunda e reconhecidamente danosa que deixou o Benfica profundamente vulnerável a um homem que se soube aproveitar dessa vulnerabilidade estrutural do Benfica para nele entrar.
João Vale e Azevedo foi o que foi, um engenhoso autocrata. Ainda assim, se mérito há que deve ser reconhecido a João Vale e Azevedo (JVA), foi a coragem deste para ter rompido com a máfia do norte que mantinha o Benfica refém devido aos direitos televisivos, via Olivedesportos. Recorde-se, nesta altura estava-se em pleno processo de revolução e expansão do mercado de transmissão audiovisual de jogos de futebol.
A reação da Olivedesportos ao rasgar do contrato, assinado por Damásio em março de 1996, levado a efeito por JVA, não se fez esperar. Porventura, já precavendo aquilo que anos mais tarde se veio a confirmar, quando o acórdão do Tribunal da Relação veio conferir razão às pretensões do Benfica ao declarar a nulidade do contrato com a Olivedesportos, esta, rapidamente gizou e colocou em prática um meticuloso plano para recuperar e conservar o monopólio dos direitos de transmissão televisiva do 1.º escalão do futebol profissional.
A Olivedesportos foi, nunca é demais recordar, comprovadamente, desde logo, no âmbito das escutas do processo "Apito Dourado”, a cabeça e principal braço de uma organização criminosa que dominou o futebol português durante décadas com recurso a esquemas de corrupção altamente elaborados e enraizados nas estruturas de poder do futebol português.
É então que a família Oliveira, com recurso ao auxílio de meia dúzia dos mais argutos agentes ao seu serviço, resolve lançar uma ofensiva muito bem planeada para recuperar a influência sobre o Benfica, Clube sem o qual perderia o monopólio dos direitos televisivos, bem como o exercício de domínio total do futebol nacional e das respectivas estruturas de decisão.
Os mais destacados agentes escolhidos pela família Oliveira para materializar o insidioso plano, meticulosamente desenhado, foram, por diversas e estruturais razões, três pessoas da máxima confiança de Joaquim Oliveira. Tendo sido eles, Luís Filipe Vieira, Luís Seara Cardoso e Tinoco de Faria.
O objectivo primordial passava, pois, por estes recuperarem os direitos de transmissão televisiva das partidas de futebol do Benfica para a Olivedesportos, com quem JVA havia rompido.
Recorde-se que Luís Filipe Vieira e Luís Seara Cardoso tinham histórico de grande proximidade ao poder corrupto do norte. Ainda recordar Tinoco de Faria, representante da RTP/Olivedesportos na disputa com o Benfica sobre direitos televisivos, cuja ética se comprovaria deficitária, mais tarde, no caso do conflito de interesses entre Benfica e TBZ, das quais era simultaneamente representante. Eram os homens indicados para interpretar e materializarem os interesses dos irmãos Oliveira no Benfica.
Acontece que cedo perceberam, juntamente com Vítor Santos e outros nomes que compunham o outro lobby interessado no Poder do Benfica, o lobby do betão, que Luís Filipe Vieira, por variadíssimas razões, não teria capacidade para destronar JVA em eleições, pelo que, em consonância com o lobby do betão, havia que encontrar uma solução de bypass. Isto é, encontrar alguém com mínimos de perfil que anuísse em vencer as eleições, frente a JVA, no ano 2000, para em seguida transmitir o poder ao seu principal homem de confiança, Luís Filipe Vieira.
A solução encontrada para dar início à operacionalização do plano passou, pois, por Manuel Vilarinho. Ele que já havia estado no Benfica como diretor financeiro da desastrosa direção presidida por Manuel Damásio e que se predispunha, de resto, como o próprio já assumiu publicamente, a assumir as expensas de derrotar JVA, para, uma vez conquistado o poder no Benfica, em seguida transmiti-lo a Luís Filipe Vieira.
E assim foi. Em, simultaneamente, boa hora por um lado, e má hora por outro lado, Manuel Vilarinho derrota JVA com recurso a um discurso profundamente populista, à geração de imensas e falsas expectativas junto dos associados, com recurso à promessa fácil de trazer Mário Jardel que ficou, no entanto, por cumprir integralmente.
Foi, ainda assim, e para o que para eles verdadeiramente importava, eficaz, e escancarou as portas a quem sempre obedeceu, tendo levado para dentro do Benfica, precisamente, quem estava previsto levar com ele. Recorde-se, Luís Seara Cardoso e Tinoco de Faria.
LFV, esse, entrou meses mais tarde, tendo aproveitado esse hiato para resolver algumas pendências e lançar as bases para outras dependências estruturais, após a sua entrada, como se verificou, nomeadamente, com o corredor de transferências entre o Alverca e o Benfica, e vice-versa. A fazer lembrar o protocolo de parceria que havia assinado com Damásio quando ainda era dirigente do Alverca, mas a um nível completamente diferente e lesivo para o Benfica.
Mas sobre LFV já muito foi dito e escrito, cabendo agora ao julgo popular e das autoridades avaliar tudo aquilo que foi feito. Ao dia de hoje, só se deixam enganar os atingidos por uma profunda cegueira, que confunde Vieirismo com Benfiquismo, pelo que, passemos, portanto, a elencar e desmistificar aquilo que aqui nos traz.
Em outubro de 2000, Manuel Vilarinho vence as eleições e herda um Benfica que tinha rasgado o contrato com a Olivedesportos e outro, financeiramente muito mais vantajoso, deixado acordado com a SIC, por JVA.
É então que Manuel Vilarinho, Luís Seara Cardoso, este umbilicalmente ligado ao poder corrupto, e Tinoco de Faria, resolvem, por assim dizer, devolver os direitos de transmissão televisiva dos jogos do Benfica à Olivedesportos, não obstante o acórdão do Tribunal da Relação, entretanto, ter vindo dar provimento às pretensões do Benfica na quebra unilateral de contrato com a Olivedesportos, levada a efeito por JVA.
O Benfica, recorde-se, vivia uma penúria financeira sem precedentes, JVA havia negociado um contrato financeiramente muito mais vantajoso com a SIC e, estes senhores, agentes ao serviço do poder-corrupto, resolvem devolver os direitos à Olivedesportos servindo-lhos numa autêntica salva de prata.
As questões que ficam por colocar, entre muitas outras, são:
  1. Uma vez que o Tribunal decidiu em favor das pretensões do Benfica, dando-nos razão no diferendo que nos opunha aos interesses dos Oliveira, por que razão a Direcção do Benfica não aproveitou o momento e o enquadramento legal favorável para negociar um novo contrato?
  2. Que razões presidiram à decisão de não promover novas negociações ou um concurso entre os demais agentes presentes no mercado televisivo e, considerando a dificílima conjuntura financeira do Benfica, à data, porque não consideraram entregar os direitos de transmissão televisiva à proposta financeiramente mais alta?
  3. Estando a Olivedesportos já amplamente identificada no seio do universo benfiquista como o “ grande inimigo”, que nos queria destruir, por que razão se privou o Benfica de outras valências financeiras para enfrentar o futuro, que tão doloroso foi, para se ir entregar assim, sem mais, os direitos de transmissão às mãos do inimigo, à Olivedesportos, sem apelo nem agravo?
  4. Quem foram as partes interessadas neste desfecho?
  5. Quem lucrou com tão danosa e dolosa decisão de gestão?
O Benfica, caras e caros benfiquistas, com terminante certeza, não foi!!
O Benfica foi perturbadora e vilmente prejudicado!!
Resultado?
O Benfica passou pelas maiores amarguras e dificuldades financeiras da sua história a expensas desta decisão, de entregar numa bandeja os direitos televisivos aos irmãos Oliveira. Assim, sem mais, depois do Tribunal ter decidido no sentido que permitia ao Benfica libertar-se do garrote financeiro com que se debatia aviltantemente. Resultado disto, o FC Porto, coincidentemente, conheceu a sua década de maiores conquistas desportivas, nomeadamente, no plano internacional, enquanto se passeava por entre óbvias e concedidas facilidades nas provas domésticas.
OS INTÉRPRETES
Mas… há mais. Muito mais.
Prova disso mesmo são os incontáveis registos fotográficos só possíveis de obter por via da enormíssima vaidade pessoal e tendência para a ostentação nas redes sociais de Luís Seara Cardoso.
Mas, é só isso? - Perguntar-se-ão.
Não, muito longe de ser apenas isso. Não obstante a comprovada intimidade com o poder corrupto em registo fotográfico, assim bem como artigos produzidos que consubstanciam tudo isto. Existem registos oficiais.
Por registos oficiais, entenda-se, registos, por ex., em Diário da República.
E o que nos provam esses registos? Comprovam que coincidentemente com, pelo menos, todo o 1.º mandato de Seara Cardoso como Vice-presidente do Benfica, este mesmo Luís Seara Cardoso partilhou responsabilidades societárias com Adelino Caldeira e Angelino Ferreira, já à data homens do topo da hierarquia do FC Porto, numa sociedade denominada “Clube Imobiliário o Beco, SA”.
https://benficalivre.blogspot.com/2020/08/A-Teia-do-Benfica-1.html
submitted by HanSolo100 to benfica [link] [comments]


2020.08.22 03:24 frdnt A estrada para a Vila Acidentada

O texto abaixo é uma tradução de um artigo originalmente publicado no blog de Cantuse. Ele é o 9º texto de uma série de teorias que ele chama de “O Manifesto”.
O MANIFESTO : VOLUME II, CAPÍTULO I
O volume anterior [deste manifesto] não mediu esforços para estabelecer que Stannis, Melisandre e Mance conspiraram para resgatar Arya Stark.
Os detalhes desse resgate foram, até agora, vagos. O Volume II do Mannifesto visa detalhar precisamente a totalidade das jornadas de Mance ao longo de A Dança dos Dragões e além.
Sabemos que Mance primeiro deixou Jon com o objetivo declarado de resgatar Arya Stark. No entanto, o Volume I mostrou com detalhes meticulosos que o resgate também era necessário para ajudar Stannis.
Após o último encontro de Jon com Mance no capítulo de Melisandre, não o vemos novamente até o capítulo O Príncipe de Winterfell no castelo dos Stark.
O que aconteceu entre esses dois períodos?
Responder a esta pergunta requer uma análise detalhada das razões para Mance estar em Castelo Negro e qual era seu objetivo imediato ao partir. Para esses fins, este verbete do Manifesto afirma os seguintes pontos:
DEIXADO PARA TRÁS
Em Jon IV de A Dança dos Dragões, Stannis declara que está dando Camisa de Chocalho a Jon Snow. Por quê?
Afinal, Jon imediatamente declara que não tem uso para Camisa de Chocalho alegando que ele os trairá e retornará aos selvagens ou que outros membros da Patrulha da Noite irão matá-lo.
Mesmo assim, Stannis não muda de postura e deixa Camisa de Chocalho com Jon.
Por mais enigmático que pareça, explicar as razões para deixar Camisa de Chocalho em Castelo Negro é surpreendentemente simples - principalmente quando você compreende que Mance e Stannis conspiraram juntos.
A grande questão
Há uma grande questão que paira sobre tudo até agora dito em relação a Mance e Stannis:
Por que Stannis intencionalmente deixou Mance para trás?
Já mostrei que o plano quase certamente consistia em Mance se infiltrar no casamento e sequestrar Arya. Mas isso por si só não requer que Mance permaneça em Castelo Negro. Ele poderia ir para qualquer lugar, até mesmo com o próprio Stannis, se desejasse.
Qual foi então a razão para deixar Mance em Castelo Negro?
Outro Enigma
Antes de Stannis deixar Castelo Negro, ele tinha planejado originalmente levar os Thenns com ele. Eles deveriam ser sua vanguarda.
No entanto, Jon convence Stannis a deixá-los para trás.
Mais tarde descobrimos que os Thenns foram subsequentemente movidos para Vila Toupeira junto com todos os outros selvagens (ADWD, Jon V). Na verdade, eles foram rebaixados a serem iguais a estes colegas.
O que levanta questões importantes:
Por que Camisa de Chocalho não foi rebaixado da mesma forma?
Por que ele foi especificamente dado a Jon, como uma sumidade única entre os selvagens?
Quando você pensa sobre isso, parece que Stannis quer que Mance esteja o mais próximo possível de Jon.
Antes do Anúncio
Dado que Melisandre teve sua visão da garota cinza antes de Stannis partir para Bosque Profundo, isso significa que os conspiradores (Melisandre, Mance e Stannis) sabiam sobre o casamento antes mesmo de os anúncios terem sido enviados.
NOTA: Alternativamente, eles poderiam ter ficado sabendo através do serviço de “inteligência” de Arnolf Karstark.
Agora, aqui está o detalhe importante: eles não sabiam onde o casamento seria realizado.

As hipóteses

Isso nos traz às minhas hipóteses:
  1. Mance foi deixado para trás porque o local do casamento não fora confirmado ou era desconhecido.
  2. Arranjos foram feitos para que Mance fosse rapidamente informado do local do casamento assim que fosse conhecido.
Isso é bastante convincente quando você pensa a respeito. Mance precisaria estar em um lugar que pudesse receber mensagens para saber o local do casamento. Se ele estivesse viajando com um exército, não teria sido capaz de obter essa informação em tempo hábil.
Além disso, permite que ele viaje como uma 'unidade' à parte dos exércitos de Stannis.
Claro, essa hipótese não seria nada sem evidências e raciocínio válido.
O LOCAL É A CHAVE
A descoberta do local do casamento é simples. Explicar alguns dos detalhes do pano de fundo não é.
Pressão do Grupo
Pra começar, Jon recebe um 'anúncio de casamento' de Ramsay (ADWD, Jon VI) . Ele lê na presença de Mance (disfarçado de Camisa de Chocalho) e até lê o conteúdo em voz alta. Ele diz especificamente que o casamento será em Vila Acidentada.
Jon não conta a ninguém sobre esta carta ou seu conteúdo, mas Melisandre o confronta naquela mesma noite, tentando obter sua permissão para 'salvar sua irmã'. Só podemos supor que Mance contou a ela sobre a carta e foi isso que a levou a se aproximar, principalmente quando você nota que Melisandre não falava em privado com Jon desde o início do livro.
A observação é clara:
Já posso ouvir suas perguntas e objeções:
Não é um tanto presunçoso pensar que Mance iria apenas coincidentemente descobrir a localização do casamento ao ouvi-lo por acaso de Jon?
Parece improvável ou ao menos pouco seguro supor que um 'convite de casamento' seria enviado a Castelo Negro.
* * *
Escalando janelas
Tenho certeza de que Mance descobriria o local do casamento pelas cartas de Jon de uma forma ou de outra.
Acredito que ele planejava descobrir o local do casamento escalando os aposentos de Jon e lendo as cartas deixadas em sua mesa. Foi um acaso Mance ter ouvido Jon lendo a carta.
Mance até sugere isso de uma forma indireta:
– Eu poderia visitar você tão facilmente, meu senhor. Aqueles guardas em sua porta são uma piada de mau gosto. Um homem que escalou a Muralha meia centena de vezes pode subir em uma janela com bastante facilidade. Mas o que de bom viria de sua morte? Os corvos apenas escolheriam alguém pior.
(ADWD, Melisandre)
Ele basicamente diz que se ele escalasse a janela de Jon não seria para matá-lo.
* * *
É claro que isso não é uma prova concreta. Mas lembre-se de que as evidências até agora indicam fortemente que Mance, Melisandre e Stannis estavam em conluio. É quase óbvio que a carta de Jon foi o que motivou a “missão” de Melisandre e Mance.
Se Jon não tivesse lido a carta em voz alta, Mance teria sido obrigado a lê-la por algum outro meio . E a única maneira viável de fazer isso seria subir em sua janela.

UM CONVITE IMPROVÁVEL

Como demonstrei, a ideia de que Mance pudesse esperar por um convite (ou similar) contendo o local do casamento parece carregada de incerteza.
Abordei a logística de como Mance ficaria sabendo do local do casamento. Mas depende da certeza de que Jon receberia um convite em primeiro lugar: uma suposição bastante duvidosa.
Por que os Boltons enviariam um convite para Jon?
Por que Stannis, Mance e os demais estariam tão certos de que Jon receberia um?
Isso não faz sentido
Quando você pensa sobre isso, realmente não faz sentido enviar um convite para o casamento a Jon:
No entanto, apesar de todos os motivos para não fazê-lo, Jon recebe um convite.
Por quê?
O convite de Jon nem mesmo faz sentido por causa de uma passagem específica nele:
Jon não viu motivo para não contar.
– Fosso Cailin caiu. Os cadáveres esfolados dos homens de ferro foram pregados em postes ao longo da estrada do rei. Roose Bolton convoca todos os senhores leais para Vila Acidentada, para confirmar a lealdade ao Trono de Ferro e celebrar o casamento de seu filho com... – seu coração pareceu parar por um momento.
(ADWD, Jon VI)
Jon não é um lorde (sim, ele é Lorde Comandante, mas não é a mesma coisa), nem sua lealdade é relevante para seu trabalho.
Caro Senhor ou Dama
Se você der um passo para trás e refletir bem, a carta parece que poderia ter sido endereçada a outra pessoa.
Além disso, a carta foi escrita com sangue, e o sangue está descascando:
A tinta marrom se desfez em pedaços quando Jon passou o polegar sobre ela.
(ADWD, Jon VI)
Asha recebe uma carta semelhante, também escrita com sangue. O sangue não está descascando no dela.
Isso sugere que a carta de Jon talvez seja mais antiga.
Isso nos leva à minha teoria:
Mors Crowfood encaminhou seu convite para Jon.
Está claro tanto em A Dança dos Dragões quanto nos capítulos liberados de Os Ventos do Inverno que Mors estava conspirando com Mance em Winterfell. Eu exploro e sintetizo o relacionamento deles no próximo ensaio, Uma Aliança de Gigantes e Reis.
Mors estava aparentemente tão envolvido na missão de Mance quanto qualquer outra pessoa.
Faz sentido que ele encaminhe seu convite com base no fato de que ele sabe que é o que Mance precisa.
Nenhuma outra explicação viável parece estar disponível, pelo menos nenhuma que faça tanto sentido.
Tendo explicado a logística por trás do que desencadeou a missão de Mance, podemos passar aos detalhes da jornada de Mance a Vila Acidentada.

O BARDO DE VILA ACIDENTADA

O convite de casamento original recebido por Jon indicava que o casamento seria em Vila Acidentada, mas não vemos Mance / Abel até que Theon chegue em Winterfell.
Então o que aconteceu?
Mance viajou diretamente para Winterfell? Ou para Vila Acidentada*?*
Colocando de forma clara, Mance viajou primeiro para Vila Acidentada. Isso não é apenas coerente com a teoria montada até agora, mas dá sentido a algumas coisas.
Cavalos Velozes
Primeiro, Mance pede especificamente bons cavalos:
– Precisarei de cavalos. Meia dúzia dos bons. E isso não é algo que eu possa fazer sozinho. Algumas das esposas de lança encurraladas na Vila Toupeira devem servir. Mulheres podem ser melhores para isso. A garota vai confiar mais nelas, e elas me ajudarão com certo estratagema que tenho em mente.
(ADWD, Melisandre)
Ele poderia ter pedido simplesmente cavalos sem precisar esclarecer os que são bons. Essa pequena adição implica que ele planeja uma cavalgada com afinco.
Uma janela de oportunidade
Em segundo lugar, há uma quantidade considerável de tempo disponível para Mance e suas esposas fazerem a viagem:
Os homens haviam estado dezesseis dias na caçada […].
(ADWD, Fedor III)
Isso se refere à quantidade de tempo que Ramsay gastou rastreando os Freys desaparecidos. Isso significa que os convites já foram enviados há algum tempo. Havia três semanas ou mais para Mance fazer a viagem.
Uma pista sutil
Por todas as aparências externas, no entanto, não há evidências de que Mance realmente tenha chegado a Vila Acidentada.
Ou será que existe?
Há um trecho sutil e facilmente esquecido que poderia ser o murmúrio de uma pista. Quando Theon e Roose Bolton estão cavalgando por Vila Acidentada, Theon faz a seguinte observação:
Passaram por um estábulo e por uma pousada fechada, com um feixe de trigo pintado na placa. Fedor ouviu música através das janelas.
(ADWD, Fedor III)
Esta é uma pousada entre o salão de Harwood Stout e o da Senhora Dustin em Vila Acidentada. A música indica que algum menestrel ou trupe de menestréis deve estar tocando. Não há indicação de que haja homens Frey ou Manderly na vila (provavelmente acampados fora do perímetro da vila). Em qualquer caso, este é o tipo de pousada que você suspeitaria que os viajantes frequentassem. Além disso, os estábulos também são atraentes, visto que Mance estava viajando a cavalo.
Uma vez que sabemos que Mance partiu para Vila Acidentada e sabemos que ele teve tempo suficiente para fazer a viagem, devemos concluir que ele está em algum lugar por lá. Para ele em particular, faz bastante sentido chegar cedo por vários motivos:
Deve-se observar que, mesmo que você discorde que a citação significa que Mance está naquela taverna, temos todos os motivos para acreditar que Mance teria visitado Vila Acidentada. E com isso em mente, suas opções ainda seriam as mesmas descritas aqui.

COLETA DE INFORMAÇÕES

Observando o conhecimento a que Mance está exposto em Vila Acidentada, devemos ser capazes de estimar que tipo de conhecimento ou inteligência ele pode ter reunido.
Despensa Stout
Bem, uma coisa que quase certamente pode haver rumores em Vila Acidentada é que Harwood Stout está ficando sem comida por causa da gula de Ramsay. O texto ainda aponta que esses fatos estão sendo revelados pelos próprios servos de Stout:
Seu anfitrião, um grisalho senhor menor de um braço só, chamado Harwood Stout, sabia que era melhor não negar seu pedido, embora suas despensas devessem estar bem perto de se esvaziar. Fedor ouvira os servos de Stout murmurando sobre como o Bastardo e seus homens estavam comendo todo o estoque de inverno.
– Ele vai se casar com a filhinha de Lorde Eddard, dizem – a cozinheira de Stout reclamou, sem perceber que Fedor estava ouvindo –, mas é a gente que ele vai foder quando a neve começar, escrevam minhas palavras.
(ADWD, Fedor III)
Portanto, isso indicaria que Stout está ciente de um futuro sombrio para sua casa, sua família, seu povo - a menos que ele possa encontrar reabastecimento em algum lugar. Sabemos que Ramsay tem abusado de seu anfitrião de outras maneiras, como permitir que seus cães matem os cães de Stout. É muito provável que Stout odeie Ramsay.
O valor de tal inteligência não é claro, mas ainda é uma parcela de conhecimento que pode ser útil mais tarde.
Ódio de Dustin
O simples fato de que Ramsay está hospedado no salão de Stout já revela muito sobre política. Lembre-se de que Mance estava presente no conselho de guerra de Stannis (ADWD, Jon IV), onde Jon apontou que os Dustins e Ryswells estavam ligados aos Boltons pelo casamento.
A observação de que Ramsay não é bem-vindo no salão da Senhora Dustin sugere fortemente que sua lealdade a Roose Bolton não se estende ao próprio Ramsay. Outro fato útil.
Os Freys Desaparecidos
Ramsay diz que perguntou sobre os Freys desaparecidos em cada aldeia e fortaleza que eles encontraram.
Seria razoável que Mance soubesse disso no caminho para Vila Acidentada, ou que o boato estivesse circulando quando ele chegou à pousada em Vila Acidentada.
***
Como você pode ver, isso dá a Mance uma vantagem em diferentes maneiras de explorar as várias tensões dentro das forças de Bolton.
Em particular, ele sabe que os Freys e Manderlys têm objetivos opostos, e que Stout e Dustin desprezam Ramsay.

CONCLUSÕES

Sabemos que o casamento de Ramsay foi transferido para Winterfell. Também sabemos que Mance também foi para Winterfell e se infiltrou se passando por um trovador viajante e sua “família".
No entanto, este olhar sobre as atividades de Mance em Vila Acidentada mostra que ele teve uma compreensão muito boa da dinâmica da política em jogo antes mesmo de chegar, conhecendo como colocar as casas umas contra as outras.
Também é possível (mas não confirmado) que Mance pode até mesmo ter feito um acordo com um dos senhores presentes em Vila Acidentada naquela época.
***
Esta entrada no Mannifesto nos diz tudo o que acontece a Mance antes de chegar a Winterfell, exceto por uma questão gritante:
Mance encontrou Mors “Crowfood” Umber em seu caminho até Vila Acidentada
O encontro desses dois idealizadores é fundamental para os planos de Mance em Winterfell. A razão de eu atrasar a discussão sobre Mors Crowfood é porque é mais fácil entender os argumentos que vou apresentar se eu os relacionar aos vários eventos em Winterfell ocorridos depois da chegada de Mance.
Para continuar lendo o Manifesto e aprender sobre a relação entre Mance e Mors, vá para Uma Aliança de Gigantes e Reis.
submitted by frdnt to Valiria [link] [comments]


2020.07.22 19:53 altovaliriano [Tradução] Uma lista de todos os capítulos confirmados e concluídos de TWOW que conhecemos

Texto original: https://www.reddit.com/asoiaf/comments/hvtrv8/spoilers_extended_a_list_of_every_confirmed_and/
Autor: u/BryndenBFish
-----------------------------------------------------------

Introdução

Alguém no twitter me perguntou quantos capítulos confirmados de Ventos do Inverno existem, eu rapidamente contei e respondi "27". Mas então comecei a duvidar de mim mesmo e, quando enfrento momentos de incerteza, minha ansiedade entra em ação e eu faço pesquisa. Então, aqui estou eu, no fundo de um enorme e divertido “buraco de coelho”.
Deixe-me explicar minha metodologia: o que eu fiz em quase todas as casos foi considerar o chão estatístico também conhecido como a visão mais pessimista de quantos capítulos confirmados sabemos. Por exemplo, como você verá em vários personagens POV, quando GRRM disse que haverá capítulos de um personagem POV em particular, eu calculo com sendo dois, a não ser que haja um qualificador que indique serem mais de dois. Quando George disse que tem "dúzias" de capítulos concluídos, calculei isso como sendo o número mínimo possível: 24.
Além disso, fiz alguns palpites fundamentados sobre a identidade de alguns POVs, considerando as pistas de contexto que George nos deu. Por exemplo, quando George estava escrevendo sobre "os Dothraki" no início de 2012, é mais provável que ele estivesse escrevendo um capítulo sobre de Dany. Mas admito: posso estar errado sobre algumas dessas suposições!
Os resultados são bem positivos! Pelo menos, encontrei mais de "27" capítulos. Vamos dar uma olhada!

Arya Stark: quatro capítulos

Tyrion Lannister: três capítulos

Barristan Selmy: Três capítulos

Arianne Martell: Três capítulos

Melisandre de Asshai: dois capítulos

Theon Greyjoy: dois capítulos

Aeron Greyjoy: dois capítulos

Areo Hotah: dois capítulos

George e eu discutimos o livro do mundo (durante o qual aprendi algo sobre um dos personagens que aparecerá nos três capítulos de dorneses que ele se mudou para Os Ventos do Inverno).

Cersei Lannister: Dois capítulos

Asha Greyjoy: Dois capítulos

Jon Connington: dois capítulos

Sansa Stark: Um Capítulo

Victarion Greyjoy: um capítulo

Bran Stark: Um Capítulo

Daenerys Targaryen: um capítulo

Davos Seaworth: um capítulo

Prólogo: Um Capítulo

Capítulos desconhecidos de TWOW que GRRM escreveu ou estava escrevendo

Conclusão

Minha grande vantagem em fazer toda essa pesquisa: o chão estatístico, a abordagem mais pessimista dos capítulos confirmados de TWOW teria sido GRRM ter completado aproximadamente na metade de TWOW ou um pouco mais da metade. Aqui está nossa grande lista de capítulos confirmados que George estava escrevendo ou escrevendo em TWOW:
Número mínimo de capítulos confirmados de TWOW: <38 (33 capítulos POV conhecidos + 5 capítulos POVs desconhecidos (capítulo TWOW na primavera de 2015, "Smudge" em 2018 e os mais de 3 capítulos em que ele estava fazendo um bom progresso em julho de 2020)
Número mínimo de capítulos concluídos confirmados de TWOW: <30 (mais de 24 capítulos concluídos até janeiro de 2016 + 6 capítulos concluídos em junho / julho de 2020)
GRRM espera que The Winds of Winter tenha o mesmo tamanho de A Storm of Swords e A Dance with Dragons. Esses livros tinham, respectivamente, 82 e 73 capítulos, o que significa que, no piso pessimista de mais de 30 capítulos / mais de 38 capítulos nos quais ele está trabalhando / concluiu para TWOW, GRRM estaria quase na metade.
Novamente, esse é o chão estatístico, o ponto mais pessimista possível para onde George está. O teto estatístico) é mais alto (duh), mas mesmo assim, a realidade é que GRRM tem mais capítulos concluídos, redigidos ou fragmentados do que os que pude encontrar em minha pesquisa. Como, por exemplo, todas as vezes que ele falou sobre escrever Senhora Coração de Pedra em TWOW . Isso significa que provavelmente existem capítulos de Jaime e / ou Brienne que tratam dela. Eu poderia encontrar isso na minha pesquisa? Infelizmente não! E você acha que GRRM não terá capítulos de Jon no TWOW com "muita coisa acontecendo no Muralha" , declarações de que ele resolverá o testamento de Robb e, é claro, Jon retornando dos mortos na 6ª temporada de Game of Thrones? Além disso, GRRM também tem afirmado repetidamente que Willas Tyrell e Garlan Tyrell são importantes e aparecerão em futuros livros e também que nós não vimos Jardim de Cima ainda. Isso provavelmente significa capítulos de Samwell, pois ele é o personagem POV mais bem situado para se encontrar com Willas e Garlan e ver Jardim de Cima dado o seu paradeiro no final de O Festim dos Corvos.
Agora, devemos ter em mente que GRRM afirmou recentemente que ele ainda tem "um longo caminho a percorrer" e pediu que "não fiquem muito animado". No mínimo, podemos celebrar que GRRM progredindo e estamos vendo alguns dados concretos por trás do progresso que ele mesmo afirma estar fazendo. Além disso, quatro vezes nos últimos três anos, o GRRM indicou ter feito progresso em TWOW em 2017 , 2019 e duas vezes em 2020.
Por fim, espero que este post forneça dados concretos e também links para os exemplos de capítulos / relatos de capítulos lidos em convenções e links para lugares onde George falou sobre outros capítulos de TWOW. Se eu deixei algo de fora, fique à vontade para me avisar!
Obrigado pela leitura!
Agradecimentos a zionius, jonestony710, glass_table_girl e joemagician pelas pesquisas e análises!
PS Sim, eu sei, LChris24 . Antes de você perguntar: atualizarei aquele resource algum dia.
submitted by altovaliriano to Valiria [link] [comments]


2020.07.22 00:34 browndusky alguém se por favor pode me ajudar corrigir minha gramatica numa tese que fiz?

não sou português mas português foi umas das disciplinas que escolhi em universidade.
Eu falo bem português mas meu português escrito é totalmente lixo.(sei que não é muito professional com todas as palavras vulgares mas ya isto era eu a usar tudo que eu sei)
obg para me ajuderem!


“Colora minha vida com o caos de problemas” esta é uma linha duma canção de Smith que esta menina usou como uma citação no anuário em um filme sentimental de 2011, eu achei fixe esta citação, e por isso escrevi no meu caderno de rascunho e sonhei um dia alguém vindo pra minha vida e colorir-o com caos de problemas.
Eu sempre senti assim, sempre senti que preciso algo mais, a coisa comigo é que nunca me sinto satisfeito com que tenho.
E como muitos outros da minha idade, tentei preencher o vazio com atenção, drogas, animes e especialmente com o amor.
Eu faço parte daquela geração Nepalesa que assiste “3 idiots” e ouve canções românticas do McFlo e pense que não consegue ser feliz sem se apaixonar. Sabes de quem eu estou a falar sobre, aqueles rapazes que têm um exterior áspero mas no fundo eles têm um lado macio basicamente somos tsundere.
Fds nem fiquei triste depois de terminar com minha ex. Eu fiquei tipo olhe mais uma experiência, da próxima vez que eu estiver a namorar não vou cometer os mesmos erros.
Já terminei 3 vezes mas ainda não me sinto triste porque é fixe ter emoções.
A minha esposa podia me trair, levar metade dos meus bens, meu cão e meu filho Ramesh e eu vou ficar sem teto a pensar WHOA emoções são fixes.
Apaixonamento é uma treta que gente inventaram porque ficaram entediados.
“Colora minha vida com o caos de problemas” mas-mas porquê? Es estúpido?
Porque é que vocês querem alguém para foder a sua vida artisticamente?
Deve ser porque gostamos de altos e baixos do amor. Gostamos da montanha russa de emoções que o amor dá e sentimos vivos.
Amor é como bebidas alcoólicas ou bater punheta. Sentimos bem quando fazemos, mas depois de acabar fazer ou consumir nos arrependemos.
Se vocês não me acreditam, há centenas dos estudos detalhando como euforia do amor provoca a mesma sensação no cérebro como cocaine, seus viciados.
Nenhuma outra espécies faz isso coisinha de apaixonar. Os macacos não estão sentados na cama a pensar se é muito pegajoso mandar mensagem para aquela macaco com cú grande. Os macacos não precisam de pensar qual vestido é melhor para o encontro ou se preocupar com o cheiro, eles só fodem. É incrível, eles poderiam a estar comer banana um momento ou matando insetos e boom começam a foder. Eles não se dão mínimo se alguém está a ver ou tirar fotografias. Nós complicamos demais, porque é que é eu preciso de vestir bem e usar perfume e ela tem que dizer ela não costuma fazer isto.
Apaixonar-se não faz qualquer sentido biologicamente é uma nova emoção humana baseado completamente em egoísmo, ciumento e a insegurança.
Vocês malucos decidiram que amor significa pelo lei ficaremos juntos para sempre e se não o fizermos, leva metade do meu dinheiro. MAS PORQUÊ?
Não sou de coração frio porque acredito que amor é real. É algo que compartilhamos com nossa família, nossos amigos, nossos animais de estimação e com o mundo.
O amor torna-se para uma emoção possessiva especificamente humana quando vocês falam de encontrar aquela menina . “QUANDO OLHEI PARA OLHOS DELAS EU SABIA QUE EU IA PASSAR RESTO DA MINHA VIDA COM ELA”
A serio? Eu acho que há algo mal com tua cabeça mano.
Cair de cabeça totalmente cega numa relação é igual á tu projetar tuas inseguranças em outra pessoa. Não estás feliz com tua vida por isso começas a procurar isso em outra pessoa, e isto é insustentável, irreal e perigoso. Talvez não tens amigos, não gostas do teu trabalho, não gostas de ti mesmo ou talvez a tua mãe não te abraçou suficiente quando eras criança. E agora quando encontras uma gaja fixe que ri das tuas piadas, tu agarras nela como uma sanguessuga e tornas-te uma psicopata se ela até olha para alguém.
Isto é porque o amor é tão viciante quanto uma droga, os únicos dois tipos de pessoas que cortaria seus pneus e ameaçaria suicídio é uma viciante de drogas e uma puta louca chamada Verónica(karen).
Mas talvez eu sou sozinho e amargo porque tentei me se apaixonar mas nunca funcionou para mim.
Eu tenho certeza que acontece isto com toda gente.
Achas que gostas uma gaja mas depois de bater a punheta já não é o caso. Percebes que não estavas a pensar com a cabeça certa(é chamado post nut syndrome em ingles).
Agora estou no ponto em que estou aberto à idéia de amor, mas eu não consigo manter conversas com minas da minha idade, elas parecem a viver a vida em Instagram e acho que isto é um chatice. Como vocês não se cansam de usar o instagram depois de uma semana ou um mês? È realmente incrível.
Quando estão a falar de maquiagem, roupas e exes, pá não dou mínimo, a sério não dou mínimo.
Eu percebo que quando falo que não dou mínimo, estou a ser ignorante porque as pessoas se apaixonam alegremente e isso faz eles felizes, pá sou quero o mesmo sentimento, embora que eu saiba que o amor é basicamente cocaine para minha coração.
Eu acho que estou apenas amarga a ver todas essas pessoas juntos alegremente a fazer promessas que provavelmente não vão manter. Parece divertido não parece?
Romance é uma venda fácil. Todos nós gostamos quando o protagonista acaba junto com a menina e ambos ficam felizes para sempre. Gostamos de ver o final feliz. Gostamos de acreditar em "felizes para sempre".
Mas o amor romântico e o amor em geral é muito mais complicado do que fomos levados a acreditar nos filmes de Hollywood.
Não ouvimos que o amor às vezes seja desagradável ou até doloroso, ou que o amor precisa autodisciplina e uma certa quantidade de esforço sustentado ao longo de anos, décadas e uma vida inteira. Essas verdades não são emocionantes. Nem eles vendem bem. A dolorosa verdade do amor é que o verdadeiro trabalho de um relacionamento começa depois que a cortina se fecha e os créditos rolam.
Como a maioria das coisas na mídia, o retrato do amor na cultura pop é limitado ao destaque. Todas as complexidades da vida real em um relacionamento são varridas para dar lugar a títulos emocionantes, a separação injusta e, claro, o final feliz favorito de todos.
Quando somos apaixonados, não podemos imaginar que algo possa dar errado entre nós e nosso parceiro. Não conseguimos ver falhas delas , tudo o que vemos é potencial e possibilidade ilimitados.
Isto não é amor. Isso claramente é uma ilusão. E, como a maioria das ilusões, as coisas não terminam bem.
Eu acho que eu gosto de ideia de amor mas não tenho paciência nem quero comprometer minha liberdade para ela. Eu gosto quando estou o centro da atenção e não gosto quando sou eu que precisa de dar atenção. Sempre que estive num relacionamento a princípio, fico empolgado; mas depois de algum tempo, perco toda a paciência e a interessa.
Eu gosto de ideia de amor e é basicamente que este filme 500 days of summer satirizou.
Eu gosto como este filme criticou o conceito de amor.
A personagem principal decidiu que a menina Summer era sua alma gémea, porque eles ambos gostam da mesma música. Ele cresceu vendo filmes românticos com um fim clássico. E por isso ele pintou uma imagem na cabeça que a Summer era criada para ficar junto com ele mas não é realmente o caso no fim deste filme. O amor verdadeiro precisa de paciência, compromisso e atenção e isto parece búe complicado pá. Em vez disso eu prefiro ver porno e bater a punheta.
submitted by browndusky to portugueses [link] [comments]


2020.07.07 01:09 Iuspostulandi Informe o exequente o endereço para citação do executado

Por qual motivo sempre que realizo o pedido para oficializar o INSS, IIRGD, RECEITA FEDERAL, BACEM para encontrar o endereço, vejo no despacho: "Informe o exequente o endereço para citação do executado."

Estranho né, digo sempre, mas foram umas 3 vezes. Entretanto só entrei uma 5 vezes sem saber o enderço.

Nas três vezes tive que peticionar reiterando o pedido, mas no ultimo tive que reiterar duas vezes, pois ele mandou oficiar o SEI que nem havia pedido, e os que pedi não oficiou.

VAI ENTENDER.
submitted by Iuspostulandi to direito [link] [comments]


2020.07.01 19:17 Karolzinha_arts ALIMENTEI MINHA PRIMA COM COCOCO!

Olá Luba, editores, gatas, possível convidado e turma que está a ver. Essa história data de 2013, quando eu tinha por volta de 8 anos (eu era uma criança bem retardada ok) vou mudar o nome da minha prima, porque ela não sabe desse acontecimento até hoje kk (o nome será Ju).
Quando eu tinha meus 8 anos de idade e minha prima tinha 7, costumávamos visitar nossa avó todo final de semana! (acho que nem eu e ela íamos de fato visitar a velha, só queríamos uma desculpa pra se encontrar pra brincar mesmo) aquele dia passou rápido, brincamos, caímos, choramos e rimos! Até que ouvimos a voz da minha tia, ela estava nos chamando pra entregar dois pacotes de salgadinhos pra gente. (era um de galinha caipira e outro de queijo) eu na minha inocência, peguei o pacote mas chamativo, que era o salgadinho de galinha caipira. (pior erro) eu e Ju começamos a nos deliciar com aquela incrível beldade de sabores, com uma pitada de câncer. Até que quando cheguei na metade do pacote, bateu aquela! Minha barriga começou a fazer barulhos que nem eu conhecia. Eu fui até o banheiro da minha avó (obs:eu estava com um vestido branco de bolinha rosa, que tinha uma fita amarrada na cintura). sentei no vaso e levantei meu vestido até o suvaco, e não demorou muito para ouvir a melodia da bosta líquida bater na água. Quando terminei, levantei, dei descarga e comecei a lavar minhas mãos. Nisso, eu senti algo molhado tocar na minha panturrilha, virei para ver e... Era a fita do vestido que a ponta de branco, ficou marrom. Eu dei um berro e minha avó até foi me perguntando oque tinha acontecido. Óbvio que eu disse que não era nada! Então eu peguei a fita e lavei na pia do banheiro, não achei sabonete, então peguei pasta de dente e coloquei. Quando terminei, saí do banheiro, peguei meu salgadinho da mesa e continue o caminho. Então eu vi Ju no final do corredor me esperando! (achei que ela tivesse descobrindo da minha cagada) então por algum motivo, olhei pro meu antebraço e eu vi... Vi um pedaço de cococo!! Então em meio a citação, eu pensei em pegar uma pipoca e passar na merda, depois só era jogar fora e dizer que tinha caído no chão se alguém visse. (dito e feito!) então a pipoca de merda estava na minha mão, eu só queria passar e jogar fora! Mas minha prima resolveu simplesmente conversar no corredor! Então pra manter a naturalidade, óbvio que continuei a conversa. Eu tava tão desesperada pra jogar o coliforme fecal fora, que por algum motivo eu estendi minha mão com a pipoca pra mim prima (acho que na minha cabeça, ela iria vê e entender que eu queria jogar fora) só que simplesmente ela pegou da minha mão e comeu! Ela não sentiu gosto nenhum! (por dentro eu queria chorar, rir e vomitar!kkk) em meio a situação, eu apenas sorri e dei a metade do salgadinho pra ela.
Ela ficou bem! E tive que ouvir sermão da minha avó por gastar a pasta de dente dela. Contei a história pra minha mãe, e ela apenas rio kkk! Tenho pequenas suspeitas que minha prima descobriu, já que ela deixou de me visitar a 4 anos. é isso luba, beijos <333
submitted by Karolzinha_arts to TurmaFeira [link] [comments]


2020.05.05 11:54 ThorDansLaCroix Minha perspectiva em favor a Renda Basica Universal.

Antes de tudo eu quero dizer (aparentemente tenho que dizer) que minhas opiniões, deduções e informacoes nao sao levadas como absolutistas por mim. Caso contrário eu não estaria perdendo tempo apresentando e conversando com pessoas com perspectivas diferentes e divergentes. Dito isso:
Enquanto a maioria dos apoiadores mais eloquente do capitalismo dizem que a Renda Básica é socialismo (ou seja, dizem ser contra), a sociedade sempre emergiu ao protocapitalismo, liberdade, conhecimento, democracia e desenvolvimento quando a riqueza foi distribuída "gratuitamente" à população.
Eu vou citar alguns exemplos que tenho e então vcs me corrigem se tiverem algo para enriquecer o debate.
A China, o maior império asiático no passado, era uma sociedade que desenvolveu grandes tecnologias para sua época, comércio, indústrias, arquitetura e uma de suas principais características era o fato de as pessoas receberem terra (e sementes quando havia desastres naturais). Obviamente o governo saia ganhando pq no lugar de deixar uma pessoa pobre, improdutiva pedindo esmolas na rua e provavelmente cometendo crimes, dando o acesso a terra a pessoa ou família não só passa a ser produtiva para a sociedade mas também paga impostos.
Agora, vamos para a Grécia:
"A maior objeção dos oponentes da Renda Básica Universal é com argumento que as pessoas são intrinsecamente preguiçosas e desonradas. Dizem que quando o dinheiro é distribuído de graça, todos ficam sentados e param de trabalhar até o colapso do sistema. [...] acontece que a Grécia Antiga é um exemplo fantástico do que acontece em uma sociedade que dotou seus membros de abundância e direito. [...]
No mundo pré-moderno de uma típica cidade-estado grega, a terra era o recurso mais importante, a chave para o sustento e a segurança. A maioria das cidades-estados gregas distribuiu terras para a população de maneira a apoiar o maior número possível de famílias independentes e autossustentáveis. A democracia ateniense, que se destacava por seus extensos programas sociais, fornecia subsídios para jogos, teatro e grãos para tornar a vida mais agradável e digna. Essa vida "agradável", no entanto, não gerou um bastião de indivíduos preguiçosos que estavam inclinados a fazer o mínimo possível.
Uma das características mais marcantes da Grécia antiga é o alto nível de ação voluntária e auto-organizada. A típica cidade-estado grega não mantinha um exército ou burocracia profissional. Os cidadãos, além de administrar os assuntos locais em suas aldeias e bairros, também lutaram em batalhas e administraram o governo sem incentivo financeiro ou desespero (o pagamento de subsídios para hoplites e jurados foi introduzido em Atenas apenas para aumentar a participação dos pobres). Em Atenas, onde as pessoas tinham muita liberdade para fazer o que desejavam, a filosofia e as artes floresceram, deixando-nos uma coleção inestimável dos clássicos. De fato, temos boas evidências de um velho em particular que passava muitos dias conversando com amigos e transeuntes, em vez de provar seu valor trabalhando duro e incessantemente em seu trabalho. Caso você queira saber o nome desse "parasita", era Sócrates.
Sob um sistema que reduzia a escassez e a concorrência e aumentava a abundância e o lazer, os gregos não se tornavam apáticos e ambiciosos. Pelo contrário, nenhuma outra pessoa era tão competitiva e gostava de excelência quanto os gregos. A diferença é que, uma vez que não precisavam mais se preocupar com as necessidades básicas, canalizavam a maior parte de sua energia em competições de atletismo, criatividade e serviço público. Essas competições agonísticas de atividades não materiais enriquecem e reúnem a comunidade em vez de estabelecer "perdedores" para punição ".
https://economic-historian.com/2019/04/the-time-for-universal-basic-income-has-come/
Uma coisa que falta na citação acima é a questão da sociedade grega (pelo menos entre as famílias mais ricas) eram os escravos que faziam o trabalho quem não queriam fazer, e esse eh um dos principais motivos dos cidadãos terem tanto tempo sobrando. Mas eu volto a essa questão mais a frente.
Iluminismo e desenvolvimento do capitalismo ocidental.
A principal característica do desenvolvimento da sociedade capitalista após a Idade Média foi a emancipação dos camponeses. Note: onde eles emanciparam primeiro é onde a democracia e o capitalismo se desenvolveram primeiro e mais mais rápido.
E uma das principais características da emancipação dos camponeses na Europa Ocidental era o fato de poderem manter a terra para si onde sua família trabalha há gerações (e pertenciam antes a um proprietário feudal). As terras que antes tinham que ser protegida pelos seus proprietários e que por isso mantinham um exército privado, agora passa a ser protegido pela Nação-estado e seu exército/polícia, permitindo que pequenos e médios agricultores emancipados tivessem suas terras seguras. (Ver Origens do Totalitarismo por Hannah Arendt).
Na Europa Oriental, os camponeses não mantinham a terra para si mesmos e foram emancipados muito mais tarde; assim, a democracia e o capitalismo também se desenvolveram mais tarde e os antigos senhores feudais se tornaram os poderosos políticos no Estado-Nação. (O que eu suponho que tenha algumas semelhanças com o que aconteceu no Brasil).
A era colonial
É muito clara a diferença de desenvolvimento social, político e econômico entre os países onde a terra foi distribuída às famílias (como nos EUA, Austrália e no Canadá), comparado com onde enormes quantidades de terras foram dada a alguns amigos do Rei e ao restante da população (a maioria) eram trabalhadores sem terra própria (como nas colônias espanhola e portuguesa).
Hoje em dia
Regiões na América do Sul, onde houve certa distribuição de terras para a população no passado (especialmente para os pobres), são as regiões onde tendeu um melhor desenvolvimento político, social e econômico.
Adivinhe quais são as principais características de um declínio da sociedade? O que causou o declínio da sociedade grega, chinesa, romana e o que aparentemente está causando as crises sócio-político-econômico de hoje é a concentração de riqueza nas mãos de poucos, sem o acesso da população a tais. Basta olhar para a Idade Média, onde a população teve que trabalhar na terra de poderosos proprietários. Ou hoje nos países pobres e em desenvolvimento em que a maioria da população mal beira a classe média. E mesmo nos países desenvolvidos hoje em que os salários estão estagnados a aproximadamente 40 anos.
Eu falei antes que eu iria voltar a questão da escravidão que estava engrenada na característica social, cultural e econômica da Grécia e Roma. Ao meu ver, da mesma forma que a consolidação da doutrina do trabalho (ver a Ética protestante e o Espírito do Capitalismo de Max Weber) foi uma as coisas mais importante para abolir a escravidão, eu suponho que a automação propicia a abolição da doutrina do trabalho, pq ambos nao tem como se desenvolverem juntos a não ser com pesados subsídios industriais e agrícolas junto com o dumping comercial para manter empregos, como acontece nos países desenvolvidos. Entao pq nao acabar com a doutrina do trabalho e parar de injetar dinheiro a empresas para produzirem além de uma demanda existente, o que faz com que governos tenham que criar demandas artificialmente com mais dinheiro a ser investido em projetos de especulação urbana desnecessária, além de dumping comercial que prejudica imensamente os países mais pobres, e simplesmente coloca esse dinheiro diretamente na mão dos cidadãos, para criar uma demanda real e uma produção real a uma demanda (o que muito provavelmente acabará ou amenizar as bolhas e crises econômicas que vem sendo tão frequente, e os conflitos entre nações para ganhar o mercado um do outro para dumping comercial.
"Fascinante como definimos independência como sendo fazer coisas para outra pessoa por dinheiro. Contanto que possamos encontrar alguém para nos pagar, somos auto-suficientes. Isso é na verdade uma dependência de outras pessoas. Todos dependemos de clientes de alguma forma. Clientes são os verdadeiros criadores de emprego e a Renda Universal os criaria.
Quando você trabalha por conta própria ou é dono de seu próprio negócio, o que vc se importa é os clientes e o que você não liga é a origem do dinheiro deles. Ninguém pergunta se seus clientes "trabalharam" pelo dinheiro antes de aceitá-lo. O que importa é que eles têm dinheiro para serem clientes. " Twitter @scottsatens
Eu penso que as pessoas com uma renda básica vai continuar trabalhando. Seja para ajudar a sua comunidade tal como foi por muito tempo a cultura americana, em que os cidadãos do bairro ajudam a reformar a escola, a igreja, a biblioteca e prezam pelo trabalho voluntário. E mesmo hoje, durante a quarentena, tem pais dando aulas as crianças de seus vizinhos no quintal, como forma de trabalho social voluntário, e essa eh a verdadeira raiz patriótica Americana que muitos brasileiros que batem continência a bandeira Americana não carregam como princípio, pq nos países em que o auto determinismo foi mais limitado à população pela falta de acesso à riqueza (terras), ser servido e não servir passou a ser o simbólico do sucesso.
Mas o que eu quero dizer com tudo isso, é que as pessoas tendo a opção de nao servir e escolher a quem servir, buscando as melhores condições de trabalho e sentido em seu trabalho, que passa a ser não o dinheiro para sobreviver mas sim ao trabalho procreativo social, empresas em geral terão que oferecer as melhores condições ou serão obrigadas a investir em automação o quanto possível. E eu vejo isso como positivo.
Portanto, dar dinheiro de graça, como era a terra no passado, é o que desenvolve uma sociedade com melhor cultura política, economia, melhor participação social e melhor capitalismo.
Eu nao ligo qual sistema econômico vivemos desde que o sistema consiga se adaptar a simbiose social e tecnológica, ao invés de estagnar tal sociedade por falta de capacidade adaptativa. Até mesmo pq todo sistema cai naturalmente quando não se adapta a sociedade que está sempre em constante transformação.
Eu penso que eh por isso mesmo mais e mais pessoas que defendem o capitalismo estão começando a defender a implementação da Renda básica Universal (veja o Andrew Jang por exemplo). Pq sabem que não podemos fingir que ainda estamos no século XX em um sistema estagnado que só causará decadência e colapso social. E penso que muita gente se torna conservadora com medo que tais mudancas levem a outro sistema (ou para ser mais espeficico, com medo e acresitando que mudancas irao levar ao socialismo/comunismo).
Observacao: Como sempre e mais uma vez, estou apresentando a minha perspectiva para obter as observações que possam corrigir ou agregar algo, para melhor entender as coisas e as pessoas. E como sempre eu sei que tem muita gente que ficará ofendida e estressada por discordar de algo. Então antes de responder no impulso emotivo com ad hominem e ofensas, talvez ganhem o conforto emocional do apoio de alguns, mas a mim e a discussão tais atitudes tóxicas apenas servem para empobrecer o ambiente e confirmar o despreparo em lidar com as próprias frustrações.
submitted by ThorDansLaCroix to brasilivre [link] [comments]


2020.05.05 11:38 ThorDansLaCroix Meu ponto de vista em favor a Renda Basica Universal.

Antes de tudo eu quero dizer (aparentemente tenho que dizer) que minhas opiniões, deduções e informacoes nao sao levadas como absolutistas por mim. Caso contrário eu não estaria perdendo tempo apresentando e conversando com pessoas com perspectivas diferentes e divergentes. Dito isso:
Enquanto a maioria dos apoiadores mais eloquente do capitalismo dizem que a Renda Básica é socialismo (ou seja, dizem ser contra), a sociedade sempre emergiu ao protocapitalismo, liberdade, conhecimento, democracia e desenvolvimento quando a riqueza foi distribuída "gratuitamente" à população.
Eu vou citar alguns exemplos que tenho e então vcs me corrigem se tiverem algo para enriquecer o debate.
A China, o maior império asiático no passado, era uma sociedade que desenvolveu grandes tecnologias para sua época, comércio, indústrias, arquitetura e uma de suas principais características era o fato de as pessoas receberem terra (e sementes quando havia desastres naturais). Obviamente o governo saia ganhando pq no lugar de deixar uma pessoa pobre, improdutiva pedindo esmolas na rua e provavelmente cometendo crimes, dando o acesso a terra a pessoa ou família não só passa a ser produtiva para a sociedade mas também paga impostos.
Agora, vamos para a Grécia:
"A maior objeção dos oponentes da Renda Básica Universal é com argumento que as pessoas são intrinsecamente preguiçosas e desonradas. Dizem que quando o dinheiro é distribuído de graça, todos ficam sentados e param de trabalhar até o colapso do sistema. [...] acontece que a Grécia Antiga é um exemplo fantástico do que acontece em uma sociedade que dotou seus membros de abundância e direito. [...]
No mundo pré-moderno de uma típica cidade-estado grega, a terra era o recurso mais importante, a chave para o sustento e a segurança. A maioria das cidades-estados gregas distribuiu terras para a população de maneira a apoiar o maior número possível de famílias independentes e autossustentáveis. A democracia ateniense, que se destacava por seus extensos programas sociais, fornecia subsídios para jogos, teatro e grãos para tornar a vida mais agradável e digna. Essa vida "agradável", no entanto, não gerou um bastião de indivíduos preguiçosos que estavam inclinados a fazer o mínimo possível.
Uma das características mais marcantes da Grécia antiga é o alto nível de ação voluntária e auto-organizada. A típica cidade-estado grega não mantinha um exército ou burocracia profissional. Os cidadãos, além de administrar os assuntos locais em suas aldeias e bairros, também lutaram em batalhas e administraram o governo sem incentivo financeiro ou desespero (o pagamento de subsídios para hoplites e jurados foi introduzido em Atenas apenas para aumentar a participação dos pobres). Em Atenas, onde as pessoas tinham muita liberdade para fazer o que desejavam, a filosofia e as artes floresceram, deixando-nos uma coleção inestimável dos clássicos. De fato, temos boas evidências de um velho em particular que passava muitos dias conversando com amigos e transeuntes, em vez de provar seu valor trabalhando duro e incessantemente em seu trabalho. Caso você queira saber o nome desse "parasita", era Sócrates.
Sob um sistema que reduzia a escassez e a concorrência e aumentava a abundância e o lazer, os gregos não se tornavam apáticos e ambiciosos. Pelo contrário, nenhuma outra pessoa era tão competitiva e gostava de excelência quanto os gregos. A diferença é que, uma vez que não precisavam mais se preocupar com as necessidades básicas, canalizavam a maior parte de sua energia em competições de atletismo, criatividade e serviço público. Essas competições agonísticas de atividades não materiais enriquecem e reúnem a comunidade em vez de estabelecer "perdedores" para punição ".
https://economic-historian.com/2019/04/the-time-for-universal-basic-income-has-come/
Uma coisa que falta na citação acima é a questão da sociedade grega (pelo menos entre as famílias mais ricas) eram os escravos que faziam o trabalho quem não queriam fazer, e esse eh um dos principais motivos dos cidadãos terem tanto tempo sobrando. Mas eu volto a essa questão mais a frente.
Iluminismo e desenvolvimento do capitalismo ocidental.
A principal característica do desenvolvimento da sociedade capitalista após a Idade Média foi a emancipação dos camponeses. Note: onde eles emanciparam primeiro é onde a democracia e o capitalismo se desenvolveram primeiro e mais mais rápido.
E uma das principais características da emancipação dos camponeses na Europa Ocidental era o fato de poderem manter a terra para si onde sua família trabalha há gerações (e pertenciam antes a um proprietário feudal). As terras que antes tinham que ser protegida pelos seus proprietários e que por isso mantinham um exército privado, agora passa a ser protegido pela Nação-estado e seu exército/polícia, permitindo que pequenos e médios agricultores emancipados tivessem suas terras seguras. (Ver Origens do Totalitarismo por Hannah Arendt).
Na Europa Oriental, os camponeses não mantinham a terra para si mesmos e foram emancipados muito mais tarde; assim, a democracia e o capitalismo também se desenvolveram mais tarde e os antigos senhores feudais se tornaram os poderosos políticos no Estado-Nação. (O que eu suponho que tenha algumas semelhanças com o que aconteceu no Brasil).
A era colonial
É muito clara a diferença de desenvolvimento social, político e econômico entre os países onde a terra foi distribuída às famílias (como nos EUA, Austrália e no Canadá), comparado com onde enormes quantidades de terras foram dada a alguns amigos do Rei e ao restante da população (a maioria) eram trabalhadores sem terra própria (como nas colônias espanhola e portuguesa).
Hoje em dia
Regiões na América do Sul, onde houve certa distribuição de terras para a população no passado (especialmente para os pobres), são as regiões onde tendeu um melhor desenvolvimento político, social e econômico.
Adivinhe quais são as principais características de um declínio da sociedade? O que causou o declínio da sociedade grega, chinesa, romana e o que aparentemente está causando as crises sócio-político-econômico de hoje é a concentração de riqueza nas mãos de poucos, sem o acesso da população a tais. Basta olhar para a Idade Média, onde a população teve que trabalhar na terra de poderosos proprietários. Ou hoje nos países pobres e em desenvolvimento em que a maioria da população mal beira a classe média. E mesmo nos países desenvolvidos hoje em que os salários estão estagnados a aproximadamente 40 anos.
Eu falei antes que eu iria voltar a questão da escravidão que estava engrenada na característica social, cultural e econômica da Grécia e Roma. Ao meu ver, da mesma forma que a consolidação da doutrina do trabalho (ver a Ética protestante e o Espírito do Capitalismo de Max Weber) foi uma as coisas mais importante para abolir a escravidão, eu suponho que a automação propicia a abolição da doutrina do trabalho, pq ambos nao tem como se desenvolverem juntos a não ser com pesados subsídios industriais e agrícolas junto com o dumping comercial para manter empregos, como acontece nos países desenvolvidos. Entao pq nao acabar com a doutrina do trabalho e parar de injetar dinheiro a empresas para produzirem além de uma demanda existente, o que faz com que governos tenham que criar demandas artificialmente com mais dinheiro a ser investido em projetos de especulação urbana desnecessária, além de dumping comercial que prejudica imensamente os países mais pobres, e simplesmente coloca esse dinheiro diretamente na mão dos cidadãos, para criar uma demanda real e uma produção real a uma demanda (o que muito provavelmente acabará ou amenizar as bolhas e crises econômicas que vem sendo tão frequente, e os conflitos entre nações para ganhar o mercado um do outro para dumping comercial.
"Fascinante como definimos independência como sendo fazer coisas para outra pessoa por dinheiro. Contanto que possamos encontrar alguém para nos pagar, somos auto-suficientes. Isso é na verdade uma dependência de outras pessoas. Todos dependemos de clientes de alguma forma. Clientes são os verdadeiros criadores de emprego e a Renda Universal os criaria.
Quando você trabalha por conta própria ou é dono de seu próprio negócio, o que vc se importa é os clientes e o que você não liga é a origem do dinheiro deles. Ninguém pergunta se seus clientes "trabalharam" pelo dinheiro antes de aceitá-lo. O que importa é que eles têm dinheiro para serem clientes. " Twitter @scottsatens
Eu penso que as pessoas com uma renda básica vai continuar trabalhando. Seja para ajudar a sua comunidade tal como foi por muito tempo a cultura americana, em que os cidadãos do bairro ajudam a reformar a escola, a igreja, a biblioteca e prezam pelo trabalho voluntário. E mesmo hoje, durante a quarentena, tem pais dando aulas as crianças de seus vizinhos no quintal, como forma de trabalho social voluntário, e essa eh a verdadeira raiz patriótica Americana que muitos brasileiros que batem continência a bandeira Americana não carregam como princípio, pq nos países em que o auto determinismo foi mais limitado à população pela falta de acesso à riqueza (terras), ser servido e não servir passou a ser o simbólico do sucesso.
Mas o que eu quero dizer com tudo isso, é que as pessoas tendo a opção de nao servir e escolher a quem servir, buscando as melhores condições de trabalho e sentido em seu trabalho, que passa a ser não o dinheiro para sobreviver mas sim ao trabalho procreativo social, empresas em geral terão que oferecer as melhores condições ou serão obrigadas a investir em automação o quanto possível. E eu vejo isso como positivo.
Portanto, dar dinheiro de graça, como era a terra no passado, é o que desenvolve uma sociedade com melhor cultura política, economia, melhor participação social e melhor capitalismo.
Eu nao ligo qual sistema econômico vivemos desde que o sistema consiga se adaptar a simbiose social e tecnológica, ao invés de estagnar tal sociedade por falta de capacidade adaptativa. Até mesmo pq todo sistema cai naturalmente quando não se adapta a sociedade que está sempre em constante transformação.
Eu penso que eh por isso mesmo mais e mais pessoas que defendem o capitalismo estão começando a defender a implementação da Renda básica Universal (veja o Andrew Jang por exemplo). Pq sabem que não podemos fingir que ainda estamos no século XX em um sistema estagnado que só causará decadência e colapso social. E penso que muita gente se torna conservadora com medo que tais mudancas levem a outro sistema (ou para ser mais espeficico, com medo e acresitando que mudancas irao levar ao socialismo/comunismo).
Observacao: Como sempre e mais uma vez, estou apresentando a minha perspectiva para obter as observações que possam corrigir ou agregar algo, para melhor entender as coisas e as pessoas. E como sempre eu sei que tem muita gente que ficará ofendida e estressada por discordar de algo. Então antes de responder no impulso emotivo com ad hominem e ofensas, talvez ganhem o conforto emocional do apoio de alguns, mas a mim e a discussão tais atitudes tóxicas apenas servem para empobrecer o ambiente e confirmar o despreparo em lidar com as próprias frustrações.
submitted by ThorDansLaCroix to brasil [link] [comments]


2020.04.27 00:28 renatossantos A formação da sociedade brasileira. Qual autor é mais recomendado para inicio de leitura e estudo?

Prezados,
Estou estudando para mestrado em urbanismo e uma das referências traz uma citação muito interessante sobre a formação da sociedade brasileira. Ela diz que:
Como parte integrante de um processo que é capitalista, sem dúvida, e de uma sociedade de classes, relações calcadas no favor, no privilégio e na arbitrariedade caracterizam a formação da sociedade brasileira. Mais do que uma convivência entre o atrasado e o moderno, a evolução dos acontecimentos se dá com o "desenvolvimento moderno do atraso". (MARICATO, 1995)
Essa tríade favor, privilégio e arbitrariedade me chamou muito a atenção.
A autora cita diversos autores, como Roberto Schwarz, Antonio Cândido, Florestan Fernandes, Francisco de Oliveira, Otavio Ianni, José de Souza Martins, Maria Silvia de Carvalho Franco etc. Mas eu gostaria de uma orientação sobre onde encontrar um estudo para iniciar esse tema.
Obrigado!
submitted by renatossantos to brasil [link] [comments]


2020.04.24 16:25 hebreubolado A felicidade em tempos de pandemia: ma reflexão aristotélica.

A quarentena - principal medida contra a proliferação do corona vírus - provocou uma mudança de rotina drástica na vida de todos os cidadãos do mundo; é comum encontrar textos defendendo as mais variadas maneiras de tornar esse momento mais agradável ou simplesmente menos desagradável, ora propondo reflexões sobre relações humanas e a Ciência Política em geral, ora servindo como uma espécie de auto-ajuda, mais compreensível, acessível à massa e também mais atraente a mesma. "Não podemos parar os estudos nesse tempo de pandemia, afinal de contas temos tecnologia o suficiente para nos adaptarmos ao distanciamento", dirão os defensores do Ensino a Distância, o famigerado EAD. "Não podemos parar a produção. Precisamos trabalhar!", dirão alguns picaretas com interesses econômicos prioritários. Um discurso menos tecnológico, menos político e mais humanista diz: tudo bem em não ser tão produtivo ou não ser produtivo, afinal de contas estamos em um momento de uma crise global, e uma das nossas prioridades, além das medidas de prevenção, é o trato da nossa saúde psicológica. Me parece que o discurso dos humanistas estão mais alinhados com uma perspectiva que leva em consideração o misto de emoções que está bombardeando a população mundial nesse momento - você realmente acredita, caro leitor, que os empresários estão preocupados com a saúde psicológica do seu empregado? ou, ainda, que os mesmos empresários, encabeçando instituições de ensino que pregam a imposição do EAD sem a liberdade de escolha dos alunos estão preocupados única e exclusivamente com o processo de aprendizagem dos seus alunos de bolsos abastados? - e, portanto, me parece um discurso que abre margem para discutimos questões como "Em meio ao frenesi que nos encontramos, qual a nossa prioridade?", "Revisando as prioridades, levamos em consideração nossa saúde psicológica?", e, é claro, "Afinal de contas, é possível ser feliz em tempos de quarentena?". Este último questionamento é o que nos interessa nessa reflexão que gostaria de propor através desse texto. O objetivo do artigo que se segue, caro leitor, é rever o conceito de felicidade na filosofia, sobretudo em Aristóteles, e levantar reflexões sobre a possibilidade de ser feliz nessa situação, como supracitado, e o que o Estagirita diria sobre esses tempos sombrios em que vivemos. Outro dia, durante uma aula de Antropologia Filosófica, o professor argumentou que uma das principais utilidades práticas da filosofia consiste em nos proporcionar a compreensão de determinados conceitos; conceitos estes que afetam diretamente no nosso agir, e se assim o faz, trata-se de uma questão de relação inter-pessoal, e assim sendo, também é uma questão ética.
A Ética a Nicômaco
A obra que utilizarei como base para o texto em questão é a Ética a Nicômaco, o principal livro de ética da História da Filosofia, autoria do filósofo estagirita Aristóteles (384 a.C - 322 a.C), célebre aluno favorito de Platão e mestre do aclamado monarca Alexandre III da Macedônia. Aristóteles escreveu o livro para seu filho, Nicômaco, na intenção de educá-lo acerca do sumo bem. A edição que tenho em mãos trata-se da tradução mais respeitável para o idioma brasileiro, autoria de Leonel Vallandro e Gerd Bornheim, 1ª edição de 1973 publicado pela editora Abril Cultural. Caso tenha interesse em experimentar uma imersão maior, sugiro que acompanhe as nossas reflexões com o texto em mão, facilmente encontrado em PDF, pois sempre que realizar uma citação direta, deixarei a referência para que fique mais fácil. Ademais, não pretendo realizar um estudo aprofundado sobre o conceito aristotélico de felicidade, tampouco elaborar uma pesquisa acadêmica rigorosa; meu objetivo é simplesmente propôr reflexões que podem ou não resultar na compreensão de um conceito que pode ou não interferir diretamente no agir do meu caro leitor. Como o próprio Estagirita afirma, questões Tendo especificado essas questões técnicas e introdutórias, vamos ao que interessa. Dividirei o texto em partes e sugiro que o leitor respeite a ordem para uma melhor compreensão dos nossos objetivos.
A felicidade em Aristóteles.
Podemos resumir de certo modo o conceito aristotélico de felicidade como "agir bem e viver bem" (tal conceito aparece em vários momentos na obra, sendo a primeira vez no livro I, capítulo 4, passo 1095a, linha 19). A felicidade em Aristóteles é, de antemão, aquilo que desejamos por si mesma, não no interesse em outra coisa, não como meio, e sempre como um fim, e portanto, incondicional e absoluta. Para melhor compreender esses termos, precisamos primeiramente refletir acerca dos tipos de vida apresentas na obra. Aristóteles afirma que existem três principais tipos de vida: a vida do vulgo, cuja felicidade se encontra no prazer e por isso amam a vida dos gozos; a vida política, em que a felicidade se encontra na honra e a vida contemplativa, cuja a felicidade se encontra no bem agir. Refletindo sobre esses três tipos de vida, vamos investigar juntamente com o Estagirita se a felicidade que eles cantam é, de fato, a que procuramos: o sumo bem, absoluto e incondicional. A vida do vulgo é onde se encontra grande maioria dos homens, vivendo uma vida selvagem e bestial, o que nosso autor compara com as atitudes de Sardanapalo, o mítico rei da Síria conhecido por sua depravação. Portanto, não pode ser o prazer aquilo que buscamos (lembrem-se sempre: absoluto, incondicional);
A vida política parece ter respaldo nos homens de cultura refinada que buscam a felicidade na honra; esta, porém, também não suporta nossas exigências.
"[...]No entanto, afigura-se demasiado superficial para ser aquela que buscamos, visto que depende mais de quem a confere que de quem a recebe, enquanto o bem nos parece ser algo próprio de um homem e que dificilmente lhe poderia ser arrebatado." (1095b, 21). Há ainda quem afirme, dentro da esfera da vida política, que a felicidade se encontra na virtude (outro conceito de peso na filosofia aristotélica como um todo), porém também encontramos problemas nessa conceitualização, sendo também incompleta para nosso objetivo, pois um indivíduo pode ser virtuoso enquanto está em inatividade (neste caso, fere a exigência de agir bem), sem contar que a vida direcionada às virtudes é "compatível com os maiores sofrimentos e infortúnios" (1095b, 49), e certamente uma pessoa que assim vive não pode ser considerada feliz.
Ademais, Aristóteles filosofa sobre a vida consagrada aos ganhos e lucros, realizando uma dura crítica: a riqueza não é com toda certeza o bem que procuramos (houve quem morresse devido a sua riqueza, por exemplo), e a vida destinada a esse fim é forçada.
Enquanto que desejamos os prazeres, a honra e riqueza como meios para a felicidade, a felicidade é desejada por si mesma, como um fim, sendo assim o bem absoluto e incondicional que buscamos.
Você, caro leitor, diria que encontra-se em qual das três esferas da vida aristotélica? Essa sua concepção seria outra, caso a situação de pandemia que estamos fosse diferente?
A função do homem
Tendo refletido sobre os três principais tipos de vida, o Estagirita nos questiona qual a função do homem: "[...] Pois, assim como para um flautista, um escultor ou um pintor, e em geral todas as atividades que têm uma função ou atividade, considera-se que o bem e o "bem-feito" residem na função, o mesmo ocorreria com o homem se ele tivesse uma função." (1097b, 25). Qual seria então, a função e atividade do homem?
Será viver - no sentido de existir, crescer? Não, não nos afigura como algo adequado ao que buscamos, que é algo próprio e peculiar do homem, e a vida por si só também é comum às plantas e animais em geral.
E a vida das sensações, dos sentidos? Novamente, também sensações e sentidos têm os animais, como a sensação de calor e os sentidos da visão e do tato;
Resta assim uma vida em específico que nos parece peculiar do homem, não sendo encontrada em animais e plantas: a vida do elemento racional. Encontramos aqui um dos pilares mais conhecidos da filosofia aristotélica e o fundamento de o que mais tarde - bem mais tarde - se tornaria o essencialismo (a busca pela essência humana): o homem é um animal racional. "[...] Resta, pois, a vida ativa do elemento que tem um princípio racional; desta, uma parte tem tal princípio no sentido de ser-lhe obediente, e a outra no sentido de possuí-lo e de exercer o pensamento" (1098a, 5). Portanto, a função e atividade do homem deve ser do elemento racional. Ora, assim como existe um flautista cuja função é tocar a flauta e um bom flautista cuja função é tocar bem a flauta, "[...] o bem do homem nos aparece como uma atividade da alma em consonância com a virtude [...]" (1098a, 15).
Tendo refletido sobre esses dois tópicos, vamos ao nosso tópico final.
Os tipos de bens
Como o filósofo categórico que era, o Estagirita nos apresenta mais uma classificação, dessa vez se atendo ao conceito de bem. Existem assim aqueles que são bens exteriores e outros que são relativos a alma ou ao corpo, havendo aqui uma diferença crucial. Encontramos nos bens exteriores as utilidades como riquezas, honras e prazeres, que são úteis e apenas isso, não contendo em si nada de absoluto ou incondicional, sendo assim, meios para um fim maior que eles; contrariamente, nos bens relativos à alma e ao corpo se encontra a atividade virtuosa, que por sua vez está em consonância com o viver bem e agir bem.
Aristóteles chama atenção novamente para a união do viver e agir, nos alertando em não separar uma coisa da outra, pois pode existir um estado que não provoque agir nenhum (como o caso já afirmado de um homem virtuoso inativo); porém, no caso da atividade virtuosa, há uma necessidade do agir, e se compete à virtude, esse agir é necessariamente agir bem. "[...] E, assim como nos Jogos Olímpicos não são os mais belos e os mais fortes que conquistam a coroa, mas o que competem (pois é dentre estes que hão de surgir os vencedores), também as coisas nobres e boas da vida só são alcançadas pelos que vivem retamente" (1099a, 5). Isto é, não é suficiente a posse da virtude (nos exemplos dados da força e da beleza), chamando atenção à necessidade do agir. Aja, homem!
O viver bem e agir durante adversidades
Sendo a felicidade em Aristóteles fortemente ligada ao agir, ao ato, como vimos detalhadamente mais acima, como se dá esse agir bem durante momentos de infortúnios e problemas em geral?
A permanência e durabilidade das ações virtuosas nos parece evidente, visto que são sempre lembradas e os homens felizes se empenham com tanto fervor em sua dedicação. E a felicidade em si está presente no homem não apenas em determinado momento (e se assim o fosse, daríamos total razão àqueles defensores da vida do julgo que encontram a felicidade num momento único de prazer), "[...] porque sempre, ou de preferência a qualquer outra coisa, estará empenhado na ação ou na contemplação virtuosa, e suportará as vicissitudes da vida com a maior nobreza e decoro, se é 'verdadeiramente bom' e 'honesto acima de toda censura' " (1100b, 20). O que Aristóteles quer nos dizer com isso é que, sendo a felicidade a boa atitude, pouco importa ou simplesmente não importa afinal a posição que nos coloca a Roda da Fortuna, pois um homem verdadeiramente feliz não faz da sua vida um momento em específico, um mísero recorte de sua existência. Eis aqui, meu caro leitor, a grande lição que o Estagirita pode nos proporcionar nesse momento de crise que vivemos.
"Se as atividades são, como dissemos, o que dá caráter à vida, nenhum homem feliz por tornar-se desgraçado, porquanto jamais praticará atos odiosos e vis. Com efeito, o homem verdadeiramente bom e sábio suporta com dignidade, pensamos nós, todas as contingências da vida, e sempre tira o maior proveito das circunstâncias, como um general que faz o melhor uso possível do exército sob seu comando ou o bom sapateiro faz os melhores calçados com o couro lhe que dão[...]" (1100b, 35 - 1101a, 5) Não podemos deixar que a situação de pandemia que nos encontramos determine o que somos, determine os nossos atos. Podemos e devemos agir segundo o princípio racional que o Magister nos ensinou, negando a mutabilidade e montanha russa de sentimentos que esse ambiente nos proporciona e tenta nos empurrar goela à baixo, pois o que define a nossa felicidade é a forma com que vivemos e a forma com que agimos. A nossa adaptação será testada talvez como nunca antes, seja porque a grande maioria jamais presenciou um evento dessa magnitude como antes, seja por simples despreparo ou qualquer outro motivo que seja; a questão reside sempre na nossa reação. Como você está reagindo a essa situação? Está afirmando sua capacidade de adaptação, tendo consciência de que alguns bens são apenas úteis e nada além disso, compreendendo que a felicidade não reside no exterior, mas no interior, nos bens da alma; ou está procurando conforto em um molde da vida do julgo, reduzindo o absoluto e incondicional da felicidade a um prazer, uma honra, uma riqueza? Dentro de ti, caro leitor, encontra-se as respostas para estes e outros questionamentos de profundidade maiores ou iguais.
Considerações finais
Como afirmei mais acima, não pretendia com esse texto elaborar um estudo acadêmico rigoroso e aprofundado sobre o grandioso universo da filosofia aristotélica, e sim utilizar de sua obra para realizar uma contextualização com a situação que nos encontramos e assim, se possível, encontrar reflexões que intervenham em nosso agir. A praticidade de Aristóteles deve ser lembrada e estudada sempre que possível, e em momentos pandemônicos como este em que nos encontramos, é pertinente a compreensão de certos conceitos e a releitura dos clássicos; às vezes, grandes e pequenas questões podem ser muito melhor interpretadas se olhadas com a ajuda ou diretamente pela perspectivas de mentes que viveram há mais de dois mil anos atrás.
No mais, estou aberto à críticas, sugestões e dúvidas, na medida do possível e das minhas capacidades.
Wallace Guilherme.
submitted by hebreubolado to brasilivre [link] [comments]


2020.03.21 05:06 altovaliriano A Grande Conspiração Nortenha - Parte 4

Texto original: https://zincpiccalilli.tumblr.com/post/52918461011
Autores: Vários usuários do Forum of Ice and Fire, mas compilado por Yaede.
Índices de partes traduzidas: Parte 1, Parte 2, Parte 3, Parte 4, Parte 5, Parte 6
----------------------------------------------
Os muitos prognósticos e especulações loucas nas partes anteriores, na verdade, não são nada comparado ao que se segue. Ao contrário de Jaime, que tem acesso a muitas informações úteis como comandante das forças da coroa nas Terras Fluviais, não há pistas sobre as atividades dos supostos conspiradores nortenhos.
Dentre os POVs no Norte em A Dança dos Dragões, Davos, Theon e Asha não são confiáveis. O primeiro por ser o homem de Stannis, leal e verdadeiro, os dois últimos por serem homens de ferro e prisioneiros. Melisandre tem apenas um capítulo, em que ela não é tão onisciente quanto finge ser. (Rezo por um vislumbre de Azor Ahai, e R'hllor me mostra apenas Snow) E Jon? Bem, se a teoria estiver correta, ele provavelmente será o último a saber, (risadas), pois seus futuros súditos nortenhos não arriscariam por seu novo rei em perigo.
É verdade que os jogadores e jogadas estão tão obscurecidos que talvez seja uma indicação de que a Grande Conspiração do Norte está no caminho certo. Melhor para GRRM poder desvelar dramaticamente a queda catártica dos Lannisters, Boltons e Freys nas mãos dos lealistas Stark quando Os Ventos do Inverno chegar. [...]

O Norte: Os Homens dos Stark

Rastreando os Mormonts e Glovers

Juntar os fios de uma conspiração no Norte é como um jogo elaborado de telefone sem fio. Um extremo da linha está com Galbart Glover e Maege Mormont, que são testemunhas do decreto de Robb de nomear seu herdeiro, que se assume ser um Jon legitimado.
[Robb:] Senhor, preciso que dois de seus dracares contornem o Cabo das Águias e subam o Gargalo até a Atalaia da Água Cinzenta.
Lorde Jason [Mallister] hesitou.
– A floresta úmida é drenada por uma dúzia de cursos de água, todos eles rasos, assoreados e por mapear. Nem chamaria de rios. Os canais andam sempre derivando e se alterando. Há inúmeros bancos de areia, troncos caídos e emaranhados de árvores em putrefação. E a Atalaia da Água Cinzenta desloca-se. Como os meus navios irão encontrá-la?– Subam o rio exibindo o meu estandarte. Os cranogmanos vão encontrá-los. Quero dois navios para duplicar as chances de minha mensagem chegar a Howland Reed. A Senhora Maege irá num deles, Galbart no segundo. – Virou-se para os dois que tinha indicado. – Levarão cartas para os meus senhores que permanecem no Norte, mas todas as ordens nelas contidas serão falsas, para o caso de terem o azar de serem capturados. Se isso acontecer, deverão dizer-lhes que se dirigiam ao norte. De volta à Ilha dos Ursos, ou na direção da Costa Pedregosa.
(ASOS, Catelyn V)
Robb morre antes que ele possa tentar sua estratégia de retomar Fosso Cailin, mas Maege e Galbart desaparecem no Gargalo, para nunca mais serem vistos em momento nenhum de A Dança dos Dragões. Existem, no entanto, algumas dicas de que os dois mensageiros foram recebidos por Howland Reed e, mais interessantemente, voltaram a fazer contato com seus parentes no Norte.
Em primeiro lugar, os cranogmanos aparentemente começam uma campanha para livrar Fosso Cailin dos homens de ferro, cumprindo o último objetivo de Robb na guerra (apesar de a um ritmo mais lento, pois não contam com o apoio das tropas perdidas no Casamento Vermelho). Theon chega lá para encontrar a guarnição morta, morrendo ou escondida com medo dos demônios do pântano e seus venenos (ADWD, Fedor II).
Em segundo lugar, na marcha para Winterfell, Asha e Alysane conversam um pouco.
– Você tem irmãos? – Asha perguntou para sua carcereira.
– Irmãs – Alysane Mormont respondeu, ríspida como sempre. – Éramos cinco. Todas garotas. Lyanna está de volta à Ilha dos Ursos. Lyra e Jory estão com nossa mãe. Dacey foi assassinada.
– O Casamento Vermelho.
(ADWD, O Prêmio do Rei)
Como Alysane sabe que suas irmãs estão com sua mãe? A partir das descrições da hoste que Robb leva para o sul nos três primeiros livros parece que Dacey é a única filha que acompanha Maege. Isso faz um certo sentido, pois Dacey é a herdeira de Maege e as meninas mais novas não entrariam em guerra enquanto Alysane, a próxima da fila, permanece na Ilha dos Ursos.
Quando, então, Lyra e Jorelle saíram de casa? Elas e Alysane já estão ausentes quando Stannis envia suas cartas para todas as casas do Norte exigindo lealdade. Caso contrário Lyanna, de 10 anos, não teria tido a chance de responder de forma memorável, deixando Jon intrigado com a castelã escolhida pelos Mormonts (ADWD, Jon I).
De fato, se Maege estava em comunicação com a Ilha dos Ursos, suas filhas mais velhas provavelmente saberiam dela sobre Robb nomear Jon seu herdeiro, o que dá novo sentido às palavras de Lyanna. Assim como Wylla Manderly, Lyanna pode ser considerada jovem demais para participar de qualquer conselho secreto, mas, no entanto, sabe onde estão as verdadeiras lealdades de sua família, revelando-se inadvertidamente como “mulheres Stark” para Stannis, da mesma maneira que Wylla quase revela para os Frey que os Manderly eram. Talvez Lyanna atue em um desejo infantil de convencer Jon, que está na Muralha com Stannis, a reivindicar sua coroa.
Alysane chega mais tarde a Bosque Profundo e com a companhia.
Stannis tomara Bosque Profundo, e os clãs das montanhas se juntaram a ele. Flint, Norrey, Wull, Liddle, todos.
E tivemos outra ajuda, inesperada mas muito bem-vinda, da filha da Ilha dos Ursos. Alysane Mormont, a quem os homens chamam Mulher-Ursa, escondeu combatentes em uma flotilha de barcos de pesca e pegou os homens de ferro desprevenidos quando chegaram à costa. Os dracares Greyjoy foram queimados ou tomados, suas tripulações mortas ou rendidas. [...]
... mais nortenhos chegam enquanto as notícias da nossa vitória se espalham. Pescadores, mercenários, homens das colinas, arrendatários das profundezas da Matadelobos e aldeões que abandonaram seus lares ao longo da costa rochosa para escapar dos homens de ferro, sobreviventes da batalha do lado de fora dos portões de Winterfell, homens que já foram juramentados aos Hornwood, aos Cerwyn e aos Tallhart. Estamos cinco mil mais fortes enquanto escrevo para você, e nosso número incha a cada dia.
(ADWD, Jon VII)
A Ursa não poderia ter sido avisada da movimentação de Stannis em Bosque Profundo. Stannis praticamente desaparece do mapa enquanto ele arrebata Liddles, Norreys, Wulls e Flints, banqueteando-se pelas montanhas. Alysane está em Bosque Profundo em nome de outra facção. Uma que planeja retomar o castelo há algum tempo, uma vez que uma frota de navios de pesca (e os guerreiros que se escondem neles) não pode ser montada rapidamente.
De fato, os nortenhos que ingressaram no exército após a vitória de Stannis poderiam ter originalmente sido programados para atacar os homens de ferro em conjunto com as forças de Alysane. Ironicamente, isso significaria que Stannis seria a ajuda inesperada, mas muito bem-vinda, liberando Bosque Profundo antes do prazo e com menor custo para o Norte.
Em terceiro lugar, há Robett Glover, irmão e herdeiro mais novo de Galbart, que está em Porto Branco com Manderly. Para revisar, Robett é capturado em Valdocaso, mas é trocado por Martyn Lannister, filho de Kevan. Roose Bolton ordena que essa batalha seja travada, tentando sangrar as casas do Norte que se opunham a ele como Protetor do Norte, como acordado com Tywin.
Quando lhe trouxeram a notícia da batalha em Valdocaso, onde Lorde Randyll Tarly desbaratara as forças de Robett Glover e de Sor Helman Tallhart, seria de se esperar vê-lo enfurecido, mas ele limitou-se a olhar, numa incredulidade estupidificada, e dizer:
– Valdocaso, no mar estreito? Por que eles iriam para Valdocaso? – sacudiu a cabeça, desconcertado. – Um terço de minha infantaria perdido por Valdocaso?
– Os homens de ferro têm o meu castelo e agora os Lannister têm o meu irmão – disse Galbart Glover, numa voz carregada de desespero. Robett Glover sobreviveu à batalha, mas fora capturado perto da estrada do rei não muito mais tarde.
– Não será por muito tempo – prometeu o filho de Catelyn. – Vou oferecer Martyn Lannister em troca dele. Lorde Tywin terá de aceitar, por causa do irmão.
(ASOS, Catelyn IV)
---------------------------------------------
Robb tinha enviado o tio de Jeyne, Rolph Spicer, para entregar o jovemMartyn Lannister ao Dente Dourado, no mesmo dia emque recebera o acordo de Lorde Tywin com relação à troca de cativos. Tinha sido um gesto hábil. O filho ficava aliviado de seus receios quanto à segurança de Martyn, Galbart Glover ficava aliviado por saber que o irmão Robett tinha sido posto num navio em Valdocaso, Sor Rolph tinha uma tarefa importante e honrosa... e Vento Cinzento estava de novo ao lado do rei. Onde é o lugar dele.
(ASOS, Catelyn V)
Então, antes de Galbart partir para o Gargalo, ele descobre que Robett está a caminho do norte via mar. Onde mais poderia estar o destino de Robett, a não ser Porto Branco, o maior porto do norte? E se Maege pode entrar em contato com suas filhas, por que Galbart não poderia com seu irmão em Porto Branco, que fica muito mais próximo do Gargalo do que da Ilha dos Ursos?
Mas existe alguma pista de que Robett saiba que Robb nomeou Jon seu herdeiro? Talvez.
– A maldade está no sangue – disse Robett Glover. – Ele é um bastardo nascido de um estupro. Um Snow, não importa o que o rei menino diga.
– Alguma neve já foi tão negra? – perguntou Lorde Wyman. – Ramsay tomou as terras de Lorde Hornwood forçando o casamento com a viúva, e então a trancou em uma torre e a esqueceu lá. Dizem que ela comeu a extremidade dos próprios dedos... e a noção de justiça real dos Lannister é recompensar esse assassino com a garotinha de Ned Stark.
– Os Bolton sempre foram tão cruéis quanto espertos, mas esse aí parece um animal em pele humana – disse Glover.
(ADWD, Davos IV)
Robett e Manderly, também, parecem estar lançando mão dos disparates normais dos Westerosi sobre bastardos serem devassos e traiçoeiros por natureza, pois são nascidos da luxúria e mentiras. No entanto, GRRM lembra aos leitores da disputa pelas terras de Hornwood.
[Luwin:] – Sem herdeiro direto, haverá com certeza muitos pretendentes disputando as terras dos Hornwood. Tanto os Tallhart como os Flint e os Karstark têm ligações com a Casa Hornwood por linha feminina, e os Glover estão criando o bastardo de Lorde Harys em Bosque Profundo. O Forte do Pavor não tem nenhuma pretensão, que eu saiba, mas as terras são contíguas, e Roose Bolton não é homem que deixaria passar uma chance dessas. [...]
– Então deixe que o bastardo de Lorde Hornwood seja o herdeiro – Bran sugeriu, pensando no seu meio-irmão Jon.
Sor Rodrik disse:
– Isso agradaria aos Glover e talvez à sombra de Lorde Hornwood, mas não creio que a Senhora Hornwood iria simpatizar conosco. O garoto não é do seu sangue.
(ACOK, Bran II)
Mais tarde neste capítulo, Sor Rodrik questiona o intendente de Bosque profundo sobre Larence Snow, o bastardo de Lorde Hornwood, e o homem só tem elogios para o rapaz, à época com doze anos.
Por que Manderly e Glover gostariam de dar a Davos a impressão de que têm preconceito contra bastardos? E, por falar nisso, por que Davos se deu ao trabalho de recuperar não apenas Rickon de Skagos, mas Câo Felpudo para fins de identificação quando todos sabem que comandando a Muralha está Jon Snow, que foi criado em Winterfell com as crianças Stark?
Certamente, se a presença de Theon como protegido de Ned Stark é suficiente para passar Jeyne Poole como Arya, o testemunho de Jon pode provar que Rickon é quem Manderly diz que é. A menos que, segundo a teoria, Lord Wyman e Robett evitem escrupulosamente qualquer menção a Jon com a ideia de que quanto menos atenção for atraída para Jon (especialmente em relação a reis e herdeiros) melhor.
Bem, isso é talvez seja um pouco forçado (risadas). De qualquer forma, Robett desaparece no final de A Dança dos Dragões, não acompanhando Manderly à festa em Winterfell. Onde ele está? Uma teoria é que ele também está do lado de fora das muralhas de Winterfell ou em algum lugar próximo, escondido pela tempestade de neve, tendo liderado um exército de homens do Norte pelo Faca Branca.
Robett Glover estava na cidade e tentara arregimentar homens, com pouco sucesso. Lorde Manderly ignorara seus apelos. Porto Branco estava cansado de guerra, fora a resposta dele, segundo relatos. Isso era ruim.
(ADWD, Davos II)
-----------------------------------------------
Wyman Manderly balançou pesadamente os pés. – Venho construindo navios de guerra há mais de um ano. Alguns você viu, mas há muitos mais escondidos no Faca Branca. Mesmo com as perdas que sofri, ainda comando mais cavalos pesados do que qualquer outro senhor ao norte do Gargalo. Minhas muralhas são fortes e meus cofres estão cheios de prata. Castelovelho e Atalaia da Viúva seguirão minha liderança. Meus vassalos incluem uma dúzia de pequenos senhores e uma centena de cavaleiros com terras.
(ADWD, Davos IV)
O cansaço de Manderly por guerra é total e completamente fingido. Os relatos sobre falhas de Robett emarregimentar homens também são falsos? Note que, se houver outro exército à espreita na neve, Stannis nada sabe disso.
Finalmente, voltando à pergunta original, onde estão Maege Mormont e Galbart Glover? Especula-se que eles decidam permanecer nas Terras Fluviais, usando a Atalaia da Água Cinzenta como base de operações para tentar reunir os remanescentes do exército de Robb que ficam presos e dispersos quando Fosso Cailin caiu em mãos inimigas. Por exemplo, os seiscentos homens - incluindo lanceiros das montanhas e de Proto Branco, arqueiros Hornwood, e Stouts e Cerwyns – que Roose deixa no Tridente sob o comando de Ronnel Stout e Sor Kyle Condon (ASOS, Catelyn VI) dos quais nunca mais se ouve falar. Se a viagem de Senhora Coração de Pedra ao Gargalo significar que a Irmandade sem Bandeiras está agora trabalhando com Reed, Mormont e Glover, essas forças poderão em breve reaparecer onde mais doerá nos Lannisters e Freys.

Intriga marchando para Winterfell

Com Alysane Mormont funcionando como a conexão com a Senhora Maege e, consequentemente, com a legitimação de Jon por Robb como rei no norte, os próximos jogadores nesse jogo de telefone sem fio são os homens do clã, os quais (como Manderly fica sabendo via Wex) sabem que Bran (e provavelmente que Rickon também) sobreviveu ao saque de Winterfell.
Jojen Reed parou para recuperar o fôlego.
– Acha que essa gente das montanhas sabe que estamos aqui?
– Eles sabem. – Bran avistara-os observando; não com os próprios olhos, mas com os olhos mais sensíveis de Verão, que deixavam escapar muito pouco. [...]
Só uma vez encontraram um membro do povo da montanha, quando uma súbita carga de água gelada tinha feito com que buscassem abrigo. [...] Bran achou que devia ser um Liddle. O broche que prendia seu manto de pele de esquilo era de ouro e bronze, trabalhado em forma de pinha, e os Liddle usavam pinhas na metade branca de seus escudos verde e branco.
O Liddle puxou uma faca e começou a desbastar um pedaço de madeira.
– Quando havia um Stark em Winterfell, uma donzela podia percorrer a estrada do rei usando o vestido do dia de seu nome e nada sofrer, e os viajantes encontravam fogo, pão e sal em muitas estalagens e castros. Mas agora as noites são mais frias, e as portas estão fechadas. Há lulas na mata de lobos, e homens esfolados percorrem a estrada do rei, perguntando por forasteiros.
Os Reed trocaram um olhar.
– Homens esfolados? – perguntou Jojen.
– Os rapazes do Bastardo, ora. Ele tava morto, mas agora não tá. E paga bom dinheiro por pele de lobos, segundo um homem ouviu dizer, e talvez até ouro por notícias de certos outros mortos que andam. – Olhou para Bran quando disse aquilo, e para Verão, que estava estendido ao seu lado. – [...] Era diferente quando havia um Stark em Winterfell. Mas o velho lobo tá morto e o novo foi para o sul jogar o jogo de tronos, e tudo que nos resta são os fantasmas.
– Os lobos voltarão – disse solenemente Jojen.
(ASOS, Bran II)
Este estranhamente bem informado Liddle, com seu broche de ouro e bronze, é talvez um líder em seu clã. Ele não apenas reconhece Bran, mas seu pessoal também tem se mantido atentos. O próprio fato de os homens de Bolton terem prometido recompensa por notícias dos Stark supostamente mortos sugere que eles não estão mortos. Bran também pergunta ao Liddle a que distância fica a Muralha (não consta da citação acima) e, embora o homem pense que eles não deveriam seguir esse caminho, ele fica por dentro de parte dos planos deles.
Em A Dança dos Dragões, os Liddles ajudam Stannis a tomar Bosque Profundo e a marchar para Winterfell junto com os Norreys, Wulls e Flints. Em minha opinião, há boas chances de que os Liddles tenham contado aos demais sobre o encontro com Bran e companhia. Os clãs das montanhas podem brigar por cabras e mulas roubadas, mas quando se trata dos Starks de Winterfell, há consenso. Segundo a teoria, quando Alysane se junta à marcha, ela e os homens do clã trocam informações. Os Liddles, Norreys, Wulls e Flints ficam sabendo sobre Jon, Alysane sobre Bran (e talvez Rickon, se ela ainda não tiver cruzado com os Glovers).
Pouco tempo depois, Jon hospeda Norreys e Flints na Muralha.
O Velho Flint e O Norrey tinham lugares de grande honra logo abaixo do estrado. Ambos eram velhos demais para marchar com Stannis; haviam mandado filhos e netos em seus lugares. Mas ambos haviam sido rápidos o suficiente para descer até o Castelo Negro para o casamento. Cada um trouxera uma ama de leite para a Muralha, também. [...] Entre as duas, a criança que Val chamara de Monstro parecia estar prosperando.
Por isso Jon estava grato... mas não acreditara nem por um momento que esses dois veneráveis velhos guerreiros desceriam correndo das montanhas sozinhos. Cada um viera com uma cauda de guerreiros – cinco para o Velho Flint, doze para O Norrey, todos vestidos em peles esfarrapadas e couro cravejado, temíveis como a face do inverno. Alguns tinham longas barbas, alguns tinham cicatrizes, alguns tinham ambos; todos veneravam os antigos deuses do Norte, os mesmos deuses venerados pelo povo livre para lá da Muralha. No entanto, eles se sentaram, bebendo por um casamento santificado por algum estranho deus vermelho de além-mar.
Melhor isso do que se recusar a beber. Nem os Flint nem os Norrey haviam virado suas taças para derramar o vinho no chão. Isso poderia indicar certa aceitação. Ou talvez simplesmente odeiem desperdiçar um bom vinho sulista. Não dá para provar muito disso naquelas montanhas rochosas deles.
(Jon X, ADWD)
Pode ser que Flint e Norrey estiveram na Muralha para avaliar Jon? Suponha que estes homens de clã com Stannis enviem uma mensagem ou mensageiro de volta às montanhas, falando do sucessor escolhido por Robb. Os nortenhos sobrevivem na neve muito melhor do que os cavaleiros do sul de Stannis, e duvido que algum deles notaria o desparecimento um ou dois daqueles homens. O acordo de Jon sobre o casamento de Alys Karstark e sua trégua com os selvagens seriam infrações à autoridade do Rei do Norte. E representantes dos clãs das colinas vieram para observar e julgar como ele lida com os ambas as coisas:
– Lorde Snow – disse O Norrey –, onde você pretende colocar esses seus selvagens? Não nas minhas terras, espero.
– Sim – declarou o Velho Flint – Se quer deixá-los na Dádiva, é problema seu, mas assegure-se de que não vão ficar vagando por aí, ou mandarei a cabeça deles para você. O inverno está próximo e não quero mais bocas para alimentar.
– Os selvagens ficarão na Muralha – Jon lhes assegurou. [...]– Tormund me deu sua palavra. Ele servirá conosco até a primavera. O Chorão e os outros capitães terão que prometer a mesma coisa, ou não os deixaremos passar.
O Velho Flint abanou a cabeça.
– Eles nos trairão [...]
– O povo livre não tem leis nem senhores – Jon falou –, mas amam suas crianças. Você admitiria isso ao menos? [...] Por isso insisti em mantermos reféns. [...]
Os nortenhos olharam um para o outro.
– Reféns – ponderou O Norrey. – Tormund concordou com isso?
Era isso, ou ver seu povo morrer.
– Meu preço de sangue, ele chamou – falou Jon Snow –, mas pagará.– Sim, e por que não? – O Velho Flint bateu sua bengala contra o gelo. – Protegidos, nós sempre os chamávamos, quando Winterfell exigia rapazes de nós, mas eram reféns, e nada pior que isso.
– Nada, exceto para aqueles cujos pais desagradavam os Reis do Inverno – falou O Norrey. – Esses voltavam para casa uma cabeça mais curtos. Então me diga, rapaz... se esses seus amigos selvagens se mostrarem falsos, você terá estômago para fazer o que precisa ser feito?
Pergunte a Janos Slynt.
– Tormund Terror dos Gigantes me conhece o suficiente para não me testar. Posso ser um rapaz inexperiente aos seus olhos, Lorde Norrey, mas ainda sou um filho de Eddard Stark.
(ADWD, Jon XI)
Acredito que Flint e Norrey estão devidamente impressionados aqui. Se Alysane realmente falou com os clãs da intenção de Maege Mormont de defender os últimos desejos de Robb, acho que eles estariam dispostos a aceitar Jon como Rei do Inverno.
submitted by altovaliriano to Valiria [link] [comments]


2020.03.06 13:09 PaulHenrik [8° dia] #BOICOTENACIONAL: empresas que querem financiar o golpe/ditadura. RESTAURANTE MADERO CONFIRMA APOIO E CHAMA CURITIBA DE REPÚBLICA

ATUALIZAÇÕES DE ONTEM PRA HOJE ABAIXO EM FORMATO CITAÇÃO
Há duas maneiras de não enxergar uma foto: sem luz nenhuma ou com excesso de luz. Sem luz nenhuma, só tem sombra e você não enxerga. Com excesso de luz, o negativo da foto queima e a imagem fica toda branca. É isso que está acontecendo hoje: a situação está tão escancarada que algumas pessoas não conseguem enxergar.
*Entendam a gravidade da situação com opinião de JORNALISTAS (resumo de degravação do podcast abaixo do link. Degravação completa nos comentários abaixo deste post): https://open.spotify.com/episode/2c4jswsVd2u9yihN0qTgEp?si=NrN9Nf6SQ_yTIfBzfth48w
Aos 06m27s, fala da jornalista política Vera Magalhães (jornal Estadão e Roda Viva): "me chega pelo Whatsapp um recado de uma fonte “Jair Bolsonaro, está compartilhando um vídeo chamando pras manifestação junto com esse texto”, em seguida manda *um print, pra mostrar que ela **realmente havia recebido do Bolsonaro, tinha o brasão da república, que é o avatar que ele usa no Whatsapp, o nº do presidente, que eu cotejei na minha agenda pessoal e vi que era o próprio nº. É o Presidente da República compartilhando **um vídeo auto-laudatório: é construído em tons épicos, com hino nacional ao fundo, pra mostrar que existe um chamamento à ação pras pessoas ‘vão às ruas defender o presidente’, sabe-se lá de que. Ele compartilhou esse vídeo e um outro vídeo com uma produção mais tosca, com diferença de horas (numa noite e outro numa manhã) e com um textinho em que ele faz o convite em nome do General Heleno e do Capitão Bolsonaro, não do presidente Jair Bolsonaro ou do Ministro Augusto Heleno. A Mônica Berga na Folha consegue confirmar em outra fonte que recebeu um dos vídeos (o mais tosquinho) e a mensagem, que foi o ex-deputado Alberto Fraga ... A notícia não foi contestada
Aos 9:12~10:39, ouçam o *áudio do vídeo** (o mais editado) do Bolsonaro convocando as manifestações
Aos 13m24s, Leandro Demori (Intercept): A mensagem (do protesto) está num contexto das manifestações que vão acontecer no dia 15. A gente não pode tirar isso do contexto, não é um vídeo solto no ar. *Essas manifestações são claramente manifestações anti-Congresso**. Do tipo assim ‘esses caras estão atrapalhando o país’. Se não tivesse a história de fechar o STF com um cabo e um jipe, é a mesma coisa; criação de uma narrativa dizendo pra população ‘olha só; o Mito quer fazer, mas esses caras não deixam. Então ajuda a gente a esmagar esses caras, de modo que a gente faça o que a gente quer sem negociar, sem fazer política’.
13m58 Pedro Dória (Estadão, O Globo, CBN): “As peças do contexto que são importantes: *a história começa quando o general Augusto Heleno está no Palácio do Planalto** numa determinada cerimônia e captado pelo próprio vídeo oficial do Palácio do Planalto. Ele comenta que considera que o Congresso Nacional está chantageando o Presidente da República e que o Bolsonaro deveria convocar a população às ruas. A partir daí começa uma articulação nas redes sociais, principalmente whatsapp, muitos dos empresários bolsonaristas dizendo que vão casar dinheiro em cima de pagar carro de som etc. **na maioria das imagens que circulam primeiro no whatsapp, depois no Twitter, depois no Facebook etc aparece claramente que ‘olha, isso aqui é uma manifestação contra o Congresso Nacional’. A mais grave dessas imagens é uma imagem que aparece o vice-presidente Hamilton Mourão, o Heleno e mais dois dos outros generais palacianos fardados ainda, com as roupas do exército nacional, dizendo ‘generais estão esperando as ordens do povo para se manifestar, para se organizar contra o Congresso Nacional, que está vetando’... ...o Presidente da República tem o dever de preservar a independência dos 3 poderes e respeitar a separação dos 3 poderes. Ou seja, Presidente da República não convoca manifestação popular contra nenhum dos outros 3 poderes. Ponto. Isso não acontece nos EAU, na França, em lugar nenhum. Isso acontece na Venezuela. impessoalidade do cargo: Jair Bolsonaro não é ‘pessoa Jair Bolsonaro’, ele é o Presidente da República, ele é a Instituição Presidência da República. Ele representa o chefe de estado do Brasil. ser patriota não é ser bolsonarista. Quando ele faz e distribui um vídeo no qual a mensagem está ‘Jair Bolsonaro se sacrificou por nós’, e aí tem a cena da facada no vídeo. ‘agora venha você provar que é patriota’ pondo-se ao lado de Jair Bolsonaro está rompendo aquilo que a democracia foi inventada para lutar contra, que é a ideia de que a figura do Chefe de Estado e a figura do país se juntam. Então ele rompe com 2 preceitos fundamentais de uma democracia liberal que é o regime brasileiro. E isso daria inclusive espaço para um impeachment por quebra de decoro etc.
Aos 18:20, Vera Magalhães (jornal Estadão e Roda Viva): *Não é a 1ª vez que se tenta uma manifestação a favor do governo, e este é um componente que o Bolsonaro tem usado com frequência, essa saída das pessoas às ruas, para pressionar as instituições de fora para dentro. No **ano passado houve uma convocação igualmente violenta, igualmente contra (a princípio, que foi denunciada pela imprensa), de um ato contra o Supremo, inicialmente, que depois se esvolou(sic!) para Supremo e Congresso. Quando finalmente as pessoas foram às ruas, ficou vidente que era um ato contra o Congresso e o Supremo. **Houve pixuleco do Rodrigo Maia, tomate na cara dos ministros do Supremo, fora STF, abaixo golpistas etc, com qual contexto?: pressionar o Supremo pelas reformas e para agir dentro do que o Bolsonaro esperava.
Aos 20:10, Vera Magalhães (jornal Estadão e Roda Viva): o que está em disputa aí é a disputa pelo orçamento, *disputa pelo poder** e um jogo entre Congresso e Executivo, de o Congresso querer a todo momento refrear o Bolsonaro e ele tentar usar a rua pra pôr o pé na porta.
Aos 21:42 Vera Magalhães (jornal Estadão e Roda Viva): “O grupo (do whatsapp) MKT Bolsonaro existe desde 2018: Marketing Bolsonaro. Inclui* alguns desses influenciadores, pessoas de sites bolsonaristas, alguns analistas políticos do mercado, um Secretário do governo Bolsonaro, Secretário de Produtividade do Ministério da Economia (Carlos da Costa), e alguns investidores que já tinham sido abordados sobre a milícia digital Bolsonarista... Otávio Facuri já tinha sido colocado como um desses caras da milícia digital, fazendo difamação, usando o site que ele banca para fazer difamação, inclusive pra derrubar o Ministro, e é nesse grupo que eles discutem, falam muito mal do Congresso, com a presidência de um Secretário do Paulo Guedes, e em seguida ele diz “eu vou bancar quantos caminhões for, vou mandar quem for pra rua, porque não vou deixar derrubarem este governo. Existe um golpe branco sendo armado e eu não vou deixar derrubar esse governo’. Então a coisa do golpismo/contra-golpismo, a paranoia, está presente em toda a urdidura dessa manifestação.”
Aos 23m00s Vera Magalhães (jornal Estadão e Roda Viva): “Bernardo Custa* (um dos influenciadores presentes no grupo de whatsapp MKT Bolsonaro), postou no Twitter ‘foda-se. 15 de março’ e a foto do general Heleno com farda em frente à multidão no Congresso ... são nessas imagens que o ataque ao Congresso está mais forte.
.
CONTEXTO
.
) No dia 26/fev/2020, Bolsonaro gravou e postou video convocando a população a manifestar nas ruas em 15 de março contra o Congresso Nacional (rumo a um golpe ditatorial). https://www.terra.com.bnoticias/brasil/bolsonaro-compartilha-video-que-convoca-ato-contra-congresso,a9ca484dc724332732158a232a8fd4a0aort0spa.html)
Foi noticiado que empresas do grupo Instituto Brasil 200 querem financiar esse golpe, impulsionando a campanha das manifestações contra o Congresso Nacional https://www1.folha.uol.com.bcolunas/monicabergamo/2020/02/empresario-bolsonarista-sugere-impulsionar-videos-com-ataques-ao-congresso.shtml
As seguintes empresas querem financiar o golpe (fonte: https://www.brasil200.com.br ) :
Instituto Brasil 200
Beauty’in
Bioritmo (rede de academias)
BNZ
Centauro Esportes
Coco Bambu
Galápagos Capital Gestora de Fundos
Gocil
Havan
Instituto Eu Amo o Brasil
MADERO (restaurante)[https://revistaforum.com.bpolitica/socio-de-huck-dono-do-madero-adere-a-ato-golpista-e-diz-que-esta-100-com-bolsonaro/amp/]
Polishop
Riahuelo
Shark Tank Brasil (lista)[https://freesider.com.bprodutividade-e-gestao/empresarios-do-shark-tank-brasil/] inclui Chilli Beans e China In Box
Smartfit .
OBJETIVOS DO BOICOTE
1) Impedir que o Brasil caminhe para mais uma ditadura
2) Mostrar que somos uma democracia, que o poder emana do povo, e é isso que faremos: mostrar que com organização o poder vem de nós, e não ficaremos calados com tentativas de golpe nem do governo e nem das empresas privadas financiadoras do golpe
3) ATENÇÃO: isto não é um movimento político partidário, não tem a intenção de mudar o padrão de vidas de vocês. Não se trata de briga de esquerda/direita. O Brasil está caminhando pra uma ditadura, e isso É SÉRIO. (parafraseando)[https://www.reddit.com/brasil/comments/fbw944/3_dia_boicote_nacional_empresas_que_querem/fj9udfc] nosso amigo do Reddit: O problema não é Bolsonaro em si, mas sim quem ele representa. E são essas pessoas representadas por ele que estão felizaças com o seu governo. Pessoas como empresários e cristãos ultraconservadores, por exemplo. E todos eles apoiam que o Bolsonaro dissolva o congresso e o STF. E isso é literalmente um golpe de Estado. E se olhar na história, grande parte das ditaduras começaram oficialmente no dia que o congresso foi dissolvido.
.
ESTRATÉGIAS DO BOICOTE (DISCUTIR ABAIXO)
*Lembrar do boicote todos os dias pelo menos até 15 de março de 2020
Fixar um tópico sobre #BOICOTENACIONAL #DIGANAOADITADURA no brasil. Não quero farmar Karma Points aqui. O objetivo é EVITAR UMA DITADURA. Os responsáveis pelo discurso pró-ditadura estão testando os limites da tolerância. Se não reagirmos, eles vão continuar até o ponto de não-retorno: a ditadura. Já sugeriram que eu pedisse pros Moderadores do brasil fixar um post, mas tem dois problemas: 1-como solicitar isso? 2-em outros posts que fiz, sempre que eu editei alguma coisa (título ou texto), o post foi deletado
*Campanha no Twitter, Facebook e Instagram: #BOICOTENACIONAL. DIGA NÃO À DITADURA. Vamos postar com o texto acima, nomes das empresas e espalhar
*"Eu já não consumia mesmo". Excelente! Você pode ajudar espalhando a campanha para mais pessoas que ainda não aderiram
Criar e postar materiais visuais do boicote: informações sucintas e práticas, links ou qr code das notícias comprobatórias do envolvimento dessas empresas. Não foi produzido nada, mas há uma Imagem no Instagram "Golpe em Progresso" na bandeira*: https://www.instagram.com/p/B9H6BdanXoG/?igshid=1952ed2mq76qo
*Conscientizar a população sobre a história da Ditadura Militar do Brasil entre 1964 e 1985, para que não se repita
*Convencer os amigos a não comprarem produtos e serviços dessas empresas, nem na loja física nem pela internet
*Cancelar contratos com essas empresas e procurar outras que prestem o mesmo serviço
*Cancelar compras e faturas de cartão pendentes e devolver produtos já adquiridos
*Remover ações e investimentos do Mercado Financeiro no nome dessas empresas
*Encontrar e divulgar informações (COM FONTES VERÍDICAS) de outras que tentam financiar golpe, assim como de empresas subsidiárias (empresas que não estão na lista do Instituto Brasil 200, mas cuja renda vai pra essas empresas indiretamente)
*Divulgar a ideia do boicote para influencers. Precisamos de nomes que tenham força pra levar a ideia adiante
*Monitorar resultados do boicote (notícias relacionadas, números etc)
*Discutir mais ideias de estratégia do boicote
.
ADENDOS
.
*Este post diário do Reddit está sendo feio por uma pessoa, sem ajuda de ninguém. Sempre dá pra melhorar. Se a gente esperar ficar pronto pra começar algo, a gente não vai começar nunca. Ninguém tá pronto. Somos uma eterna versão Beta. Eu entendo as críticas de alguns de vocês, de que isto está surtindo pouco efeito. A ideia está aí, e com uma pessoa só fazendo não vai muito longe. Por isso, a ideia precisa de apoio. Criticar E FAZER.
*Sobre a notícia de que o Instituto Brasil 200 "deu atrás" e não vai nas manifestações de 15 de março: PALAVRAS não são atitudes. Se o grupo disser que não vai fazer e mesmo assim fizer, corremos o risco de abandonar um movimento contra uma ditadura no Brasil. A partir do momento que se pronunciaram, o estrago já foi feito, o discurso pró-golpe do Presidente foi ainda mais disseminado, fomentaram a população a derrubar o Legislativo Federal (esse foi o início do AI5), a ideologia fascista foi marcada. As marcas que disseram financiar as manifestações já estão com seus nomes manchados, e não será uma matéria de jornal que os fará sair impune; a notícia da Folha diz que outras empresas VÃO CONTINUAR dando apoio à manifestação para derrubar o Congresso.
*A Mattel e a Disney estão com parcerias com a Riachuello. Buscar todos os meios necessários para informar Mattel, Disney e seus clientes sobre apoio à ditadura promovido pela Riachuello.
*Se você é ou conhece endorser dessas marcas (artistas, influencers etc), conscientizar e convencer a tirar o endorse dessas empresas e procurar outras (alguns nomes: Sabrina Sato, Maisa Silva, Rita Carreira, Paola Antonini, Paloma Barbiezinha, Izabelle Marques e Alexandre Herchcovitch)
*As Lojas Americanas têm produtos em parceria com a Centauro. Precisam ser boicotados e a marca precisa ser pressionada
*A Centauro comprou a Nike no Brasil em fevereiro
A ameaça de Bolsonaro é grave, não adianta "voltar atrás" e dar uma de João sem braço. (Não foi aberto processo de impeachment, ninguém foi cassado, ninguém foi preso)[https://www1.folha.uol.com.bpode2020/02/e-cedo-para-apontar-crime-de-responsabilidade-a-bolsonaro-diz-chefe-do-ministerio-publico-de-sp.shtml]. Nenhum ministro golpista caiu. Rodrigo Maia reiterou seu compromisso com a aprovação das reformas. *Se elas gerarem bons resultados econômicos, Bolsonaro vai dizer que o Congresso só trabalhou sob ameaça de golpe.** (parafraseando([https://www.reddit.com/brasil/comments/fcegrg/4_dia_boicotenacional_empresas_que_querem/fjabxf0?utm_medium=android_app&utm_source=share] Mesmo aquele que apoiar esse tipo de iniciativa de teste das instituições para a produção de resultados que aprove (reformas) precisa ter em mente que o possível êxito dessa estratégia vai marcar a política pro futuro. Imagine se reformas de esquerda (digamos que algo como o Chile está fazendo recentemente) sejam feitas na base da ameaça. Não é bom pro jogo democrático.
O dono do restaurante Madero publicou em seu Instagram oficial que vai apoiar o golpe, e chamou o estado de Curitiba de "República", denotando uma tentativa inconstitucional de desmembramento dos estados. https://www.instagram.com/p/B9Sbg-DFs2H/?utm_source=ig_embed&utm_campaign=embed_video_watch_again
https://brasil.elpais.com/brasil/2020-03-04/rede-de-fake-news-via-whatsapp-e-ativada-para-mobilizar-base-bolsonarista-contra-congresso.html>Na semana passada, o presidente mentiu sobre o endosso feito aos protestos de 15 de março com a pauta anti-Congresso. Em sua transmissão ao vivo na quinta-feira nas redes sociais, o presidente afirmou que o vídeo que ele havia compartilhado era de 2015, e não 2020, e que se tratava de uma convocatória para ato contra a então presidenta Dilma Rousseff. “É um vídeo que eu peço o comparecimento do pessoal no dia 15 de março de 2015, que, por coincidência, foi num domingo”, afirmou. No entanto, o presidente desconsiderou que o vídeo tem imagens suas, então candidato à Presidência, levando uma facada em Juiz de Fora (MG), episódio ocorrido em setembro de 2018.
Matéria da (Folha)[https://www1.folha.uol.com.bpode2020/02/ato-com-grupos-autoritarios-e-incentivado-por-deputados-bolsonaristas-e-gera-repudio.shtml]
Pelas redes sociais e por WhatsApp, apoiadores do presidente postam imagens de ataque ao Congresso, retirada dos comandantes da Câmara e do Senado e de alusão ao uso das Forças Armadas no movimento.
O próprio presidente Jair Bolsonaro encaminhou a amigos um vídeo que convoca a população a ir às ruas no dia 15 de março para defendê-lo. A informação foi confirmada à Folha pelo ex-deputado federal Alberto Fraga (DF).
O presidente nacional da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Felipe Santa Cruz, disse que o ato de Bolsonaro, se confirmado, pode abrir caminho para pedido de impeachment.
Em uma das postagens de apoiadores de Bolsonaro, a foto de Mourão e de Heleno fardado aparece ao lado de outros dois militares com a frase: "Os generais aguardam as ordens do povo. FORA Maia e Alcolumbre".
Senadora Soraya Thronicke disse "Eu estou nos bastidores e posso dizer com propriedade: não duvidem do general Heleno"
.
Links antigos do reddit:
Dia 1: https://www.reddit.com/brasil/comments/fav6yvamos_organizar_um_boicote_nacional_aos/?utm_medium=android_app&utm_source=share
Dia 2: https://www.reddit.com/brasil/comments/fbbrbh/2_dia_boicote_nacional_empresas_que_querem/?utm_medium=android_app&utm_source=share
Dia 3: https://www.reddit.com/brasil/comments/fbw944/3_dia_boicote_nacional_empresas_que_querem/?utm_medium=android_app&utm_source=share
Dia 4: https://www.reddit.com/brasil/comments/fcegrg/4_dia_boicotenacional_empresas_que_querem/
Dia 5: https://www.reddit.com/brasil/comments/fcto8b/5_dia_boicotenacional_empresas_que_querem/
Dia 6: https://www.reddit.com/brasil/comments/fdenfg/6_dia_boicotenacional_jornalistas_explicam/
Dia 8: hoje
submitted by PaulHenrik to brasil [link] [comments]


2020.03.04 16:32 PaulHenrik [6° dia] #BOICOTENACIONAL. Jornalistas explicam contexto dos vídeos de Bolsonaro: está havendo tentativa de fechar Congresso e STF, e há empresas privadas engajadas em financiar manifestações para isso.

ATUALIZAÇÕES DE ONTEM PRA HOJE ABAIXO EM FORMATO CITAÇÃO
Há duas maneiras de não enxergar uma foto: sem luz nenhuma ou com excesso de luz. Sem luz nenhuma, só tem sombra e você não enxerga. Com excesso de luz, o negativo da foto queima e a imagem fica toda branca. É isso que está acontecendo hoje: a situação está tão escancarada que algumas pessoas não conseguem enxergar.
Aos 06m27s, fala da jornalista política Vera Magalhães (jornal Estadão e Roda Viva): "me chega pelo Whatsapp um recado de uma fonte “Jair Bolsonaro, está compartilhando um vídeo chamando pras manifestação junto com esse texto”, em seguida manda um print, pra mostrar que ela realmente havia recebido do Bolsonaro, tinha o brasão da república, que é o avatar que ele usa no Whatsapp, o nº do presidente, que eu cotejei na minha agenda pessoal e vi que era o próprio nº. É o Presidente da República compartilhando **um vídeo auto-laudatório: é construído em tons épicos, com hino nacional ao fundo, pra mostrar que existe um chamamento à ação pras pessoas ‘vão às ruas defender o presidente’, sabe-se lá de que. Ele compartilhou esse vídeo e um outro vídeo com uma produção mais tosca, com diferença de horas (numa noite e outro numa manhã) e com um textinho em que ele faz o convite em nome do General Heleno e do Capitão Bolsonaro, não do presidente Jair Bolsonaro ou do Ministro Augusto Heleno. A Mônica Berga na Folha consegue confirmar em outra fonte que recebeu um dos vídeos (o mais tosquinho) e a mensagem, que foi o ex-deputado Alberto Fraga ... A notícia não foi contestada
Aos 9:12~10:39, ouçam o áudio do vídeo (o mais editado) do Bolsonaro convocando as manifestações
Aos 13m24s, Leandro Demori (Intercept): A mensagem (do protesto) está num contexto das manifestações que vão acontecer no dia 15. A gente não pode tirar isso do contexto, não é um vídeo solto no ar. Essas manifestações são claramente manifestações anti-Congresso. Do tipo assim ‘esses caras estão atrapalhando o país’. Se não tivesse a história de fechar o STF com um cabo e um jipe, é a mesma coisa; criação de uma narrativa dizendo pra população ‘olha só; o Mito quer fazer, mas esses caras não deixam. Então ajuda a gente a esmagar esses caras, de modo que a gente faça o que a gente quer sem negociar, sem fazer política’.
13m58 Pedro Dória (Estadão, O Globo, CBN): “As peças do contexto que são importantes: a história começa quando o general Augusto Heleno está no Palácio do Planalto numa determinada cerimônia e captado pelo próprio vídeo oficial do Palácio do Planalto. Ele comenta que considera que o Congresso Nacional está chantageando o Presidente da República e que o Bolsonaro deveria convocar a população às ruas. A partir daí começa uma articulação nas redes sociais, principalmente whatsapp, muitos dos empresários bolsonaristas dizendo que vão casar dinheiro em cima de pagar carro de som etc. **na maioria das imagens que circulam primeiro no whatsapp, depois no Twitter, depois no Facebook etc aparece claramente que ‘olha, isso aqui é uma manifestação contra o Congresso Nacional’. A mais grave dessas imagens é uma imagem que aparece o vice-presidente Hamilton Mourão, o Heleno e mais dois dos outros generais palacianos fardados ainda, com as roupas do exército nacional, dizendo ‘generais estão esperando as ordens do povo para se manifestar, para se organizar contra o Congresso Nacional, que está vetando’... ...o Presidente da República tem o dever de preservar a independência dos 3 poderes e respeitar a separação dos 3 poderes. Ou seja, Presidente da República não convoca manifestação popular contra nenhum dos outros 3 poderes. Ponto. Isso não acontece nos EAU, na França, em lugar nenhum. Isso acontece na Venezuela. impessoalidade do cargo: Jair Bolsonaro não é ‘pessoa Jair Bolsonaro’, ele é o Presidente da República, ele é a Instituição Presidência da República. Ele representa o chefe de estado do Brasil. ser patriota não é ser bolsonarista. Quando ele faz e distribui um vídeo no qual a mensagem está ‘Jair Bolsonaro se sacrificou por nós’, e aí tem a cena da facada no vídeo. ‘agora venha você provar que é patriota’ pondo-se ao lado de Jair Bolsonaro está rompendo aquilo que a democracia foi inventada para lutar contra, que é a ideia de que a figura do Chefe de Estado e a figura do país se juntam. Então ele rompe com 2 preceitos fundamentais de uma democracia liberal que é o regime brasileiro. E isso daria inclusive espaço para um impeachment por quebra de decoro etc.
Aos 18:20, Vera Magalhães (jornal Estadão e Roda Viva): Não é a 1ª vez que se tenta uma manifestação a favor do governo, e este é um componente que o Bolsonaro tem usado com frequência, essa saída das pessoas às ruas, para pressionar as instituições de fora para dentro. No ano passado houve uma convocação igualmente violenta, igualmente contra (a princípio, que foi denunciada pela imprensa), de um ato contra o Supremo, inicialmente, que depois se esvolou(sic!) para Supremo e Congresso. Quando finalmente as pessoas foram às ruas, ficou vidente que era um ato contra o Congresso e o Supremo. **Houve pixuleco do Rodrigo Maia, tomate na cara dos ministros do Supremo, fora STF, abaixo golpistas etc, com qual contexto?: pressionar o Supremo pelas reformas e para agir dentro do que o Bolsonaro esperava.
Aos 20:10, Vera Magalhães (jornal Estadão e Roda Viva): o que está em disputa aí é a disputa pelo orçamento, disputa pelo poder e um jogo entre Congresso e Executivo, de o Congresso querer a todo momento refrear o Bolsonaro e ele tentar usar a rua pra pôr o pé na porta.
Aos 21:42 Vera Magalhães (jornal Estadão e Roda Viva): “O grupo (do whatsapp) MKT Bolsonaro existe desde 2018: Marketing Bolsonaro. Inclui alguns desses influenciadores, pessoas de sites bolsonaristas, alguns analistas políticos do mercado, um Secretário do governo Bolsonaro, Secretário de Produtividade do Ministério da Economia (Carlos da Costa), e alguns investidores que já tinham sido abordados sobre a milícia digital Bolsonarista... Otávio Facuri já tinha sido colocado como um desses caras da milícia digital, fazendo difamação, usando o site que ele banca para fazer difamação, inclusive pra derrubar o Ministro, e é nesse grupo que eles discutem, falam muito mal do Congresso, com a presidência de um Secretário do Paulo Guedes, e em seguida ele diz “eu vou bancar quantos caminhões for, vou mandar quem for pra rua, porque não vou deixar derrubarem este governo. Existe um golpe branco sendo armado e eu não vou deixar derrubar esse governo’. Então a coisa do golpismo/contra-golpismo, a paranoia, está presente em toda a urdidura dessa manifestação.”
Aos 23m00s Vera Magalhães (jornal Estadão e Roda Viva): “Bernardo Custa (um dos influenciadores presentes no grupo de whatsapp MKT Bolsonaro), postou no Twitter ‘foda-se. 15 de março’ e a foto do general Heleno com farda em frente à multidão no Congresso ... são nessas imagens que o ataque ao Congresso está mais forte.
.
CONTEXTO
.
) No dia 26/fev/2020, Bolsonaro gravou e postou video convocando a população a manifestar nas ruas em 15 de março contra o Congresso Nacional (rumo a um golpe ditatorial). https://www.terra.com.bnoticias/brasil/bolsonaro-compartilha-video-que-convoca-ato-contra-congresso,a9ca484dc724332732158a232a8fd4a0aort0spa.html)
Foi noticiado que empresas do grupo Instituto Brasil 200 querem financiar esse golpe, impulsionando a campanha das manifestações contra o Congresso Nacional https://www1.folha.uol.com.bcolunas/monicabergamo/2020/02/empresario-bolsonarista-sugere-impulsionar-videos-com-ataques-ao-congresso.shtml
As seguintes empresas querem financiar o golpe (fonte: https://www.brasil200.com.br ) :
Instituto Brasil 200
Beauty’in
Bioritmo (rede de academias)
BNZ
Centauro Esportes
Coco Bambu
Galápagos Capital Gestora de Fundos
Gocil
Havan
Instituto Eu Amo o Brasil
Polishop
Riahuelo
Shark Tank Brasil (lista)[https://freesider.com.bprodutividade-e-gestao/empresarios-do-shark-tank-brasil/] inclui Chilli Beans e China In Box
Smartfit .
OBJETIVOS DO BOICOTE
1) Impedir que o Brasil caminhe para mais uma ditadura
2) Mostrar que somos uma democracia, que o poder emana do povo, e é isso que faremos: mostrar que com organização o poder vem de nós, e não ficaremos calados com tentativas de golpe nem do governo e nem das empresas privadas financiadoras do golpe
3) ATENÇÃO: isto não é um movimento político partidário, não tem a intenção de mudar o padrão de vidas de vocês. Não se trata de briga de esquerda/direita. O Brasil está caminhando pra uma ditadura, e isso É SÉRIO. (parafraseando)[https://www.reddit.com/brasil/comments/fbw944/3_dia_boicote_nacional_empresas_que_querem/fj9udfc] nosso amigo do Reddit: O problema não é Bolsonaro em si, mas sim quem ele representa. E são essas pessoas representadas por ele que estão felizaças com o seu governo. Pessoas como empresários e cristãos ultraconservadores, por exemplo. E todos eles apoiam que o Bolsonaro dissolva o congresso e o STF. E isso é literalmente um golpe de Estado. E se olhar na história, grande parte das ditaduras começaram oficialmente no dia que o congresso foi dissolvido.
.
ESTRATÉGIAS DO BOICOTE (DISCUTIR ABAIXO)
*Lembrar do boicote todos os dias pelo menos até 15 de março de 2020
Fixar um tópico sobre #BOICOTENACIONAL #DIGANAOADITADURA no brasil. Não quero farmar Karma Points aqui. O objetivo é EVITAR UMA DITADURA. Os responsáveis pelo discurso pró-ditadura estão testando os limites da tolerância. Se não reagirmos, eles vão continuar até o ponto de não-retorno: a ditadura. Já sugeriram que eu pedisse pros Moderadores do brasil fixar um post, mas tem dois problemas: 1-como solicitar isso? 2-em outros posts que fiz, sempre que eu editei alguma coisa (título ou texto), o post foi deletado
*Campanha no Twitter, Facebook e Instagram: #BOICOTENACIONAL. DIGA NÃO À DITADURA. Vamos postar com o texto acima, nomes das empresas e espalhar
*"Eu já não consumia mesmo". Excelente! Você pode ajudar espalhando a campanha para mais pessoas que ainda não aderiram
Criar e postar materiais visuais do boicote: informações sucintas e práticas, links ou qr code das notícias comprobatórias do envolvimento dessas empresas. Não foi produzido nada, mas há uma Imagem no Instagram "Golpe em Progresso" na bandeira*: https://www.instagram.com/p/B9H6BdanXoG/?igshid=1952ed2mq76qo
*Conscientizar a população sobre a história da Ditadura Militar do Brasil entre 1964 e 1985, para que não se repita
*Convencer os amigos a não comprarem produtos e serviços dessas empresas, nem na loja física nem pela internet
*Cancelar contratos com essas empresas e procurar outras que prestem o mesmo serviço
*Cancelar compras e faturas de cartão pendentes e devolver produtos já adquiridos
*Remover ações e investimentos do Mercado Financeiro no nome dessas empresas
*Encontrar e divulgar informações (COM FONTES VERÍDICAS) de outras que tentam financiar golpe, assim como de empresas subsidiárias (empresas que não estão na lista do Instituto Brasil 200, mas cuja renda vai pra essas empresas indiretamente) *Divulgar a ideia do boicote para influencers. Precisamos de nomes que tenham força pra levar a ideia adiante
*Monitorar resultados do boicote (notícias relacionadas, números etc)
*Discutir mais ideias de estratégia do boicote
.
ADENDOS
.
*Este post diário do Reddit está sendo feio por uma pessoa, sem ajuda de ninguém. Sempre dá pra melhorar. Se a gente esperar ficar pronto pra começar algo, a gente não vai começar nunca. Ninguém tá pronto. Somos uma eterna versão Beta. Eu entendo as críticas de alguns de vocês, de que isto está surtindo pouco efeito. A ideia está aí, e com uma pessoa só fazendo não vai muito longe. Por isso, a ideia precisa de apoio. Criticar E FAZER.
*Sobre a notícia de que o Instituto Brasil 200 "deu atrás" e não vai nas manifestações de 15 de março: PALAVRAS não são atitudes. Se o grupo disser que não vai fazer e mesmo assim fizer, corremos o risco de abandonar um movimento contra uma ditadura no Brasil. A partir do momento que se pronunciaram, o estrago já foi feito, o discurso pró-golpe do Presidente foi ainda mais disseminado, fomentaram a população a derrubar o Legislativo Federal (esse foi o início do AI5), a ideologia fascista foi marcada. As marcas que disseram financiar as manifestações já estão com seus nomes manchados, e não será uma matéria de jornal que os fará sair impune; a notícia da Folha diz que outras empresas VÃO CONTINUAR dando apoio à manifestação para derrubar o Congresso.
*A Mattel e a Disney estão com parcerias com a Riachuello. Buscar todos os meios necessários para informar Mattel, Disney e seus clientes sobre apoio à ditadura promovido pela Riachuello. *Se você é ou conhece endorser dessas marcas (artistas, influencers etc), conscientizar e convencer a tirar o endorse dessas empresas e procurar outras (alguns nomes: Sabrina Sato, Maisa Silva, Rita Carreira, Paola Antonini, Paloma Barbiezinha, Izabelle Marques e Alexandre Herchcovitch)
*As Lojas Americanas têm produtos em parceria com a Centauro. Precisam ser boicotados e a marca precisa ser pressionada *A Centauro comprou a Nike no Brasil em fevereiro
A ameaça de Bolsonaro é grave, não adianta "voltar atrás" e dar uma de João sem braço. (Não foi aberto processo de impeachment, ninguém foi cassado, ninguém foi preso)[https://www1.folha.uol.com.bpode2020/02/e-cedo-para-apontar-crime-de-responsabilidade-a-bolsonaro-diz-chefe-do-ministerio-publico-de-sp.shtml]. Nenhum ministro golpista caiu. Rodrigo Maia reiterou seu compromisso com a aprovação das reformas. Se elas gerarem bons resultados econômicos, Bolsonaro vai dizer que o Congresso só trabalhou sob ameaça de golpe. (parafraseando([https://www.reddit.com/brasil/comments/fcegrg/4_dia_boicotenacional_empresas_que_querem/fjabxf0?utm_medium=android_app&utm_source=share] Mesmo aquele que apoiar esse tipo de iniciativa de teste das instituições para a produção de resultados que aprove (reformas) precisa ter em mente que o possível êxito dessa estratégia vai marcar a política pro futuro. Imagine se reformas de esquerda (digamos que algo como o Chile está fazendo recentemente) sejam feitas na base da ameaça. Não é bom pro jogo democrático.
.
Links antigos do reddit:
Dia 1: https://www.reddit.com/brasil/comments/fav6yvamos_organizar_um_boicote_nacional_aos/?utm_medium=android_app&utm_source=share
Dia 2: https://www.reddit.com/brasil/comments/fbbrbh/2_dia_boicote_nacional_empresas_que_querem/?utm_medium=android_app&utm_source=share
Dia 3: https://www.reddit.com/brasil/comments/fbw944/3_dia_boicote_nacional_empresas_que_querem/?utm_medium=android_app&utm_source=share
Dia 4: https://www.reddit.com/brasil/comments/fcegrg/4_dia_boicotenacional_empresas_que_querem/
Dia 5: https://www.reddit.com/brasil/comments/fcto8b/5_dia_boicotenacional_empresas_que_querem/
Dia 6: hoje
submitted by PaulHenrik to brasil [link] [comments]


2020.03.03 13:12 PaulHenrik [5° dia] #BOICOTENACIONAL: empresas que querem financiar o golpe contra o Congresso e iniciar uma ditadura

ATUALIZAÇÕES DE ONTEM PRA HOJE ABAIXO EM FORMATO CITAÇÃO
Imagem "Golpe em Progresso" na bandeira: https://www.instagram.com/p/B9H6BdanXoG/?igshid=1952ed2mq76qo . **CONTEXTO
.
) No dia 26/fev/2020, Bolsonaro gravou e postou video convocando a população a manifestar nas ruas em 15 de março contra o Congresso Nacional (rumo a um golpe ditatorial). https://www.terra.com.bnoticias/brasil/bolsonaro-compartilha-video-que-convoca-ato-contra-congresso,a9ca484dc724332732158a232a8fd4a0aort0spa.html)
Entendam a gravidade da situação com opinião de JORNALISTAS: https://open.spotify.com/episode/2c4jswsVd2u9yihN0qTgEp?si=NrN9Nf6SQ_yTIfBzfth48w Foi noticiado que empresas do grupo Instituto Brasil 200 querem financiar esse golpe, impulsionando a campanha das manifestações contra o Congresso Nacional https://www1.folha.uol.com.bcolunas/monicabergamo/2020/02/empresario-bolsonarista-sugere-impulsionar-videos-com-ataques-ao-congresso.shtml
As seguintes empresas querem financiar o golpe (fonte: https://www.brasil200.com.br ) :
Instituto Brasil 200
Beauty’in
Bioritmo (rede de academias)
BNZ
Centauro Esportes
Coco Bambu
Galápagos Capital Gestora de Fundos
Gocil
Havan
Instituto Eu Amo o Brasil
Polishop
Riahuelo
Shark Tank Brasil (lista)[https://freesider.com.bprodutividade-e-gestao/empresarios-do-shark-tank-brasil/] inclui Chilli Beans e China In Box
Smartfit
.
OBJETIVOS DO BOICOTE
1) Impedir que o Brasil caminhe para mais uma ditadura
2) Mostrar que somos uma democracia, que o poder emana do povo, e é isso que faremos: mostrar que com organização o poder vem de nós, e não ficaremos calados com tentativas de golpe nem do governo e nem das empresas privadas financiadoras do golpe
3) ATENÇÃO: isto não é um movimento político partidário, não tem a intenção de mudar o padrão de vidas de vocês. Não se trata de briga de esquerda/direita. O Brasil está caminhando pra uma ditadura, e isso É SÉRIO. (parafraseando)[https://www.reddit.com/brasil/comments/fbw944/3_dia_boicote_nacional_empresas_que_querem/fj9udfc/] nosso amigo do Reddit: O problema não é Bolsonaro em si, mas sim quem ele representa. E são essas pessoas representadas por ele que estão felizaças com o seu governo. Pessoas como empresários e cristãos ultraconservadores, por exemplo. E todos eles apoiam que o Bolsonaro dissolva o congresso e o STF. E isso é literalmente um golpe de Estado. E se olhar na história, grande parte das ditaduras começaram oficialmente no dia que o congresso foi dissolvido. ESTRATÉGIAS DO BOICOTE (DISCUTIR ABAIXO)
*Lembrar do boicote todos os dias pelo menos até 15 de março de 2020
*Campanha no Twitter, Facebook e Instagram: #BOICOTENACIONAL. DIGA NÃO À DITADURA. Vamos postar com o texto acima, nomes das empresas e espalhar
*"Eu já não consumia mesmo". Excelente! Você pode ajudar espalhando a campanha para mais pessoas que ainda não aderiram
*Criar e postar materiais visuais do boicote: informações sucintas e práticas, links ou qr code das notícias comprobatórias do envolvimento dessas empresas
*Conscientizar a população sobre a história da Ditadura Militar do Brasil entre 1964 e 1985, para que não se repita
*Convencer os amigos a não comprarem produtos e serviços dessas empresas, nem na loja física nem pela internet
*Cancelar contratos com essas empresas e procurar outras que prestem o mesmo serviço
*Cancelar compras e faturas de cartão pendentes e devolver produtos já adquiridos
*Remover ações e investimentos do Mercado Financeiro no nome dessas empresas
*Encontrar e divulgar informações (COM FONTES VERÍDICAS) de outras que tentam financiar golpe, assim como de empresas subsidiárias (empresas que não estão na lista do Instituto Brasil 200, mas cuja renda vai pra essas empresas indiretamente)
Divulgar a ideia do boicote para influencers. Precisamos de nomes que tenham força pra levar a ideia adiante
*Monitorar resultados do boicote (notícias relacionadas, números etc)
*Discutir mais ideias de estratégia do boicote .
ADENDOS
.
*Este post diário do Reddit está sendo feio por uma pessoa, sem ajuda de ninguém. Sempre dá pra melhorar. Se a gente esperar ficar pronto pra começar algo, a gente não vai começar nunca. Ninguém tá pronto. Somos uma eterna versão Beta. Eu entendo as críticas de alguns de vocês, de que isto está surtindo pouco efeito. A ideia está aí, e com uma pessoa só fazendo não vai muito longe. Por isso, a ideia precisa de apoio. Criticar E FAZER.
*Sobre a notícia de que o Instituto Brasil 200 "deu atrás" e não vai nas manifestações de 15 de março: PALAVRAS não são atitudes. Se o grupo disser que não vai fazer e mesmo assim fizer, corremos o risco de abandonar um movimento contra uma ditadura no Brasil. A partir do momento que se pronunciaram, o estrago já foi feito, o discurso pró-golpe do Presidente foi ainda mais disseminado, fomentaram a população a derrubar o Legislativo Federal (esse foi o início do AI5), a ideologia fascista foi marcada. As marcas que disseram financiar as manifestações já estão com seus nomes manchados, e não será uma matéria de jornal que os fará sair impune; a notícia da Folha diz que outras empresas VÃO CONTINUAR dando apoio à manifestação para derrubar o Congresso.
*A Mattel e a Disney estão com parcerias com a Riachuello. Buscar todos os meios necessários para informar Mattel, Disney e seus clientes sobre apoio à ditadura promovido pela Riachuello. *Se você é ou conhece endorser dessas marcas (artistas, influencers etc), conscientizar e convencer a tirar o endorse dessas empresas e procurar outras (alguns nomes: Sabrina Sato, Maisa Silva, Rita Carreira, Paola Antonini, Paloma Barbiezinha, Izabelle Marques e Alexandre Herchcovitch)
*As Lojas Americanas têm produtos em parceria com a Centauro. Precisam ser boicotados e a marca precisa ser pressionada *A Centauro comprou a Nike no Brasil em fevereiro
A ameaça de fechar o Congresso é grave, não adianta "voltarem atrás" e dar uma de João sem braço. (Não foi aberto processo de impeachment, ninguém foi cassado, ninguém foi preso)[https://www1.folha.uol.com.bpode2020/02/e-cedo-para-apontar-crime-de-responsabilidade-a-bolsonaro-diz-chefe-do-ministerio-publico-de-sp.shtml]. Nenhum ministro golpista caiu. Rodrigo Maia reiterou seu compromisso com a aprovação das reformas. Se elas gerarem bons resultados econômicos, Bolsonaro vai dizer que o Congresso só trabalhou sob ameaça de golpe. (parafraseando)[https://www.reddit.com/brasil/comments/fcegrg/4_dia_boicotenacional_empresas_que_querem/fjabxf0?utm_medium=android_app&utm_source=share] Mesmo aquele que apoiar esse tipo de iniciativa de teste das instituições para a produção de resultados que aprove (reformas) precisa ter em mente que o possível êxito dessa estratégia vai marcar a política pro futuro. Imagine se reformas de esquerda (digamos que algo como o Chile está fazendo recentemente) sejam feitas na base da ameaça. Não é bom pro jogo democrático.
.
Links antigos do reddit:
Dia 1: https://www.reddit.com/brasil/comments/fav6yvamos_organizar_um_boicote_nacional_aos/?utm_medium=android_app&utm_source=share
Dia 2: https://www.reddit.com/brasil/comments/fbbrbh/2_dia_boicote_nacional_empresas_que_querem/?utm_medium=android_app&utm_source=share
Dia 3: https://www.reddit.com/brasil/comments/fbw944/3_dia_boicote_nacional_empresas_que_querem/?utm_medium=android_app&utm_source=share
Dia 4: https://www.reddit.com/brasil/comments/fcegrg/4_dia_boicotenacional_empresas_que_querem/
Dia 5: hoje
submitted by PaulHenrik to brasil [link] [comments]


2020.03.02 17:21 PaulHenrik [4° dia] \#BOICOTENACIONAL: empresas que querem financiar o golpe contra o Congresso e a democracia

ATUALIZAÇÕES DE ONTEM PRA HOJE ABAIXO EM FORMATO CITAÇÃO
Imagem "Golpe em Progresso" na bandeira**: https://www.instagram.com/p/B9H6BdanXoG/?igshid=1952ed2mq76qo
.
CONTEXTO
.
) No dia 26/fev/2020, Bolsonaro gravou e postou video convocando a população a manifestar nas ruas em 15 de março contra o Congresso Nacional (rumo a um golpe ditatorial). https://www.terra.com.bnoticias/brasil/bolsonaro-compartilha-video-que-convoca-ato-contra-congresso,a9ca484dc724332732158a232a8fd4a0aort0spa.html)
Foi noticiado que empresas do grupo Instituto Brasil 200 querem financiar esse golpe, impulsionando a campanha das manifestações contra o Congresso Nacional https://www1.folha.uol.com.bcolunas/monicabergamo/2020/02/empresario-bolsonarista-sugere-impulsionar-videos-com-ataques-ao-congresso.shtml
As seguintes empresas querem financiar o golpe (fonte: https://www.brasil200.com.b ) :
Beauty’in
Bioritmo (rede de academias)
BNZ
Centauro Esportes
Coco Bambu
Galápagos Capital Gestora de Fundos
Gocil
Havan
Instituto Eu Amo o Brasil
Polishop
Riahuelo
Shark Tank Brasil
Smartfit
Instituto Brasil 200
.
OBJETIVOS DO BOICOTE
1) Impedir que o Brasil caminhe para mais uma ditadura
2) Mostrar que somos uma democracia, que o poder emana do povo, e é isso que faremos: mostrar que com organização o poder vem de nós, e não ficaremos calados com tentativas de golpe nem do governo e nem das empresas privadas financiadoras do golpe
3) ATENÇÃO: isto não é um movimento político partidário, não tem a intenção de mudar o padrão de vidas de vocês. Não se trata de briga de esquerda/direita. O Brasil está caminhando pra uma ditadura, e isso É SÉRIO. (parafraseando)[https://www.reddit.com/brasil/comments/fbw944/3_dia_boicote_nacional_empresas_que_querem/fj9udfc/] nosso amigo do Reddit: O problema não é Bolsonaro em si, mas sim quem ele representa. E são essas pessoas representadas por ele que estão felizaças com o seu governo. Pessoas como empresários e cristãos ultraconservadores, por exemplo. E todos eles apoiam que o Bolsonaro dissolva o congresso e o STF. E isso é literalmente um golpe de Estado. E se olhar na história, grande parte das ditaduras começaram oficialmente no dia que o congresso foi dissolvido.
ESTRATÉGIAS DO BOICOTE (DISCUTIR ABAIXO)
*Lembrar do boicote todos os dias pelo menos até 15 de março de 2020
*Campanha no Twitter, Facebook e Instagram: #BOICOTENACIONAL. DIGA NÃO À DITADURA. Vamos postar com o texto acima, nomes das empresas e espalhar
*"Eu já não consumia mesmo". Excelente! Você pode ajudar espalhando a campanha para mais pessoas que ainda não aderiram
*Criar e postar materiais visuais do boicote: informações sucintas e práticas, links ou qr code das notícias comprobatórias do envolvimento dessas empresas
*Conscientizar a população sobre a história da Ditadura Militar do Brasil entre 1964 e 1985, para que não se repita
*Convencer os amigos a não comprarem produtos e serviços dessas empresas, nem na loja física nem pela internet
*Cancelar contratos com essas empresas e procurar outras que prestem o mesmo serviço
*Cancelar compras e faturas de cartão pendentes e devolver produtos já adquiridos
*Remover ações e investimentos do Mercado Financeiro no nome dessas empresas
*Encontrar e divulgar informações (COM FONTES VERÍDICAS) de outras que tentam financiar golpe, assim como de empresas subsidiárias (empresas que não estão na lista do Instituto Brasil 200, mas cuja renda vai pra essas empresas indiretamente)
*Monitorar resultados do boicote (notícias relacionadas, números etc)
*Discutir mais ideias de estratégia do boicote
.
ADENDOS
.
Este post diário do Reddit está sendo feio por uma pessoa, sem ajuda de ninguém. Sempre dá pra melhorar. Se a gente esperar ficar pronto pra começar algo, a gente não vai começar nunca. Ninguém tá pronto. Somos uma eterna versão Beta. Eu entendo as críticas de alguns de vocês, de que isto está surtindo pouco efeito. A ideia está aí, e com uma pessoa só fazendo não vai muito longe. Por isso, a ideia precisa de apoio. Criticar E FAZER.
Sobre a notícia de que o Instituto Brasil 200 "deu atrás" e não vai nas manifestações de 15 de março: PALAVRAS não são atitudes. Se o grupo disser que não vai fazer e mesmo assim fizer, corremos o risco de abandonar um movimento contra uma ditadura no Brasil. A partir do momento que se pronunciaram, o estrago já foi feito, o discurso pró-golpe do Presidente foi ainda mais disseminado, fomentaram a população a derrubar o Legislativo Federal (esse foi o início do AI5), a ideologia fascista foi marcada. As marcas que disseram financiar as manifestações já estão com seus nomes manchados, e não será uma matéria de jornal que os fará sair impune; a notícia da Folha diz que outras empresas VÂO CONTINUAR dando apoio à manifestação para derrubar o Congresso.
A Mattel e a Disney estão com parcerias com a Riachuello. Buscar todos os meios necessários para informar Mattel, Disney e seus clientes sobre apoio à ditadura promovido pela Riachuello.
Se você é ou conhece endorser dessas marcas (artistas, influencers etc), conscientizar e convencer a tirar o endorse dessas empresas e procurar outras (alguns nomes: Sabrina Sato, Maisa Silva, Rita Carreira, Paola Antonini, Paloma Barbiezinha, Izabelle Marques e Alexandre Herchcovitch)
As Lojas Americanas têm produtos em parceria com a Centauro. Precisam ser boicotados e a marca precisa ser pressionada
A Centuro comprou a Nike no Brasil em fevereiro
Links antigos do reddit:
Dia 1: https://www.reddit.com/brasil/comments/fav6yvamos_organizar_um_boicote_nacional_aos/?utm_medium=android_app&utm_source=share
Dia 2: https://www.reddit.com/brasil/comments/fbbrbh/2_dia_boicote_nacional_empresas_que_querem/?utm_medium=android_app&utm_source=share
Dia 3: https://www.reddit.com/brasil/comments/fbw944/3_dia_boicote_nacional_empresas_que_querem/?utm_medium=android_app&utm_source=share
Dia 4: hoje
submitted by PaulHenrik to brasil [link] [comments]


2020.03.01 17:18 PaulHenrik [3° dia] BOICOTE NACIONAL: empresas que querem financiar o golpe contra o Congresso e a democracia

ATUALIZAÇÕES ABAIXO FORMATO CITAÇÃO
Imagem "Golpe em Progresso" na bandeira**: https://www.instagram.com/p/B9H6BdanXoG/?igshid=1952ed2mq76qo
CONTEXTO
) No dia 26/fev/2020, Bolsonaro gravou e postou video convocando a população a manifestar nas ruas em março contra o Congresso Nacional (rumo a um golpe ditatorial). https://www.terra.com.bnoticias/brasil/bolsonaro-compartilha-video-que-convoca-ato-contra-congresso,a9ca484dc724332732158a232a8fd4a0aort0spa.html
) Foi noticiado que empresas do grupo Instituto Brasil 200 querem financiar esse golpe, impulsionando a campanha das manifestações contra o Congresso Nacional https://www1.folha.uol.com.bcolunas/monicabergamo/2020/02/empresario-bolsonarista-sugere-impulsionar-videos-com-ataques-ao-congresso.shtml
As seguintes empresas querem financiar o golpe (fonte: https://www.brasil200.com.b ) :
Beauty’in
Bioritmo (rede de academias)
BNZ
Centauro Esportes
Coco Bambu
Galápagos Capital Gestora de Fundos
Gocil
Havan
Instituto Eu Amo o Brasil
Polishop
Riahuelo
Shark Tank Brasil
Smartfit
Instituto Brasil 200
OBJETIVOS DO BOICOTE
1) Impedir que o Brasil caminhe para mais uma ditadura
2) Mostrar que somos uma democracia, que o poder emana do povo, e é isso que faremos: mostrar que com organização o poder vem de nós, e não ficaremos calados com tentativas de golpe nem do governo e nem das empresas privadas financiadoras do golpe
ESTRATÉGIAS DO BOICOTE (DISCUTIR ABAIXO)
Lembrar do boicote *todos os dias** pelo menos até 15 de março de 2020
Lançar campanha no Twitter: hashtag BOICITENACIONAL. DIGA NÃO À DITADURA. Vamos postar com o texto acima, nomes das empresas e espalhar
"Eu já não consumia mesmo". Excelente! Você pode ajudar espalhando a campanha para mais pessoas que ainda não aderiram
*Criar e postar materiais visuais do boicote: informações sucintas e práticas, links ou qr code das notícias comprobatórias do envolvimento dessas empresas
*Conscientizar a população sobre a história da Ditadura Militar do Brasil entre 1964 e 1985, para que não se repita
*Convencer os amigos a não comprarem produtos e serviços dessas empresas, nem na loja física nem pela internet
*Cancelar contratos com essas empresas e procurar outras que prestem o mesmo serviço
*Cancelar compras e faturas de cartão pendentes e devolver produtos já adquiridos
*Remover ações e investimentos do Mercado Financeiro no nome dessas empresas
*Encontrar e divulgar informações (COM FONTES VERÍDICAS) de outras que tentam financiar golpe, assim como de empresas subsidiárias (empresas que não estão na lista do Instituto Brasil 200, mas cuja renda vai pra essas empresas indiretamente)
*Se você é ou conhece endorser dessas marcas (artistas, influencers etc), conscientizar e covencer a tirar o endorse dessas empresas e procurar outras
*Monitorar resultados do boicote (notícias relacionadas, números etc)
*Discutir mais ideias de estratégia do boicote
Links antigos do reddit:
Dia 1: https://www.reddit.com/brasil/comments/fav6yvamos_organizar_um_boicote_nacional_aos/?utm_medium=android_app&utm_source=share
Dia 2: https://www.reddit.com/brasil/comments/fbbrbh/2_dia_boicote_nacional_empresas_que_querem/?utm_medium=android_app&utm_source=share
Dia 3: hoje
submitted by PaulHenrik to brasil [link] [comments]


2020.02.24 10:30 EquilibriumKyrieL Lei da gravitação universal — Tréplica

“1º ponto: Não. Método dedutivo pode no máximo dar uma pista do que NÃO serve, mas nunca para confirmar o que serve. Pra isso você precisa de cálculos, e continuarei exigindo cálculos. Por exemplo, o método dedutivo pode permitir deduzir que um cavalo (o animal mesmo, não a unidade de potência) consegue acelerar um carro de 0 a 100 em 10 segundos, afinal, ele consegue acelerar coisas. Você precisa de cálculos pra verificar que essa ideia é absurda.”
Tu não entendeu o que eu escrevi claramente de modo inequívoco ou não entendeu um método muito bem explicado como o dedutivo.
O que não serviria com eficiência em um modo científico seria o método indutivo.
Os argumentos dedutivos são aqueles em que as premissas fornecem um fundamento definitivo da conclusão, enquanto nos indutivos as premissas proporcionam somente alguma fundamentação da conclusão, mas não uma fundamentação conclusiva, identificando dessa maneira os conceitos de dedução e raciocínio válido, do termo validade (também chamada verdade lógica, verdade analítica, ou verdade necessária).
Uma outra maneira de expressar essa diferença é dizer que numa dedução é impossível que as premissas sejam verdadeiras e a conclusão falsa, mas no raciocínio indutivo, no sentido forte, isso é possível, mas pouco provável. Num raciocínio dedutivo a informação da conclusão já está contida nas premissas, de modo que se toda a informação das premissas é verdadeira, a informação da conclusão também deverá ser verdadeira. No raciocínio indutivo a conclusão contém alguma informação que não está contida nas premissas, ficando em aberto a possibilidade de que essa informação a mais cause a falsidade da conclusão apesar das premissas verdadeiras.
Um exemplo disso é uma própria citação sua no vídeo Desmistificando a Teoria da Terra Plana:
“Se A é sustentado na existência de B, não pode-se usar A para provar a inexistência de B.”
Outro exemplo, usando a dedução apresentemos uma forma lógica válida:
"TODO X é Y. Z é X. Logo, Z é Y."
Veja que as duas premissas obedecem a uma forma lógica válida. Se a conclusão for “Logo, Z é Y”, então temos uma dedução.
O Método indutivo que não serve para confirmar o que serve.
Para se apresentar a dedução, antes é preciso uma observação quantitativa (elemento do conjunto da Caracterização do Método científico).
Argumentos dedutivos são avaliados em termos de sua validade e solidez.
Corrigindo o que foi escrito, na verdade eu não usei o Método dedutivo e sim o hipotético-dedutivo, que consiste na construção de conjeturas baseada nas hipóteses, isto é, caso as hipóteses sejam verdadeiras, as conjeturas também serão. Por isso as hipóteses devem ser submetidas a testes, os mais diversos possíveis, à crítica intersubjetiva, ao controle mútuo pela discussão crítica, à publicidade (sujeitando o assunto à novas críticas) e ao confronto com os fatos, para verificar quais são as hipóteses que persistem como válidas resistindo às tentativas de falseamento, sem o que seriam refutadas. É um método com consequências, que leva a um grau de certeza igual ao das hipóteses iniciais, assim o conhecimento absolutamente certo e demonstrável é dependente do grau de certeza da hipótese.
A sua estrutura é:
1. Fazer observações;
2. Organizar as observações em hipóteses;
3. Testar essas hipóteses em observações anteriores;
4. Modificar as hipóteses originais, se assim se fizer necessário;
5. Fazer previsões baseadas nas hipóteses;
6. Testar conclusões (Dedução).
“2º ponto: agora apresente os cálculos, e me mostre como encontrar todos os valores que você utilizar em seus cálculos.”
Tenho que dizer que tu é muito preguiçoso hein Satanael, eu demorei muito tempo pra encontrar isso mas encontrei kkkkkj, mas se tu tem realmente interesse devia pesquisar de modo independente man.
Essas são as fontes de tudo que tinha escrito naquele Reply e não sabia se era Realmente verdade mas depois de pesquisar e analisar trabalhos científicos, dissertações, textos, artigos, revistas que explicavam isso consegui saber que é realmente verdade.
Se você acredita ou não é irrelevante, isso é um fato científico último.
Fontes:
https://teses.usp.bteses/disponiveis/3/3138/tde-17012008-110654/publico/dissertacao.pdf
Variação do nível do mar — técnicas para a avaliação (São Paulo - SP - 2007)
http://www.scielo.bpdf/rbef/v23n4/v23n4a04.pdf
Introdução à Supercondutividade, suas Aplicações e a Mini-Revolução Provocada Pela Redescoberta do MgB2: Uma Abordagem Didática
(Revista Brasileira de Ensino de Física, vol. 23, no. 4, Dezembro, 2001)
Nesse primeiro é confirmado que, o nível do mar encontra-se em constante variação e a determinação do seu valor médio envolve diversos fatores de conjuntura global que agem em escalas de tempo diferentes, desde algumas horas como as marés (terrestres, oceânicas e atmosféricas), até alguns milhares ou milhões de anos como a modificação de uma bacia oceânica sob ação de movimentos tectônicos e de sedimentação. Certamente, em uma escala de tempo menor, os principais fatores que influenciam estão ligados às variações climáticas. Porém, quando, durante um determinado período de tempo, movimentos aleatórios e periódicos são removidos, um valor estável é obtido: o NMM.
A água que compõe o oceano possui propriedades físicas e químicas importantes para o estudo em questão como a densidade, a salinidade, a temperatura e a pressão. Tais variáveis, ao sofrerem alterações, modificam o volume de massa oceânica, em razão da relação que existe entre elas; a densidade da água do mar depende da salinidade, da temperatura e da pressão. Ela diminui quando a temperatura aumenta, e aumenta com a elevação da salinidade e da pressão. Esta, por sua vez, aumenta com a profundidade. Quanto menor a densidade da água, maior será o volume por ela ocupado. Logo, um decréscimo em sua densidade causa um aumento do nível do mar. Se a temperatura da água tivesse um aumento médio de 1º C sobre uma camada de 4000 metros, produziria um aumento no nível de 60 cm. Da mesma forma, uma variação de 0,4% na salinidade faria este mesmo efeito.
No segundo está escrito que, em janeiro de 2001, a comunidade científica é sacudida novamente com a descoberta da supercondutividade no composto metálico MgB2, a 39.2 K. Nada menos que 16 K maior que qualquer composto metálico até então conhecido. Para melhor apreciar a importância desta descoberta e como ela está revolucionando o estudo da supercondutividade, é especificado com mais detalhes algumas características dos supercondutores e algumas de suas aplicações.
Os supercondutores são divididos em dois tipos, de acordo com suas propriedades específicas. Os supercondutores do Tipo 1 são formados principalmente pelos metais e por algumas ligas e, em geral, s~ao condutores de eletricidade da temperatura ambiente. Eles possuem um Tc extremamente baixo, que, segundo a teoria BCS, seria necessário para diminuir as vibrações dos átomos do cristal e permitir o fluxo sem dificuldades dos elétrons pelo material, produzindo assim a supercondutividade. Os supercondutores desse tipo foram os primeiros a serem descobertos e os cientistas verificaram que a transição para o estado supercondutor a baixa temperatura tinha características peculiares: ela acontecia abruptamente, veja Fig. 2(a), e era acompanhada pelo efeito Meissner. Esse efeito, que talvez seja a característica mais famosa dos supercondutores, é a causa da levitação magnética de um imã, por exemplo, quando é colocado sobre um pedaço de supercondutor. A explicação para o fenômeno está na repulsão total dos campos magnéticos externos pelos supercondutores do Tipo 1, o que faz com que o campo magnético interno seja nulo, desde que o campo externo aplicado n~ao seja muito intenso. A maioria dos materiais, como vidro, madeira e água, também repele campos magnéticos externos, o que faz com que o campo no interior deles seja diferente do campo externo aplicado. Esse efeito é chamado de diamagnetismo e tem sua origem no movimento orbital dos elétrons ao redor dos átomos, que cria pequenos “loopings" de correntes. Elas, por sua vez, criam campos magnéticos, segundo as leis da eletricidade e magnetismo e, com a aplicação de campo magnético externo tendem a se alinhar de tal forma que se oponham ao campo aplicado. No caso dos condutores, além do alinhamento do movimento orbital dos elétrons, correntes de blindagem são induzidas no material e cancelam parte do campo magnético no seu interior. Se considerarmos um condutor ideal, ou seja, que não apresenta resistência à corrente elétrica, o cancelamento do campo é total, caracterizando o chamado “diamagnetismo perfeito". Nos supercondutores do Tipo 1, o cancelamento do campo magnético interno também é total, porém esse comportamento é distinto do diamagnetismo perfeito. Como podemos ver na Fig. 3, os supercondutores do Tipo 1, no estado supercondutor, possuem campo magnético nulo no seu interior mesmo no caso de o campo magnético externo ser diferente de zero antes da transição supercondutora, diferente do comportamento de um condutor ideal.
“3º ponto: replicações do experimento de Bedford conseguiram encontrar a curvatura. O Martins, sendo a anta que ele é, conseguiu encontrar a curvatura nas ilhas de Sentinela, como mostrei no meu vídeo.”
Se no primeiro experimento de Bedford, Samuel Rowbotham comprovou que o barco e a bandeira eram perfeitamente visíveis durante todo o trajeto mas as replicações comprovaram o contrário, o que tem que ser feito?
“Dependendo do método de amostragem a amostra pode ser fisicamente diferente, ou seja, os dados estão sujeitos a variações do acaso, pois as condições não são completamente homogêneas, isso quer dizer que elas não podem ser controladas ou observadas.”
“Nesse sentido, a repetição é um dos princípios da experimentação que tem a finalidade de controlar a variabilidade do meio, quanto maior o número de repetições de um experimento, menor probabilidade de erro ele tem e menos sensível a valores extremos.”
Nesse caso devem ser feitos outros experimentos mas não no mesmo local, preferencialmente qualquer outro local aleatório no mundo, e isso já foi feito diversas vezes por várias pessoas no mundo inteiro, para determinar qual é a verdade.
E em todos esses outros experimentos, em locais diferentes, a conclusão é a mesma. Não há curvatura.
Um documentário bem interessante registrou diversos experimentos por um grupo de pesquisadores para determinar definitivamente se há ou não curvatura nas águas que concluíram que não há nenhuma curva. Mas os fenômenos ópticos existem, que eles atribuíram inicialmente ao efeito Fata Morgana, que é a refração da luz nas camadas da atmosfera.
É o documentário da Terra Convexa.
Ele foi enviado no YouTube quase 1 anos depois do teu vídeo Desmistificando a Teoria da Plana.
“4º ponto: segundo uma coisa chamada força resultante, a força que prevalece é igual à soma vetorial de todas as forças em jogo. Você consegue vencer o campo gravitacional exercendo uma força maior em sentido contrário, ou exercendo forças em outros sentidos cuja resultante ainda vá apontar para cima. Faça os cálculos e mostre porque isso é impossível.”
Eu não afirmei que é impossível um corpo se movimentar verticalmente.
Eu afirmei que não existe uma força que está intervindo sobre ele empurrando-o para o centro da Terra, impedindo de se movimentar.
Vamos usar os conhecimentos adquiridos estudando Mecânica clássica, das definições corretas e já confirmadas.
Em física, a energia cinética em um objeto é a energia que ele possui devido ao seu movimento. Isto é definido como o trabalho necessário para acelerar um corpo de massa em repouso para que este adquira velocidade. Tendo ganho essa energia durante a aceleração, o corpo mantém essa energia cinética a menos que a sua velocidade mude. A mesma quantidade de trabalho é produzido por um corpo desacelerando da sua velocidade atual para um estado de repouso.
No seu vídeo Desmistificando a Teoria da Terra Plana você diz:
“Mas uma coisa é decorrência direta de outra, você não pode desconsiderar a Gravidade e usar apenas a Lei da densidade ou Lei da flutuabilidade, porque isso não existe.”
Se você quis dizer que não é possível desconsiderar a Gravidade, sua afirmação não é correta.
Se você quis dizer que a Densidade não existe, também não está correto.
O que não existe é uma força gravitacional que ainda nem foi comprovada. Vamos parar de repetir tanta mentira, está claro que isso não existe.
“O que faz corpos flutuarem ou afundarem em um fluido é a força resultante no sistema, que é decorrência da densidade e permite que tal relação seja sustentada.”
A força resultante é igual à energia cinética uma vez que sua definição é: uma grandeza que tem a capacidade de vencer a inércia de um corpo, modificando-lhe a velocidade (seja na sua magnitude ou direção, já que se trata de um vetor).
E essa definição é a mesma da Energia cinética, que é definida como o trabalho necessário para acelerar um corpo de massa em repouso para que este adquira velocidade.
Na verdade, para um corpo se movimentar vertical ou horizontalmente ele precisa vencer apenas a inércia (não a inércia e a força gravitacional) transformando sua Energia potencial (Ep) em Energia cinética (Ec).
“A resultante também é da decorrência de aceleração que, no caso, corresponde à aceleração gravitacional. A sustentação do fato utilizado como base para o argumento é baseada na existência da aceleração gravitacional, fator esse que o mesmo desconsiderou.”
A Força gravitacional ainda não foi comprovada, então é possível desconsiderá-la ou mesmo acreditar que ela nunca existiu.
A força resultante não é decorrente da aceleração gravitacional, porque ela não existe, é da aceleração do próprio corpo de massa em repouso, através da transformação da sua Energia potencial em Energia cinética, adquirindo velocidade e podendo assim movimentar-se vertical ou horizontalmente.
Nada disso que estou escrevendo é ''fabricado'' ou invenção. Tudo isso já está muito bem documentado e confirmado. O que existe é uma confusão gigantesca na comunidade científica.
Alguns dizem que na verdade a comunidade está dividida e outros dizem que está totalmente submissa e vai continuar repetindo mentiras.
Aqui está o Cálculo da Energia cinética (Ec):
https://nateneaver.tumblr.com/image/190995322386
“5° ponto: mostra que a observação “não apenas perturba o que deve ser medido, mas também o produz.” está a anos luz de distância (sentido figurado) de provar que a ligação entre A ligação Mente (Consciência) e Corpo (Matéria) sempre existiu. Você ainda precisa explicar exatamente como ela funciona pra poder usá-la. A experiência da dupla fenda demonstra que a luz tem o caráter de partícula e ondulatório simultaneamente, e essa sua conclusão só aparece quando se considera que a luz é unicamente uma partícula.”
Verdade. Essa experiência não comprova definitivamente se a Mente (consciência) realmente existe e como ela funciona.
De uma forma geral, a ciência moderna estuda o homem sem fazer referências a uma alma imaterial, uma vez que, se existe, não pode ser observada nem medida pelos instrumentos atuais. Apesar disso, alguns cientistas têm tentado encontrar evidências da existência e da natureza da alma humana. Muitas das pesquisas científicas nesse assunto vão em direção das experiência de quase-morte, porém não existem provas conclusivas para a ciência moderna de que realmente os pacientes saíram do próprio corpo, ou se sofreram de alucinações.
Há também alguns cientistas como Ian Stevenson e Brian Weiss que conduziram estudos de caso sobre crianças narrando experiências anteriores ao nascimento, e que poderiam sugerir uma possibilidade de reencarnação (portanto, existência da alma), embora não tenham demonstrado pelo processo científico como isto poderia ocorrer.
Mas ainda não se pode afirmar definitivamente e saber como comprovar que a Mente (consciência) existe ou não, mesmo tendo muitas evidências de que existe muito mais além da matéria inanimada.
Se tu tiver mais interesse eu conheço evidências e uma forma de comprovar que existe ou não algo oposto da Matéria.
Mas não vou escrever ainda sobre isso, porque levariam horas de discussão.
“6º ponto: publique o modelo matemático.”
Tudo que necessita-se para um modelo sem a força gravitacional já existe, o que falta é estruturá-lo ordenadamente e defini-lo em um Tratado.
Até agora não foi comprovado a existência dessa força e assim como aqueles que acreditam nisso estão esperando o manifesto de um novo modelo, nós também aguardamos a detecção de um gráviton para comprovar a força gravitacional.
A questão agora é quem vai conseguir primeiro.
Pelo menos nós ainda podemos criar um novo modelo mas se um gráviton não existir não há como esse modelo continuar sustentável.
“7º ponto: se o conceito não se funde, isso ainda não o invalida, da mesma forma que o fóton não invalida a natureza ondulatória da luz.”
A natureza da Luz já está confirmada e todas as definições foram confirmadas mesmo ela sendo uma dualidade onda-partícula.
Mas a força gravitacional precisa de um mediador (gráviton) para poder confirmar sua existência. E isso ainda não foi comprovado.
Então o que existe até agora são apenas três forças fundamentais, suas respectivas partículas elementares e seus Férmions fundamentais.
Tudo ou mais é conversa fiada.
“8° ponto: eu não disse que não há uma conspiração (isso é assunto pra outra hora). Eu disse que explicações como a sua não são ridicularizadas por nenhuma conspiração, mas porque elas não tem rigor científico. Cálculos são parte do rigor científico.”
Tu escreveu que a razão pela qual explicações parecidas não são levadas a sério não envolve nenhum tipo de conspiração, mas simplesmente porque elas demonstram um entendimento superficial dos assuntos que pretendem refutar, tão superficial que não considera todas as variáveis envolvidas (como a força centrífuga nas marés ou o empuxo no voo).
Mas a conspiração que impede que a informação possa chegar à toda a população.
Até que não seja criado um novo modelo e toda a verdade esclarecida a Comunidade científica vai continuar submissa repetindo as mesmas conversas fiadas.
E foi isso que te perguntei.
Se nós provarmos que existe uma conspiração e que é possível vencê-la pela nossa própria vontade tu nos ajudaria a criar um novo modelo e esclarecer toda a verdade.
Eu fico discutindo com pessoas que têm os mesmos interesses que o teu porque eu acredito que essas pessoas não são tão alienadas como a maioria e que elas vão procurar e encontrar a verdade.
Eu discuto contigo porque considero pessoalmente que tu é bem informado e não manipulado e que, se souber a verdade vai saber o que fazer.
Não é possível aceitar ou negar. Porque é independente de qualquer opinião ou convicção própria. Ainda podemos apenas observar as Leis da realidade de tudo que existe.
Mas eu também to tentando descobrir como podemos modificar a Leis fundamentais da Natureza e criar uma nova realidade. E claro que isso é bem complexo. Mas é possível, só não sei COMO que se pode fazê-lo.
submitted by EquilibriumKyrieL to fabricadenoobs [link] [comments]


2020.02.24 03:57 altovaliriano A Mulher Morena

“Sábado de personagens” ainda no domingo. Fazer o quê?
A mulher morena é uma das mais misteriosas personagens de As Crônicas de Gelo e Fogo. Seu nome e origem nunca foi revelado ao leitor. Pouco mais sabemos sobre ela, mas em resumo a mulher foi entregue por Euron a Victarion como um prêmio. Sabemos que ela é muda e que Victarion a considera bonita.
Porém, em determinado momento da história, fica evidente ao leitor de que a mulher morena é mais do que parece ser. A tripulação de Victarion resgata do mar Moqorro, um sacerdote de R’hllor enviado pelo Templo Vermelho para auxiliar Daenerys em Meereen, e leva-o a Victarion, pois o homem afirma estar sabendo de que o Capitão de Ferro corre perigo de morte. Quando um mal súbito atinge Victarion, ele e Moqorro vão à sua cabine e o seguinte ocorre:
Quando abriu a porta da cabine do capitão, a mulher morena se virou em sua direção, silenciosa e sorridente... mas, quando viu o sacerdote vermelho ao lado dele, seus lábios se afastaram de seus dentes, e ela sibilou em súbita fúria, como uma serpente. Victarion a acertou com as costas da mão boa e a derrubou no chão.
– Quieta, mulher. Vinho para nós dois. [...]
(ADWD, O Pretendente de Ferro)
A hostilidade da mulher morena para com Moqorro parece uma indicação muito forte sobre a origem e propósito da personagem na história. A partir deste fato apenas, leitores foram levados às mais loucas especulações sobre a identidade da misteriosa serva-amante de Victarion. Entretanto, se o reino das especulações produz resultados estranhos, posso afirmar que as evidências presente no próprio texto não são menos estranhas. Se analisadas em sua literalidade, o texto produzido pelo próprio Martin aponta para direções completamente ininteligíveis.
Analisemos.

Fenótipo, aparência e semelhanças

Fenótipo é o resultado da expressão dos genes do organismo, da influência de fatores ambientais e da possível interação entre os dois. No contexto deste texto, o fenótipo da mulher morena é algo que poderia nos dar uma dica sobre sua herança genética.
Esse herança genética PODE nos ajudar a determinar a cultura na qual ela nasceu, mas é claro que isso não permite nos concluir com absoluta certeza que ela pertence esta cultura. Um bom exemplo de personagem cujo fenótipo pode ser usado para nos confundir é Sarella Sand, que pertence à cultura westerosi, apesar de que sua aparência denotaria ter nascido nas Ilhas do Verão.
Entretanto, diante das poucas informações disponíveis sobre a mulher morena, esta análise se torna necessária. Em verdade, o próprio Martin parece estar induzindo os leitores a realizar estas investigações, pois ele mesmo deposita dicas disso no texto:
Sua pele era negra. Não o marrom castanho dos ilhéus do Verão com seus navios cisne, nem o marrom-avermelhado dos senhores dos cavalos dothrakis, nem a cor de carvão-e-terra da pele da mulher morena*, mas negra. Mais negra que carvão, mais negra do que o azeviche, mais negra do que as asas de um corvo.*
(ADWD, O Pretendente de Ferro)
Na passagem acima, vê-se que Martin descarta através de Victarion que a mulher morena pertence às culturas dos Ilhéus do Verão e dos senhores de cavalo Dothraki. A exclusão das Ilhas do Verão é especialmente útil, haja vista onde Euron ALEGA ter encontrado a mulher morena:
INGLÊS: As a reward for his leal service, the new-crowned king had given Victarion the dusky woman, taken off some slaver bound for Lys.
PORTUGUÊS: Como recompensa por seu leal serviço, o recém-coroado rei dera a Victarion a morena, roubada de algum mercador de escravos a caminho de Lys*.*
(AFFC, O Pirata)
Eu acho curioso a forma como fica apenas implícito de que Euron teria capturado a Mulher Morena nos porões de um navio de escravos indo para Lys, quando, na verdade, nada disso está escrito no texto. Não se menciona qualquer navio, nem que ela era uma escrava. Tão facilmente como tomou Falia Flowers quando invadiram o Castelo dos Hewett, Euron poderia muito bem ter tomado a amante de um mercador de escravos.
Mas evitemos a interpretação segundo a qual Martin, a esta altura da história, está tentando nos confundir com jogos de palavras. Que outras opções de origem teria uma mulher “bela, com uma pele tão castanha quanto teca oleada”?
Aqueles que partirem para O Mundo de Gelo e Fogo em busca de auxílio encontrarão logo a seguinte referência sobre os habitantes de Naath:
O povo nativo da ilha é uma raça bonita e gentil, com rostos redondos, pele escura e grandes olhos suaves cor de âmbar, em geral salpicados de dourado.
[...~]
O Povo Pacífico sempre teve um bom preço, dizem, pois são tão inteligentes quanto gentis, belos de se olhar e rápidos em aprender a obediência*. É relatado que* uma casa de prazer em Lys é famosa por suas garotas naathi*, que usam diáfanos vestidos de seda e são adornadas com asas de borboletas alegremente pintadas.*
(TWOIAF, Naath)
As descrições tem certa compatibilidade com as características relatadas da mulher morena. Entretanto, os característicos olhos amarelados teriam sido notados facilmente mesmo por alguém tão tapado quanto Victarion. Por outro lado, depois da demonstração de fúria perante Moqorro, acredito que pouco classificariam a mulher morena como “gentil”.
Caso continuemos a pesquisa no livro de meistre Yandell, logo encontraremos uma outra descrição sobre o povo de Leng que é bastante capciosa:
Os lengii nativos são talvez os mais altos de todas as raças da humanidade, com muitos homens entre eles chegando a mais de dois metros de altura, e alguns até com dois metros e meio. De pernas longas e esguios, pele cor de teca oleada*, eles têm grandes olhos dourados e supostamente podem ver mais longe e melhor do que outros homens,* especialmente à noite. Embora formidavelmente altas*, as mulheres lengii são notoriamente ágeis e encantadoras, de* beleza insuperável*.*
(TWOIAF, Leng)
A descrição da pele é inteiramente simétrica àquela da mulher morena (fornecida por VIctarion). Na verdade, é curioso perceber que a única vez que a expressão “teca oleada” é usada para descrever a pele de alguém ocorre com a mulher morena. A única outra vez em que essa analogia é usada é como o povo de Leng, fora da saga principal, em um livro acessório.
Entretanto, há mais problemas aqui do que soluções. Novamente temos a descrição do dourado dos olhos (que seriam difíceis de Victarion ignorar), a altura formidável e a beleza insuperável. Ainda que possamos alegar que Victarion é um homem alto, próximo dos 2 metros de altura (segundo estimativas dos leitores), seria difícil que ele ignorasse que a mulher morena fosse muito alta para uma mulher e de beleza insuperável.
Desse modo, acredito ser seguro descartar Leng e seguir. Não há mais nenhuma referência a características que se assemelhem à da mulher morena (fora das Ilhas do Verão, que já foram descartadas em nossas premissas acima), porém existe uma referência a um povo no estrangeiro que por vezes sofre o mesmo destino reservado à mulher morena:
Não é surpresa que Sothoros seja pouco povoado quando comparado com Westeros ou Essos. Duas dezenas de pequenas vilas de comércio se amontoam na costa norte ‒ vilas de lama e sangue*, alguns dizem: molhadas, úmidas e cheias de miséria, onde aventureiros, trapaceiros, exilados e* prostitutas das Cidades Livres e dos Sete Reinos vêm fazer fortuna.
Há riquezas escondidas entre as selvas, pântanos e taciturnos rios banhados pelo sol do sul, sem dúvida, mas, para cada homem que encontra ouro, pérolas ou especiarias preciosas, há uma centena que encontra apenas a morte. Os corsários das Ilhas Basilisco atacam esses assentamentos, levando cativos que serão mantidos confinados em Garra ou na Ilha das Lágrimas antes de serem vendidos para os mercados de carne da Baía dos Escravos, ou para as casas de prazer e jardins de prazer de Lys*.*
(TWOIAF, Sothoros)
Embora seja muito vago afirmar que esta é uma origem em potencial para a mulher morena (pois, virtualmente, é o mesmo que dizer que ela poderia ter vindo de qualquer lugar do mundo), a menção de que prostitutas das cidades livres que se aventuram em Sothoryos podem acabar em Lys pode nos ajudar a esclarecer algumas dúvidas sobre seu comportamento esquisito (vide abaixo).
Portanto, ainda que não possamos determinar sua origem, a análise acima nos permite começar a descartar algumas opções. Inclusive, percebemos que a mulher morena tem um pele de uma tonalidade ímpar (teca oleada), o que pode indicar que ela pertença a um povo que ainda não foi descrito pro Martin.
Entrentanto, há uma última analogia que não pode deixar de ser registrada:
“Não quero nenhuma de suas sobras”, dissera desdenhosamente ao irmão, mas quando Olho de Corvo declarou que a mulher seria morta se não a aceitasse, fraquejou. A língua dela tinha sido arrancada, mas exceto por este pormenor estava intacta, e era também bela, com uma pele tão castanha quanto teca oleada. Mas, por vezes, quando a olhava, surpreendia-se lembrando da primeira mulher que o irmão lhe dera*, para fazer dele um homem.*
(AFFC, O Pirata)
Sendo Euron alguém conhecido por apreciar jogos mentais, a escolha de alguém que se assemelhasse com a primeira mulher que Victarion havia recebido pode ter sido deliberada. Este detalhe pode ter sido essencial para capturar a memória afetiva de Victarion e fazer com que ele mais facilmente aceitasse o presente de Euron.
Não fica claro se por “primeira mulher” Victarion está falando de sua primeira esposa (que morreu no parto de uma menina natimorta) ou se ele estaria se referindo à primeira mulher com que se deitou. Curiosamente, esta dúvida se aprofunda quando vemos observamos os pensamentos de Victarion no capítulo liberado de Os Ventos do Inverno:
[Spoilers de Os Ventos do Inverno]Enquanto estava na proa do Vitória de Ferro vendo os navios mercantes de Uma-orelha desaparecem um a um ao oeste, as faces dos primeiros inimigos que matara voltaram a Victarion Greyjoy. Ele pensou em seu primeiro navio, em sua primeira mulher.
(TWOW, Victarion)
De todo modo, o importante é que a mulher morena desperta nele esta memória afetiva. Com efeito, o próprio Victarion não parece compreender porque aceitou a mulher ou mesmo porque não cumpriu seu desejo de sacrificá-la, a despeito de ter a perfeita noção de que qualquer presente de Euron é um presente de grego:
A mulher morena não respondeu. Euron havia cortado sua língua antes de dá-la para ele. Victarion não duvidada que o Olho de Corvo tivesse dormido com ela também. Era o jeito do seu irmão. Os presentes de Euron são envenenados, o capitão lembrara a si mesmo no dia em que a mulher morena veio a bordo*. Não quero nenhum de seus restos. Decidira, então, que cortaria a garganta dela e a atiraria ao mar, um sacrifício de sangue para o Deus Afogado.* De alguma forma, contudo, jamais chegara nem perto de fazer isso*.*
(ADWD, O Pretendente de Ferro)
Pior, esta sensação de familiaridade poderia justificar também a razão pela qual Victarion confiava seus segredos a ela. Não que a mudez da mulher não tenha parte nisso. Afinal, é o que os próprios pensamentos de Victarion indicam:
Cada vez mais, temia que tivessem navegado longe demais, em mares desconhecidos onde até mesmo os deuses eram estranhos... mas, essas dúvidas, ele confidenciava apenas para sua mulher morena, que não tinha língua para repeti-las.
[...]
Victarion podia falar com a mulher morena. Ela nunca tentava responder.
(ADWD, O Pretendente de Ferro)
Contudo, isto não explica outros momentos em que Victarion observa ter uma conexão com a mulher morena que independem da confidencialidade verbal. Para estas situações, a memória afetiva me parece funcionar como uma justificativa muito melhor:
A mulher morena sabia o que ele queria sem que tivesse que pedir. Quando ele relaxou em sua cadeira, ela pegou um pano úmido e macio da bacia e o colocou em sua testa.
(ADWD, O Pretendente de Ferro)
Outros exemplos disto são a forma como Victarion parece confiar na mulher morena não só mais do que em Meistre Kerwin, capturado em escudoverde (o que é até justificável, pois os nascidos do ferro parecem desconfiar dos meistres, especialmente em um que servia a uma Casa inimiga derrotada)...
– Pegue esta sujeira e vá. – Victarion acenou para a mulher morena. – Ela pode fazer o curativo.
(ADWD, O Pretendente de Ferro)
... mas talvez até mais do que confia em Moqorro:
– [...] Gostaria que eu o sangrasse?
Victarion agarrou a mulher morena pelo pulso e a puxou para si.
Ela fará isso. Vá orar ao seu deus vermelho. Acenda seu fogo, e me diga o que vê.
Os olhos escuros de Moqorro pareceram brilhar.
– Vejo dragões.
(TWOW, Victarion)
No aspecto sexual, mesmo diante de sete mulheres treinadas para o prazer pelo Yunkaítas, Victarion diz-se satisfeito com sua mulher morena até que chegue o dia de tomar Daenerys para si:
Os senhores de escravos de Yunkai as haviam treinado no caminho dos sete suspiros, mas não era para isso que Victarion precisava delas. Sua mulher morena era suficiente para satisfazer seus apetites até que pudesse chegar a Meereen e reivindicar sua rainha.
(ADWD, Victarion)
A confiança na mulher morena é a tal ponto acentuada, que Victarion passa a suspeitar que seu meistre poderia estar causando a infecção do ferimento em sua mão. Ela é uma das duas únicas pessoas tratando seu ferimento em todo o barco, mas ele não só a exclui da lista de suspeitos como confidencia a ela suas suspeitas sobre Kerwin:
– Se não foi Serry, então quem? – perguntou para a mulher morena. – Poderia aquele rato daquele meistre estar causando isso? Meistres conhecem feitiços e outros truques. Ele pode estar usando um para me envenenar, esperando que eu o deixe cortar minha mão fora. – Quanto mais pensava nisso, mais provável lhe parecia. – O Olho de Corvo o deu para mim, criatura miserável que é. – Euron tirara Kerwin de Escudoverde, onde estava a serviço de Lorde Chester, cuidando de seus corvos e ensinando seus filhos, ou talvez de outros nas redondezas. E como o rato guinchava quando um dos mudos de Euron o entregara a bordo do Vitória de Ferro, arrastando-o pela corrente em seu pescoço. – Se isso é por vingança, ele se engana comigo. Foi Euron quem insistiu que ele fosse levado, para evitar que causasse danos com suas aves. – Seu irmão lhe dera três gaiolas de corvos também, para que Kerwin pudesse mandar notícias de sua viagem, mas Victarion proibira que fossem soltas. Que fique de molho, se perguntando o que está acontecendo.
(ADWD, O Pretendente de Ferro)
É claro que pode-se arguir que Victarion simplesmente é burro e não vê coisas que simplesmente estão acontecendo sob seu nariz. Entretanto, o que me surpreende neste diálogo é que ele cita Kerwin ser um presente envenenado de Euron como motivo para sua suspeita, sendo que ele está falando diretamente para o primeiro presente que ele mesmo julgou envenenado.
Assim, me parece que isto demonstra que Victarion realmente desenvolveu um elo afetivo com a mulher, não APENAS que ele é burro.

Comportamentos e habilidades curiosos

A mulher morena é estranha e age de forma estranha.
A primeira coisa a se registrar são as suspeitas do fandom. Os leitores em geral acreditam que a mulher morena espia Victarion para Euron. Pouquíssimos arriscam dizer que ela é uma espiã dos magos de Qarth (Warlocks). Entretanto, tanto os primeiros quanto os últimos dizem que a espionagem se dá de forma mágica.
Alguns dizem que Euron entra na pele da mulher morena (assumindo como verdadeira a teoria de que Euron é um troca-peles poderoso) para interagir com Euron. Outros dizem que Euron ou os warlocks simplesmente usam os ouvidos e olhos da mulher morena para clariaudiência ou clarividência, sem propriamente ter controle sobre ela.
Porém, eu não acredito que essas especulações tenham fundamento textual, mas partem de um sentimento geral de suspeita que é causado pelo que está no texto. Examinemos cada caso.
Lembram-se que eu disse que a menção de O Mundo de Gelo e Fogo sobre “prostitutas das cidades livres que se aventuram em Sothoryos poderem acabar em Lys” iria nos ajudar a esclarecer o comportamento esquisito da mulher morena? Pois bem, chegou a hora.
Victarion estava guerreando no Vago, quando retorna a sua cabine para ter com a mulher morena:
Em sua apertada cabine de popa, foi encontrar a mulher morena, úmida e pronta*; a batalha talvez também tivesse aquecido seu sangue.*
(AFFC, O Pirata)
Não é estranho que uma mulher que havia sido capturada e entregue a Victarion como uma escrava estivesse “úmida e pronta” assim que seu atual captor irrompesse pela porta vestido em armadura, suado e sangrando?
É claro que simplesmente poderíamos, como Victarion (mau sinal...), assumir que a batalha a tivesse excitado. Ou que Victarion seja mais atraente do que podemos pensar.
Mas não seria igualmente possível pensar que este seria um indício de que a mulher morena tem experiência como concubina?
É sabido que Martin fez com que os meistres da Cidadela tivesse um conhecimento de medicina mais avançado do que aqueles disponíveis para os praticante da medicina da Idade Média do mundo real. Entretanto, não está claro que este grau avançado de desenvolvimento também aconteça nas demais civilizações do resto do mundo que Martin criou.
Na verdade, parece que não, pois Mirri Maz Durr cita que aprendeu artes curativas com o Arquimeistre Marwyn, o que parece indicar que a Cidadela detém os melhores conhecimentos médicos do mundo:
Uma cantora de lua de Jogos Nhai deu-me de presente as suas canções de parto, uma mulher do seu povo cavaleiro ensinou-me as magias do capim, dos grãos e dos cavalos, e um meistre das Terras do Poente abriu um cadáver e mostrou-me todos os segredos que se escondem sob a pele.
Sor Jorah Mormont interveio.
– Um meistre?
– Chamava-se Marwyn – respondeu a mulher no Idioma Comum. – Do mar. Do outro lado do mar. As Sete Terras, disse ele. Terras do Poente. Onde os homens são de ferro e os dragões governam. Ensinou-me esta língua.
(AGOT, Daenerys VII)
Ocorre que a mulher morena parece ter bons conhecimentos sobre como tratar um ferimento:
A morena lavou o ferimento com vinagre fervido*. [...] Victarion dirigiu-se à morena enquanto ela enfaixava sua mão com* linho*. [...]*
(AFFC, O Pirata)
A mulher morena estava enfaixando sua mão com linho limpo, enrolando a faixa seis vezes ao redor da palma, quando Aguado Pyke apareceu [...].
(ADWD, O Pretendente de Ferro)
Em verdade, o tratamento que a mulher morena vinha aplicando a Victarion era justamente o que o meistre aplicava após punção dos ferimentos:
Sangue era bom. Victarion grunhiu em aprovação. Sentou-se firme enquanto o meistre secava, apertava e limpava o pus, com quadrados de tecido macio fervidos em vinagre*. Quando terminou, a água limpa na bacia tinha se tornado uma sopa espumante. A visão por si só podia fazer qualquer homem enjoar.*
(ADWD, O Pretendente de Ferro)
A mulher morena até demonstrou ter mais intimidade com este tipo de ferimentos do que o próprio meistre Kerwin. O rosado meistre não é referência de estômago forte, claro, mas a reação de nojo da mulher morena é tão econômica, que parece apontar para certa prática no assunto:
O pus que irrompeu era grosso e amarelo como leite azedo. A mulher morena torceu o nariz para o cheiro, o meistre segurou a ânsia de vômito e até Victarion sentiu seu estômago revirar.
(ADWD, O Pretendente de Ferro)
Por outro lado, apesar de ficar parecendo pela passagem abaixo que Victarion também poderia conhecer estes procedimentos (o que não seria impossível, já que o Cão de Caça demonstrou conhece-los também quando estava com Arya), eu acredito que Victarion simplesmente está com a memória ruim, pois quem lavou primeiro o ferimento foi a mulher morena (vide citação acima):
Um arranhão de um gatinho, Victarion disse para si mesmo, depois. Lavara o corte, despejara um pouco de vinagre fervido sobre ele, enfaixara-o e deixou de pensar naquilo, acreditando que a dor diminuiria e a mão se curaria com o tempo. Em vez disso, a ferida tinha infeccionado, até que Victarion começou a se perguntar se a lâmina de Serry estava envenenada. Por que mais a ferida se recusaria a sarar?
(ADWD, O Pretendente de Ferro)
De fato, como o procedimento está correto e a medicina westerosi é mais avançada do que a medieval, muitos leitores se teorizam que a mulher morena poderia estar de alguma forma envenenando Victarion, ou ao menos matando-o devagar ao fazer algo para não permitir a cicatrização do corte.
Há até mesmo uma passagem em que vimos que o único procedimento sugerido pelo meistre que não é adotado pela mulher morena é tentar drenar o ferimento em local aberto:
O meistre sugerira que o ferimento seria mais bem drenado no convés, no ar fresco e à luz do sol, mas Victarion proibira. Aquilo não era algo que sua tripulação pudesse ver. Estavam a meio mundo de casa, longe demais para deixá-los ver seu capitão de ferro começar a enferrujar.
(ADWD, O Pretendente de Ferro)
Caso ela realmente estivesse piorando a condição de Victarion, evitar o convés seria uma atitude compatível. O problema é descobrir com que finalidade ela estaria fazendo isso. O que nos leva ao próximo e principal item desta lista
· Reconhece Moqorro como perigoso
A reação explosiva da mulher morena ao ver Moqorro parece significar que ela o acha perigoso. Mas perigoso como? Para quem? Bem, a resposta depende de saber quem realmente é a mulher morena e quais seus propósitos.
Aqueles que acham que ela está sendo possuída magicamente ou servindo de olhos e ouvidos para poderes de clarividência e clariaudiência, seja por parte de Euron ou dos Warlocks, pensam que estes sabem que Moqorro põe seus planos em riscos, pois os poderes do sacerdote vermelho permitem saber que a mulher morena é uma marionente.
Já aqueles que acreditam que a mulher morena está envenenando ou adoecendo Victarion pensam que a reação dela se deu em decorrência de que ela sabe dos poderes “curativos” do sacerdote e que todo o trabalho que ela está tendo será perdido no momento em que Moqorro entrar em ação.
E há aqueles que acreditam que a mulher morena sabe que Moqorro não está ali para curar Victarion, mas sim para trazer um sofrimento ainda maior. Nesta hipótese a mulher morena estaria tentando avisar Victarion sobre o perigo que Moqorro representa, mas não tem como expressar isso devido à mudez e à personalidade tosca de Victarion.
Porém, todos concordam em um ponto: a mulher reconheceu Moqorro. A pergunta não deveria ser “que tipo de perigo ela acha que Moqorro representa”. Isso acho dificílimo de adivinhar. Mas parece um pouco mais factível se especular sobre “de onde ela conhece Moqorro ou alguém como Moqorro”.
Para isso precisamos listar as características visíveis sobre Moqorro. Aquelas que fariam alguém entender quem ele é logo à primeira vista:
  1. Porte físico impressionante
  2. Cor de pele singular
  3. Tatuagens de chamas no rosto
Quanto ao porte físico, duvido que isso faça alguma diferença para a mulher morena, haja vista que há homens como Andrik, o Sério entre os homens de ferro.
A cor de pele da pele de Moqorro pode gerar duas reações. Uma demonstração simples de racismo, como ocorreu com os primeiros Ghiscari a chegarem às Ilhas do Verão (TWOIAF, As Ilhas do Verão). Ou a cor pode realmente vir de algo que lembre “um homem que foi tostado nas chamas até que sua carne carbonizou e caiu soltando fumaça de seus ossos”.
Nesse último caso, a cor da pele de Moqorro denunciaria algum grau avançado de poder místico. O fato de a mulher morena ter percebido isto induz a pensa que ela pode ter tido algum encontro com este tipo de pessoa no passado. Um encontro traumático, claro.
Por fim, se forem as tatuagens, simplesmente a mulher morena tem algo contra sacerdotes de R’hllor.
A parte interessante é que Moqorro não mostra interesse algum na mulher. Mas Moqorro não mostra interesse algum em ninguém, nem mesmo os tripulantes que pediram que Victarion o matasse.
Os homens de Euron são compostos de “mudos e mestiços”. Isso quer dizer que os mestiços não são necessariamente mudos. Vimos, inclusive, que um dos filhos bastardos mestiços de Euron fala. Portanto, cortar a língua da mulher morena foi uma atitude deliberada de Euron. Ou ela era parte da tripulação como os demais mudos?
Por outro lado, diante de tantas possibilidades de origens estrangeiras para a mulher, fica a pergunta: ela fala a língua comum? Sequer entende o que Victarion está falando?

Propósito e futuro

Se a mulher é uma espiã de Euron, então Euron está fazendo uma farta colheita. Mas de que serve toda esta informação agora? Será útil a Euron ou aos Warlocks no futuro saber que Moqorro está com Daenerys? Ou as notícias de que Daenerys está morta já podem ser suficientes?
Em suma, que futuro existirá para a mulher morena se tantas pessoas apostam na morte de Victarion? O próprio Victarion pensa em fazê-la de camareira:
– Ela será minha esposa, e você será minha camareira. – Uma camareira sem língua nunca deixaria escapar nenhum segredo.
Ele poderia ter dito mais, mas foi então que o meistre chegou, batendo na porta da cabine, tímido como um rato.
(ADWD, O Pretendente de Ferro)
Há também a possibilidade de que ela carregue um filho de Euron em si. Afinal, o próprio VIctarion suspeita de que Euron já havia se deitado com a mulher antes de passa-la a ele.
Por terminar as especulações sem spoilers, seria a mulher morena uma feiticeira com poderes próprios e um objetivo claro em Meereen?

Especulações com spoilers de Ventos do Inverno

O capítulo de Victarion em Ventos do Inverno não é completo. Ele termina com algumas notas sem transcrição literal dos eventos:
❖ A mulher morena sangra o braço de Victarion em uma bacia. Victarion esfrega o sangue no berrante, murmurando suavemente para ele “​Meu berrante… dragões…”;
❖ Victarion masturba a mulher morena, não há penetração. Ele pensa que não gosta de transar antes da batalha;
❖ A mulher morena o ajuda a colocar a armadura, ele faz um discurso vibrante para a tripulação, e eles velejam em direção a Meereen.
(TWOW, Victarion)
Como a mulher morena é citada em todas as notas finasi, algumas perguntas ficam no ar:
Se Euron ou os Warlocks estão assistindo VIctarion reinvindicar o berrante via mulher morena, eles teriam algo preparado para fazer caso isso acontecesse? Fazia parte dos planos?
Qual é a importância de Victarion masturbar a mulher morena? Teria alguma relação com o braço que ele usa para fazer isso? Victarion usaria seu braço fumacento para fazer algo do tipo? Por que diabos ele faria algo do tipo?
A mulher morena fica para trás no navio quando os nascidos no ferro descem para atacar Meereen. Ela pode sabotar alguma parte dos planos? Teria alguma relação com o Atador de Dragões?
submitted by altovaliriano to Valiria [link] [comments]


2020.02.22 03:31 altovaliriano Harpa de Rhaegar nas criptas de Winterfell

Texto original: https://cantuse.wordpress.com/2014/07/31/the-secret-in-the-winterfell-crypts/
Autor: Cantuse
Título original: The Secret in the Winterfell Crypts

Eu tenho uma teoria sólida sobre um possível segredo que mudaria tudo que sabemos sobre as criptas de Winterfell:
A singular harpa de cordas de prata de Rhaegar está no túmulo de Lyanna.
--------------------------------------------------------
– Fará uma canção para ele? – a mulher perguntou.
– Ele já tem uma canção. É o príncipe que foi prometido, e é sua a canção de gelo e fogo [...]
(ACOK, Daenerys IV)
Esta citação é sobre Aegon e se dá entre Elia e Rhaegar. Lembre-se do que Marwyn diz: "A profecia é como uma mulher traiçoeira" . Rhaegar pode estar errado sobre Aegon; ou, mais provavelmente, ele acredita que uma ou todas as três 'cabeças do dragão' são/é o príncipe que foi prometido.
Tematicamente, é mais sensato se Jon Snow for o Príncipe que foi prometido. Especialmente quando você considerar sua paternidade. Apenas combine as palavras Stark e Targaryen. Observe também que, se atualmente você acredita que os pais de Jon são Rhaegar e Lyanna, Jon é possivelmente um 'príncipe prometido', com base nas lembranças de Ned sobre as palavras finais de Lyanna: “Prometa-me, Ned” .

A QUESTÃO DA LEGITIMIDADE

Eu estava profundamente em conflito quando li A Dança dos Dragões pela primeira vez.
Eu sempre acreditei na teoria "R + L = J", então sabia que tinha um viés pessoal: que Jon deve ser um protagonista central e um verdadeiro 'Targaryen secreto', que esse Aegon VI ("Jovem Griff”) Era apenas um pretendente. Eu lutei com esse preconceito contra Aegon VI por algum tempo, sem respostas reais à vista. Intelectualmente, sabia que não poderia responder à pergunta de quem é realmente legítimo.
* * *
Comprovando legitimidade
Ocorreu-me então que havia um método mais prático de abordar a questão, a formação de uma pergunta que fornece possíveis respostas ao mistério: "Como uma pessoa prova legitimidade?"
Isso representa um desafio para Aegon e Jon. Olhando para eles de perto:
Não basta aparecer como um Targaryen ou se declarar um; você precisa de legitimidade, precisa de provas. Os senhores de Westeros já duvidam de sua legitimidade, então ele deve provar ou subjugar todos eles. Em algum momento, ganhar vassalos com uma pretensão legítima será mais valioso do que conflito. Também não ajuda que ele seja apoiado pela Companhia Dourada. Diz bastante que ele e seus conselheiros saibam disso, e é por essa razão que ele está inicialmente empenhado em garantir a mão de Daenerys no casamento; assima ele terá o sangue dela e seus dragões para estabelecê-lo.
Ele está supostamente morto, mas lembre-se: se a noção de estabelecer alguma conexão entre Jon e Rhaegar for importante para a história, independentemente do status vital dele, essa teoria ainda será útil. Ninguém além de Howland Reed tem conhecimento da hereditariedadede Jon, então ele não teria necessidade de encontrar algo parecido com essa harpa. Mas para aqueles de nós que gostariam de vê-lo revelado como Targaryen bastardo ou verdadeiro, Azor Ahai ou o príncipe prometido, ele também deve provar isso a si mesmo e/ou aos demais.
O próximo passo lógico é perguntar: "O que reforçaria significativamente uma pretensa ascendência Targaryen?"
Observe que não há Targaryen vivo e universalmente reconhecido (fora Daenerys) que possa garantir a autenticidade de uma pessoa. Isso também é verdade para um não-Targaryen que tenha amplo conhecimento da legitimidade de um candidato. Assim, não há pessoas vivas que possam declarar genuína e legalmente uma pessoa como um verdadeiro Targaryen, apenas pela força da palavra. Isso seria verdade tanto para Jon Connington quanto para Stannis e Howland Reed.
Simplificando, os nobres de Westeros não têm razões intrínsecas para assumir que um candidato é legítimo apenas com base em palavras.
* * *
A necessidade de evidência
Conseqüentemente, os senhores de Westeros precisarão de evidências objetivas e físicas de legitimidade antes que possam ponderar seriamente a autenticidade de um suposto Targaryen.
Mas que tipo de evidência causaria esse tipo de contemplação?
Meus primeiros pensamentos foram para as espadas valirianas Irmã Sombria e Fogonegro.
Infelizmente, ambas as espadas estão associadas a linhagens bastardas de Targaryen, cada uma manchada por histórias que realmente prejudicariam qualquer reivindicação de legitimidade.
As duas também permaneceram invisíveis por vários anos. Portanto, podem haver sérias questões logísticas sobre se elas permaneceram em famílias de sangue Targaryen verdadeiro ou bastardo: não existe uma "cadeia de custódia " confiável para sugerir que um portador atual tenha algum legítimo relacionamento com a dinastia Targaryen.
Portanto, parece que a ideia de que as lâminas Targaryen possam demonstrar legitimidade é, na melhor das hipóteses, incerta. Mas a exploração da ideia não foi sem benefícios: chegamos a uma constatação valiosa.
Nós, leitores, sabemos inerentemente que, se algum tipo de prova exsistir, será algo que é:
  1. Bem conhecido pelos grandes senhores e damas do reino,
  2. Universalmente reconhecido como um símbolo da verdadeira linhagem Targaryen,
  3. Possui uma forte cadeia de custódia,
  4. E de alguma forma demonstra a hereditariedade de um pretendente.
* * *
Usando informações meta-textuais
Também podemos explorar algum conhecimento de fatores que existem fora dos próprios livros .
No quinto livro de uma série de sete livros, seria um pouco sofisticado introduzir uma nova evidência na história, apenas com o objetivo de responder ao enigma da legitimidade. Provavelmente seria visto pelos leitores como uma desculpa esfarrapada, um artifício inventado para que Martin se livrasse de um problema no qual ele mesmo havia se metido.
Martin já declarou que quer evitar escrever esse final para a série porque estava descontente com o final de Lost . Além disso, conhecendo a preferência de Martin por implementar indícios subliminares de eventos futuros, a evidência que será usada é provavelmente algo que está debaixo de nossos narizes . O tipo de coisa que vamos nos surpreender quando olharmos em retrospectiva.
* * *
Um momento Eureka!
Lá estava eu, fazendo um brainstorming de todos os artefatos, volumes e tesouros possíveis dos Targaryen em que eu pudesse pensar. Em certo momento, eu estava em uma divagaão, ruminando sobre as seguintes passagens:
Quando criança, o Príncipe de Pedra do Dragão era extraordinariamente dado à leitura. Começou a ler tão cedo que os homens diziam que a Rainha Rhaella devia ter engolido alguns livros e uma vela enquanto ele estava em seu ventre. Rhaegar não tinha nenhum interesse pelas brincadeiras das outras crianças. Os meistres ficavam assombrados com sua inteligência, mas os cavaleiros do pai trocavam gracejos amargos sobre Baelor, o Abençoado, ter renascido. Até que um dia o Príncipe Rhaegar encontrou algo em seus pergaminhos que o mudou. Ninguém sabe o que pode ter sido, só se sabe que o garoto apareceu no pátio uma manhã, no momento em que os cavaleiros vestiam as armaduras. Foi direito a Sor Willem Darry, o mestre de armas, e disse: “Vou precisar de espada e armadura. Parece que tenho de ser um guerreiro.”
(ASOS, Daenerys I)
– A perícia do Príncipe Rhaegar era inquestionável, mas ele raramente entrava nas liças. Nunca gostou da canção das espadas, como Robert ou Jaime Lannister gostavam. Era algo que tinha de fazer, uma tarefa que o mundo tinha lhe atribuído. Desempenhava-a bem, pois fazia tudo bem. Era essa a sua natureza. Mas não tirava dela nenhuma alegria. Os homens diziam que o Príncipe Rhaegar gostava muito mais da harpa do que da lança.
(ASOS, Daenerys IV)
– Mas que torneios meu irmão ganhou?
– Vossa Graça. – O velho hesitou. – Ele ganhou o maior torneio de todos.
(ASOS, Daenerys IV)
– Sim. E, no entanto, Solarestival era o lugar que o príncipe mais amava. Ia para lá de tempos em tempos, acompanhado apenas de sua harpa. Nemmesmo os cavaleiros da Guarda Real o serviam ali. Gostava de dormir no salão arruinado, sob a lua e as estrelas, e sempre que regressava trazia uma canção. Quando se ouvia o príncipe tocar sua harpa com cordas de prata e cantar a respeito de penumbras, lágrimas e a morte de reis, era impossível não sentir que ele estava cantando sobre si e sobre aqueles que amava.
(ASOS, Daenerys IV)
O que surge daí é que parece que Rhaegar tinha a intenção de ganhar o Torneio em Harrenhal por algum motivo, mas estava muito pouco interessado em cavalaria e combate. De fato, é fortemente demonstrado que Rhaegar estava muito mais interessado em tocar sua harpa e ler pergaminhos antigos.
De repente, tive um pensamento radical!
E se Rhaegar nunca quis ser um lutador, mas apenas o fez para conhecer Lyanna. E, portanto, fora esse torneio, ele preferisse apenas continuar tocando sua harpa !?
Essa ideia pode não ser verdadeira e não é realmente importante para a teoria deste ensaio. O que importa é que a harpa assomou-se em minha mente.
Foi quando a epifania me atingiu como uma bigorna:
É aquela maldita harpa.
A idéia rapidamente se formou: a harpa de Rhaegar seria central para estabelecer a autenticidade . Atende quase imediatamente a todos os requisitos que estabeleci acima, em um nível mais preciso e objetivo do que qualquer sugestão concorrente.
* * \*

A força de uma harpa

Então, como a harpa de Rhaegar atende aos três requisitos que eu expus na seção anterior?
  1. Como sabemos que é bem conhecido em Westeros?
  2. Como sua autenticidade pode ser confirmada, como um sinal da verdadeira herança Targaryen?
  3. Como podemos verificar se ela possui uma forte cadeia de custódia, indicando que não caiu nas mãos de um pretendente inescrupuloso?
  4. Como um objeto como a harpa realmente prova a herança do sangue?
Reconhecimento: Um Instrumento Bem Conhecido
Em primeiro lugar, existem muitos personagens importantes que fornecem lembranças ou observações específicas sobre a harpa de Rhaegar:
Quando se ouvia o príncipe tocar sua harpa com cordas de prata e cantar a respeito de penumbras, lágrimas e a morte de reis, era impossível não sentir que ele estava cantando sobre si e sobre aqueles que amava.
(ASOS, Daenerys IV)
Dany não conseguia abandonar o assunto.
– É sua a canção de gelo e fogo, disse meu irmão. Tenho certeza de que era meu irmão. Não Viserys, Rhaegar. Tinha uma harpa com cordas de prata.
O franzir de testa de Sor Jorah aprofundou-se tanto que as sobrancelhas se juntaram
– O Príncipe Rhaegar tocava uma harpa assim – ele anuiu. – Viu-o?
(ACOK, Daenerys IV)
De noite, o príncipe tocou a harpa de prata e a fez chorar. Quando lhe foi apresentada, Cersei quase se afogou nas profundezas de seus tristes olhos púrpura..
(AFFC, Cersei V)
No banquete de boas-vindas, o príncipe pegara sua harpa de cordas prateadas e tocara para eles. Uma canção de amor e perdição, Jon Connington se lembrou, e toda mulher no salão chorava quando ele abaixou a harpa.
(ADWD, O Grifo Renascido)
Cada um dos personagens mencionou especificamente a característica singular da harpa de Rhaegar: suas cordas de prata (Cersei se refere ao instrumento como uma 'harpa de prata', completamente de prata).
Não estamos sequer contando os inúmeros outros óbvios que viram a harpa em qualquer uma das muitas apresentações de Rhaegar.
Dada toda essa ênfase, parece inteiramente razoável concluir que a harpa de Rhaegar poderia ser facilmente reconhecida por vários (talvez muitos) personagens de Westeros.
Dito de outra forma:
A harpa de Rhaegar é facilmente reconhecida por sua característica singular: suas cordas de prata.
Muitos personagens específicos viram e lembram distintamente desse detalhe.
Existem muitos outros personagens inominados que viram a harpa também.
Assim, cumprimos nosso primeiro requisito, a harpa é realmente bem conhecida em Westeros.
* * *
Autenticidade: o sinal de um príncipe Targaryen
O segundo critério é verificar se a harpa é realmente um sinal de ascendência Targaryen.
O maior problema aqui é o óbvio: possuir a harpa (ou qualquer relíquia semelhante) não estabelece automaticamente a linhagem Targaryen . Um ladrão de sepulturas não pode se proclamar descendente de um faraó simplesmente porque saqueou uma tumba egípcia.
Isso cria um problema óbvio para a teoria da harpa (ou qualquer outra teoria de ancestralidade das relíquias de Targaryen). A resolução desse problema requer duas coisas:
É justo dizer que existem vários artefatos dos Targaryen que, após inspeção cuidadosa, podem ser reconhecidos como autênticos: as espadas valirianas, as coroas de Targaryen e assim por diante. No entanto, a maioria deles está ausente da história há décadas, o que significa que há cada vez menos pessoas que continuam vivas para garantir sua autenticidade.
Da mesma forma, outras teorias sobre os objetos existentes que conferem legitimidade também são igualmente dificultadas pela incapacidade de estabelecer sua autenticidade. A idéia popular de que uma capa nupcial Targaryen possa existir, indicando uma união legítima entre Rhaegar e Lyanna, é vulnerável às perguntas extremamente básicas de "Quem realmente a fez?" e "Por que nunca vi isso antes?". Um argumento subseqüente é que qualquer objeto ou evidência que exista também deve ser difícil de falsificar ou replicar.
Essencialmente, o que você precisa é de um objeto que possa ser reconhecido como autêntico por vários indivíduos vivos. Também seria de grande valor se esses indivíduos representassem conjuntos de interesses múltiplos e distintos. Muito parecido com um álibi ou um conjunto de testemunhas de um crime, você não deseja coletar seus fatos de fontes tendenciosas: as pessoas têm muito mais probabilidade de apoiar a autenticidade se sentirem que a afirmação disso é verdadeira e objetiva.
Como observei na seção anterior, a harpa de Rhaegar certamente se qualifica como um objeto que sabemos ter sido visto por muitas pessoas que ainda vivem (muitas delas relativamente jovens). Também foi expressamente mencionado por vários personagens diferentes e opostos. Isso reforça a noção de que esses personagens saberiam que a harpa autêntica seria verdadeira, mesmo que sua posição pública fosse diferente. Também ajuda que os leitores tenham recebido uma descrição da harpa com relativa distinção; assim, os leitores também estão em posição de apreciar a suposta validade de uma harpa.
Então você pode ver que a harpa de Rhaegar tem o status singular de ser uma relíquia quase certamente: afiliada aos Targaryens, reconhecida como autêntica por muitos senhores e senhoras vivos vivos, de diferentes alianças, e pelos próprios leitores.
* * *
Domínio: Uma Cadeia de Custódia
Mesmo que haja consenso entre personagens sobre a autenticidade da harpa, ela não prova nada. Se uma relíquia não prova linhagem, o que provaria? Por que então uma relíquia seria valiosa?
Para estabelecer qualquer confiança de que a propriedade da harpa implica hereditariedade, primeiro devemos mostrar que a harpa não estava em uma posição em que um pretendente inescrupuloso possa tomá-la. Devemos mostrar que ele passou de Rhaegar para seu novo proprietário por meio de um método que não apresentava exposição ou risco de adulteração.
Além disso, a posse ou o recebimento da harpa por qualquer requerente deve ser testemunhada. Especificamente, isso deve ser testemunhado por indivíduos cuja autoridade e honra estão além da censura.
O que isso significa para a harpa é que, onde quer que esteja (se ainda existir), sua aquisição deve ser documentada ou observada por vários senhores proeminentes de Westeros. Também deve ser demonstrado que a harpa esteve em um local onde podemos confiar que não foi violada ou perturbada por falsos pretendentes. Assim, dada a ausência de um verdadeiro dono Targaryen, documentado ou verdadeiro, o melhor lugar para a harpa seria em um cofre ou túmulo de algum tipo. Um que poderia ser razoavelmente determinado como não sendo adulterado.
Dado que a harpa ficou invisível há anos, sua cadeia de custódia seria melhor determinada caso a harpa tivesse sido mantida em segurança em um cofre ou outro equivalente confiável.
Se, de fato, a harpa está localizada em um cofre, túmulo ou outra forma de proteção fisicamente segura; com seu depósito e saque legalmente testemunhados por um quorum de senhores; podemos ter razoável certeza de que o histórico da harpa não está contaminado.
* * *
Patrimônio: Estabelecendo uma Conexão de Sangue
Mesmo que um personagem acredite que a harpa é real e tenha uma sólida cadeia de custódia, isso não significa que quem a tiver recebe automaticamente a herança Targaryen.
Isso seria verdade para qualquer objeto destinado a estabelecer a legitimidade de uma pessoa.
Para tanto, seu objeto deve estar em conformidade com um dos seguintes itens:
Não há indicações ao longo dos livros de que a própria harpa possa apontar para qualquer sucessor. Isso poderia ser dito de qualquer evidência, seja uma capa, uma espada ou uma coroa.
Naturalmente, isso significa que deve haver algo mais que confira ancestralidade sanguínea. A harpa então atua como alavanca, aumentando a validade da reivindicação e, no melhor dos cenários, estabelecendo o que poderia ser razoavelmente chamado de "preponderância de prova".
Embora a descoberta da harpa possa colocar muitas pessoas a ponderar, ela não estabelece relações de sangue por si só. Alguma outra evidência precisa ser usada.
No entanto, a harpa pode ajudar drasticamente a legitimidade dessa evidência.
Discuto essa possibilidade em uma seção posterior deste ensaio. Por enquanto, vamos deixar de lado a questão.
* * \*

Um instrumento deixado para trás

Agora eu gostaria de compartilhar a história de como a harpa de Rhaegar acaba no túmulo de Lyanna.
Primeiro, reconheço que não posso provar dedutivamente que a harpa está no túmulo de Lyanna. Em vez disso, especulei sobre as circunstâncias que a levaram a estar lá, com um alto grau de confiança na resposta resultante. Eu então ponderei essa teoria contra alternativas usando as noções de 'menos complicado' e 'mais relevante para a narrativa' para chegar à conclusão de que isso é mais provável do que qualquer alternativa. É uma peça do quebra-cabeça que resolve mais partes do quebra-cabeça do que qualquer outra opção.
As circunstâncias e os motivos a respeito de como a harpa acaba no túmulo de Lyanna são melhor descritos como uma sequência de eventos:
Primeiro, Rhaegar deixou a harpa na Torre da Alegria
Rhaegar adorava tocar sua harpa. É algo que todo mundo familiarizado com ele diz. Ele foge com Lyanna por quase um ano antes de retornar a Porto Real e subsequente ruína no Tridente. É improvável que Rhaegar deixasse sua harpa para trás quando se dirigiu para a Torre da Alegria.
Após a eclosão da rebelião de Robert, parece que ele esperou até ficar claro que Lyanna estava grávida. Supondo que ele planejasse voltar, é provável que ele não levasse à guerra coisas que ele não planejava usar ou pudesse pegar de volta. Levá-la à guerra ou a Porto Real também coloca em risco de ser destruída caso ele a perca. Ele também pode ter deixado-a para trás como um símbolo para Lyanna de sua afeição e da promessa de voltar.
No mínimo, não houve menção a ela em nenhum momento durante ou após a Rebelião de Robert , o que implica que ela desapareceu em algum ponto. Dado que a harpa sempre foi mencionada como estando na posse de Rhaegar, é lógico que ele estava no controle da disposição da harpa. Embora seja verdade que a harpa poderia simplesmente ter sido destruída no Tridente, alguém poderia imaginar que Rhaegar teria agido para impedir que a harpa chegasse perto da batalha, e se a harpa foi mantida no acampamento de Rhaegar, por que não há menção de como foi descartada?
Além disso, Rhaegar pode ter calculado as chances de sua própria morte. É interessante notar pelas citações acima que Rhaegar não estava interessado em torneios e até foi derrotado neles. Talvez realmente seu treinamento militar se limitasse àquilo que tivesse relação com os segredos que ele descobriu em seus pergaminhos. Tendo em conta que o lugar em que ele venceu mais proeminentemente foi em Harrenhal, parece razoável que ele apenas tenha participado na medida em que aquilo se adequasse a quaisquer profecias que ele houvesse descoberto.
Isso talvez seja um indício de que Rhaegar sabia que Robert poderia derrotá-lo, tanto por ter sido derrotado em torneios antes, quanto pelo fato de que talvez as profecias de Rhaegar indicassem que sua vitória em Harrenhal era o que importava, e não sua vitória no Tridente. Considerando-se que Rhaegar não mostra tal fatalismo em sua conversa final com Jaime, estou inclinado a acreditar que Rhaegar não tinha certeza do resultado glorioso da batalha e havia se preparado de acordo.
A harpa também é uma ferramenta poderosa . Deixá-la para trás também pode ter sido uma tentativa deliberada de deixar um dispositivo que de alguma forma poderia ser usado posteriormente por aqueles que sobreviveram a ele. Isso seria particularmente verdadeiro se Rhaegar pensasse que a harpa poderia ser usada para estabelecer seu consentimento ou a afirmação de algum tipo de evento ou agenda controversa. Isso pareceria particularmente provável se estivesse convencido de que o referido evento ou agenda era fundamental para as profecias com as quais ele era tão fiel.
Considerando-se os argumentos extremamente persuasivos para Jon Snow ser filho de Rhaegar e Lyanna, começa-se a suspeitar que Rhaegar pode ter deixado a harpa para trás como parte de um esquema para estabelecer a hereditariedade ou legitimidade de Jon.
Isso seria baseado no fato de que sua harpa é tão singular que sua presença no lugar errado sugeriria uma conexão com Rhaegar. Se Lyanna - supostamente sequestrada por Rhaegar - tivesse surgido com um bebê recém-nascido e, entre outras evidências, a harpa, teria sido um argumento convincente.
No entanto, isso não aconteceu. Lyanna morreu na Torre da Alegria. Nenhuma criança, harpa ou pretensão surgiu.
Em vez disso, sabemos o que realmente aconteceu: a Batalha do Tridente, a luta na Torre da Alegria. Prometa-me, Ned ; e uma cama de sangue.
Ou não sabemos?
* * *
O pedido de Lyanna no leito de morte
"Prometa-me, Ned."
Imagine alguém dizendo para você "Prometa-me, ". Imagine isso sendo dito várias vezes.
Se você é como eu, a coisa mais imediata que vem à mente é alguém pedindo que você faça algo que você relutaria em fazer ou algo em que eles não confiam que você fará.
Por exemplo, "Prometa que vai limpar essa bagunça" normalmente significa "Eu sei que você não quer fazer isso, mas por favor limpe essa bagunça".
Isso leva a um conjunto bastante óbvio de observações:
As pessoas não exigem que uma pessoa prometa fazer algo que ela faria naturalmente.
Precisamente o oposto, eles exigem a promessa de uma pessoa de fazer algo desconfortável, arriscado, inconveniente ou prejudicial.
Assim, a promessa de Ned a Lyanna provavelmente envolvia algo que não era fácil para ele.
Como outras teorias apontam, pedir para ser enterrado nas criptas de Winterfell parece ser um desejo mundano e prescindível de se fazer em seu leito de morte (um ponto que parecerá irônico depois que você ler essa teoria). Lembre-se de dois pontos que minam essa ideia:
1. A família Stark tem sido enterrada nas criptas de Winterfell há gerações, incluindo parentes como irmãos e irmãs.
[...] estavam agora quase no fim, e Bran sentiu-se submergir em tristeza. – E ali está o meu avô, Lorde Rickard, que foi decapitado pelo Rei Louco Aerys. A filha Lyanna e o filho Brandon estão nas sepulturas ao seu lado. Eu, não, outro Brandon, irmão do meu pai. Não era previsto que tivessem estátuas, pois issoé só para os senhores e reis, mas meu pai os amava tanto que as mandou fazer.
(AGOT, Bran VII)
2. Somente os Senhores de Winterfell e os Reis do Inverno anteriores têm estátuas.
É difícil imaginar que a promessa de Lyanna consistisse em pedir uma estátua a Ned em sua homenagem. Como mencionei, esse é um desejo aparentemente mundano e estúpido. E sinceramente um que Ned realmente teria pouca dificuldade em manter.
Portanto, parece inteiramente plausível, até lógico, que a promessa de Ned a Lyanna envolvesse algo diferente de sua estátua. Certamente algo de uma magnitude mais desconfortável para Ned. E é isso que ajuda a impulsionar as especulações subseqüentes.
Mais do que tudo, Ned odeia ver crianças mortas.
Ned ama muito sua família e está disposto a sofrer severos castigos e desonras quando necessário para proteger seus filhos. Mas isso vai além de sua carne e sangue: observe como ele luta fortemente contra a exigência de Robert de que uma Daenerys grávida seja morta, e como ele arrisca tudo e confronta Cersei sobre seu incesto, tudo porque ele quer evitar danos aos filhos dela.
Não tenho dúvidas de que, mesmo que Lyanna não tivesse pedido, Ned teria acolhido Jon. Não importa quantos desafios ele teria que enfrentar ao adotar Jon, ele o faria.
A promessa de Ned a Lyanna não envolvia criar Jon, já que Ned faria isso de qualquer maneira.
Mas voltando ao que eu disse sobre a natureza de pedir promessas aos outros, Lyanna provavelmente pediu que ele fizesse algo que ele estava apreensivo. O que parece provável é que ela estivesse pedindo para que ele preservasse a herança de Jon, para ser um dia compartilhada com Jon ou outras pessoas, algo que Ned nunca iria querer fazer .
Mais do que tudo, a promessa de Ned envolvia algo que colocaria em risco uma criança.
A criança mais relevante seria o filho em potencial de Lyanna.
A tarefa que colocaria o filho de Lyanna em maior perigo seria estabelecer sua herança. Especialmente se essa criança fosse legítima.
Lembre-se de que Ned já sofreu a perda de seu pai, seu irmão, possivelmente do meio-irmão e da meia-irmã de Jon, e estava testemunhando a morte de sua irmã. Qualquer homem são ficaria compreensivelmente traumatizado. Ele viu muita morte e guerra; muitas crianças mortas.
Com o aparente fim da dinastia Targaryen consolidado, não haveria razão prática para contar a Jon sua ascendência. Fazer isso só reabriria as feridas que estavam começando a curar (naquela época), mancharia a imagem de Lyanna para o reino e provavelmente resultaria na morte de Jon, tanto como Targaryen quanto possivelmente como um pretendente bastardo (pense que a natureza de sua família lembra os bastardos da Rebelião Blackfyre). No mínimo, o desejo de Robert por sangue Targaryen exigiria a morte de Jon.
Existem várias razões possíveis para Lyanna querer que Jon conheça sua linhagem :
Eu suponho que Ned argumentaria verbalmente que nunca contaria a Jon, ou que Lyanna sabia implicitamente que ele não queria. Estou inclinado a acreditar na primeira opção, que Ned iria contra o pedido de Lyanna falando sobre as mortes de Aegon e Rhaenys. Talvez então Lyanna simplesmente exigisse uma promessa ou depois o enganasse de alguma maneira.
* * *
[Continua nos comentários]
submitted by altovaliriano to Valiria [link] [comments]


2020.02.08 00:45 altovaliriano Quem mandou Mandon Moore matar Tyrion?

Texto original: https://www.reddit.com/asoiaf/comments/1c8sa9/spoilers_all_complete_analysis_who_was_mandon/
Autor: Galanix (moderador do asoiaf)
Título original: Complete Analysis: Who was Mandon Moore's Blackwater patron?

Durante a Batalha da Água Negra, Sor Mandon Moore tenta matar Tyrion na ponte de navios, mas falha devido à intervenção de Podrick Payne. Depois, Tyrion parece totalmente convencido de que Cersei foi quem colocou Moore nisso, mas não acredito que este seja esse o caso.

QUEM FOI MANDON MOORE?

Jaime o descreveu como um dos homens mais perigosos da Guarda Real, porque seus olhos não revelavam nada. Ele geralmente não era querido e até riu de Barristan depois que este foi expulso da Guarda Real. Durante a revolta em Porto Real, após a partida de Myrcella, Mandon abandonou Sansa (a quem ele foi encarregado de proteger) e, em vez disso, protege Joffrey. Tyrion mais tarde o repreende por isso.
Varys nos dá a melhor panorama sobre Sor Mandon quando Tyrion o questiona:
Bronn tinha desenterrado tudo que pôde sobre Sor Mandon, mas não havia dúvida de que Varys poderia lhe dizer muito mais... se decidisse dividir o que sabia.
– O homem parece ter sido bastante desprovido de amigos – disse Tyrion, com cautela.
– Lamentavelmente – disse Varys –, oh, lamentavelmente. Talvez conseguisse encontrar alguns familiares se revirasse algumas pedras no Vale, mas aqui... Lorde Arryn trouxe-o para Porto Real e Robert deu-lhe seu manto branco, mas temo que nenhum dos dois gostasse muito dele. Nem era o tipo de homem que os plebeus aplaudem nos torneios, apesar de sua indubitável perícia. Ora, até seus irmãos da Guarda Real nunca chegaram a nutrir por ele amizade. Certa vez, ouviram Sor Barristan dizer que o homem não tinha nenhum amigo fora a espada e nenhuma vida para além do dever... mas, entenda, não creio que Selmy dissesse isso inteiramente como elogio. E isso é estranho, se pensarmos no assunto, não é? Daria para dizer que são essas as exatas qualidades que procuramos para a nossa Guarda Real... homens que não vivem para si, mas para o seu rei. Visto sob essa luz, nosso bravo Sor Mandon era o perfeito cavaleiro branco. E morreu como um cavaleiro da Guarda Real devia morrer, de espada na mão, defendendo um homem do sangue do rei. – O eunuco brindou-o com um sorriso bajulador e observou-o atentamente.
Tentando assassinar um homem do sangue do rei, você quer dizer. Tyrion perguntou-se se Varys saberia mais a respeito do que estava dizendo.
(ASOS, Tyrion II)
A partir disso, sabemos que Sor Mandon veio originalmente do Vale e foi trazido a Porto Real por Jon Arryn. Também vemos que ele tinha poucos amigos e aparentemente não tinha lealdade, a não ser ao seu próprio dever. Quem o mandou matar Tyrion? Vamos explorar os candidatos ...

MOTIVOS PRÓPRIOS

É possível que Sor Mandon tenha matado Tyrion por sua própria vontade. Ele é geralmente um personagem não reativo, mas alguém poderia poderia arguir que Tyrion o antagonizou. Sor Mandon estava aparentemente familiarizado com Sor Vardis Egen - o homem que Bronn matou no julgamento de Tyrion no Ninho da Águia. Essa informação é usada para zombar de Ser Mandon quando Tyrion o conhece:
– Sor Mandon, não conhece os meus companheiros. Este é Timett, filho de Timett, Mão Vermelha dos Homens Queimados. E este é Bronn. Lembra-se de Sor Vardis Egen, que era capitão da guarda doméstica de Lorde Arryn?
– Conheço o homem.
Os olhos de Sor Mandon eram cinza-claros, estranhamente descorados e sem vida.
– Conhecia – corrigiu Bronn, com um fino sorriso. Sor Mandon não se rebaixou a mostrar que o tinha ouvido.
(ACOK, Tyrion I)
Mais tarde, Sor Mandon é designado como guarda pessoal de Sansa quando ocorre a revolta após a partida de Myrcella. Tyrion o repreende e a Sor Boros por não terem protegido:
– Sor Mandon, você era o escudo dela.
O homem permaneceu impassível: – Quando atacaram Cão de Caça, pensei primeiro no rei.
[...]
Tyrion tinha engolido o máximo que conseguia.
– Que os Outros levem a porra de seus mantos! Tire-o, se tem medo de usá-lo, maldito imbecil… Mas encontre Sansa Stark ou, juro, mandarei que Shagga abra essa sua cabeça feia para ver se há alguma coisa aí dentro além de chouriços.
(ACOK, Tyrion IX)
Com base nas citações acima, é possível que Sor Mandon tivesse ressentimento de Tyrion e decidiu lidar com o assunto por conta própria no Água Negra. No entanto, não acho que Sor Mandon seja do tipo que tome uma atitude tão ousada contra alguém da família real sozinho. Além disso, essa é a opção apresenta com menos significado literário e tudo me parece fútil se ninguém mais estiver por trás disso.

CERSEI

Claramente, Cersei tinha os motivos para matar Tyrion. Em geral, havia pouco amor entre os dois. Ele havia recentemente tomado Tommen como refém, mandado Myrcella para Dorne e ela acreditava que ele era seu valonquar .
O próprio Tyrion acredita que ela é a opção da mais óbvia:
Cersei deve lhe ter pago para se assegurar de que eu nunca voltaria da batalha. Por que outro motivo teria feito aquilo? Nunca fiz a Sor Mandon nenhum mal, que eu saiba. Tyrion tocou o rosto, puxando a carne esponjosa com dedos grossos e desastrados. Outro presente de minha querida irmã.
(ACOK, Tyrion XV)
Ali, na Fortaleza de Maegor, todos os criados eram pagos pela rainha, e por isso qualquer visitante podia ser outra das marionetes de Cersei, enviada para acabar o serviço que Sor Mandon tinha começado.
[...] Já estive aqui duas vezes e encontrei-o morto para o mundo.
– Morto, não. Embora minha querida irmã tenha tentado. – Talvez não devesse ter dito aquilo em voz alta, mas Tyrion já não se importava. Cersei estava por trás da tentativa de Sor Mandon de matá-lo, sabia disso emseu âmago.
(ASOS, Tyrion I)
No entanto, existem algumas razões pelas quais acho que Cersei não é a melhor opção:
Até Tyrion achou estranho que Cersei usasse Ser Mandon em vez dos outros três:
Sabia que Sor Meryn e Sor Boros pertenciam à irmã, e mais tarde Sor Osmund, mas permitira-se acreditar que os outros não tinham sido completamente perdidos pela honra.
(ACOK, Tyrion XV)
Além disso, quando Lancel relata a Cersei sobre o estado da batalha, ela diz para ele comunique a Tyrion como se esperasse que ele ainda estivesse vivo:
Quando Sor Lancel Lannister disse à rainha que a batalha estava perdida, ela virou a taça de vinho vazia que tinha nas mãos e disse: – Vá dizer isso ao meu irmão, sor – sua voz soava distante, como se a notícia não lhe interessasse grandemente.
(ACOK, Sansa VII)
Além disso, se Cersei queria que Tyrion morresse, matá-lo enquanto ele protegia a cidade e sua própria família parece estar fora do compasso até para ela. Mas se não foi Cersei, quem teria sido?

QUEM MAIS?

Tyrion certamente tinha seu quinhão de inimigos além de Cersei. Muitas pessoas tinha motivo para matá-lo:
Eu não acho que era qualquer uma das pessoas acima. Tywin estava fora guerreando e parece estranho nomear Tyrion como Mão para consertar as coisas apenas para matá-lo em um momento de incerteza. Pycelle estava trancado em uma masmorra e não tinha nenhum relacionamento com Sor Mandon até onde sabemos.
Joffrey certamente poderia ter ordenado a Sor Mandon e, tão cumpridor de seu dever como Mandon era, ele pode ter executado a ordem. Não há nenhuma evidência real a favor ou contra Joffrey, apenas considero esta uma escolha chata e sem inspiração.
Além disso, Joffrey estava cagando nas calças de medo durante a batalha e ele não queria Tyrion morto naquele momento em particular, porque o anão parecia ser o único capaz de manter a ordem das coisas.
Assim, restam duas pessoas que geralmente parecem estar por trás de tudo...

VARYS

Sabemos que a motivação de Varys neste ponto da história era enfraquecer o reino para que Aegon pudesse conquistá-lo mais facilmente. Mais tarde, ele mata Kevan por ser uma Mão muito competente e, sem dúvida, manipulou as circunstâncias para que Tyrion matasse Tywin pelas mesmas razões. Talvez ele quisesse matar Tyrion no Água Negra por ser uma mão competente também.
Desde a primeira citação acima, vimos que Tyrion suspeita que Varys sabe mais do que está falando sobre Sor Mandon. Há também a fala sobre como Varys "O eunuco brindou-o com um sorriso bajulador e observou-o atentamente.". Então, se Varys sabe mais do que está dizendo, por que ele está escondendo isso de Tyrion, a menos que ele seja o responsável?
Uma explicação é que, mesmo que Varys saiba que Mindinho fosse o mandante, serve a seus próprios interesses permitir que Tyrion pensasse que foi Cersei. Fica claro pelo que acontece mais tarde que Varys está preparando Tyrion para se tornar um ativo a ser usado em benefício de Aegon. Então, deixar Tyrion pensar que Cersei tentou matá-lo apenas promove a agenda de Varys, fazendo com que Tyrion se sentisse alienado de sua família e aumentasse sua probabilidade de se voltar contra eles.
Aparentemente, Varys não teve nenhum relacionamento com Sor Mandon, mas Varys é um agiota de informações, então ele possivelmente arranjou algo contra ele. Suponho que o tudo se resume a saber se você realmente acredita que Varys realmente queria Tyrion morto.
Eu sou da opinião de que ele estava preparando Tyrion para jogar a favor de seu time no segundo em que chegou a Porto Real, e não acho que ele quisesse acabar com uma peça tão valiosa quanto Tyrion ainda.
O que nos leva a ...

MINDINHO

Sor Mandon foi trazido do Val para Porto Real junto com Jon Arryn. Mindinho também foi levado a corte por Jon Arryn na mesma época, por isso é lógico que Mindinho e Sor Mandon tivessem algum tipo de relacionamento. Varys diz sobre Sor Mandon que " Lorde Arryn trouxe-o para Porto Real e Robert deu-lhe seu manto branco, mas temo que nenhum dos dois gostasse muito dele.". Se Jon Arryn nem sequer gostava de Sor Mandon, é bem possível que ele tenha entrado no serviço de Jon Arryn por recomendação de outra pessoa, e essa outra pessoa talvez fosse Mindinho.
Mindinho esteve em Ponteamarga durante a maior parte do tempo que antecedeu a Batalha do Água Negra, por isso levanta a questão de saber se ele poderia ter enviado a ordem a Sor Mandon para matar Tyrion. Com base em como ele foi capaz de comunicar instruções a Sansa via Dontos em Tormenta de Espada, podemos assumir que ele poderia ter enviado a ordem a Ser Mandon. Se não foi através do Dontos, teria sido através dos Kettleblacks, um dos quais (Osmund) está na Guarda Real com Sor Mandon.
Mas qual era o motivo de Mindinho? Em A Guerra dos Tronos, Mindinho diz a Catelyn que ele perdeu sua adaga valiriana de punho de osso de dragão (a mesma usada pelo fracassado assassino de Bran) em uma aposta para Tyrion. Isso se revelou uma mentira. A verdade é que Tyrion perdeu a adaga em uma aposta para Robert, e foi Joffrey quem deu a adaga ao assassino. É essa mentira que faz Catelyn prender Tyrion na Estrada do Rei.
Quando Tyrion chega a Porto Real como Mão, a questão da adaga surge com Mindinho:
– Essa também é uma bela faca.
– Ah, é? – havia travessura nos olhos de Mindinho. Puxou a faca e olhou-a num relance casual, como se nunca a tivesse visto antes. – Aço valiriano e um cabo de osso de dragão. Um poucosimples, no entanto. É sua, se quiser.
– Minha? – Tyrion deu-lhe um longo olhar. – Não. Penso que não. Minha, nunca – ele sabe, o canalha insolente. Ele sabe, e sabe que eu sei, e pensa que não posso encostar nele.
(ACOK, Tyrion IV)
Proteger essa mentira pode ser um motivo para Mindinho matar Tyrion, no entanto, ele não parece muito preocupado com isso. O fato de ele continuar carregando a adaga consigo na frente de Tyrion quase parece que ele o está provocando. A verdadeira mentira que Mindinho está tentando proteger vem mais tarde na conversa:
– Lysa é mais tratável do que Catelyn, sem dúvida… mas também mais temerosa, e, pelo que sei, odeia-o.
– Ela crê que tem bons motivos para isso. Quando fui seu hóspede no Ninho da Águia, insistiu que eu tinha assassinado seu marido e não se mostrou disposta a dar ouvidos a negações – Tyrion inclinou-se para a frente. – Se lhe entregar o verdadeiro assassino de Jon Arryn, poderá pensar melhor de mim.
Aquilo fez Mindinho endireitar-se.
– O verdadeiro assassino? Confesso que me deixa curioso. Quem tem em mente?
Foi a vez de Tyrion sorrir:
– Os presentes dou aos meus amigos, livremente. Lysa Arryn terá de compreender isso.
(ACOK, Tyrion IV)
Mindinho raramente é pego de surpresa e acho que Tyrion realmente o abalou aqui. A ironia é que Tyrion pensou que fora Pycelle quem envenenou Jon Arryn, não Mindinho. Mais tarde, Mindinho parece chateado quando descobre que Tyrion mentiu para ele sobre o noivado entre Myrcella-Robert Arryn:
– Gosto tanto de você como sempre gostei, senhor. Embora não aprecie que me façam de bobo. Se Myrcella se casar com Trystane Martell, dificilmente poderá se casar com Robert Arryn, não é mesmo?
– Não sem causar um grande escândalo – admitiu. – Lamento meu pequeno estratagema, Lorde Petyr, mas, quando conversamos, não tinha como saber que os homens de Dorne aceitariam minha oferta.
Aquilo não apaziguou Mindinho.
– Não gosto que mintam para mim, senhor. Deixe-me fora do seu próximo logro.
(ACOK, Tyrion VI)
Diante disso, fica claro que Mindinho tinha motivo, meios e oportunidade. Eu acho que ele é o candidato mais provável a ter ordenado a Sor Mandon que matasse Tyrion no Água Negra. É até possível que Mindinho tenha planejado que Tyrion fosse o culpado pelo assassinato de Joffrey mais tarde, o que seria a terceira vez em que ele tenta arruinar a vida de Tyrion.

TL; DR - Mindinho era quem estava por atrás de Mandon Moore na tentativa de matar Tyrion no Água Negra.

submitted by altovaliriano to Valiria [link] [comments]


2019.04.02 13:54 Chinafulfil Comprar o preenchimento e envio de encomendas

Comprar o preenchimento e envio de encomendas
Chinafulfil.Com é UMA Das plataformas que ajudou muitos vendedores BEM sucedidos a crescer SEU negócio.A Equipa Chinafulfil falou com centenas de vendedores e ajudou -os a entregar milhares de encomendas.Esta é UMA compilação de nossas notas, dicas e melhores práticas.
Chinafulfil são questionados várias vezes, então este Guia está EM um formato de pergunta e resposta, e é separado por Categoria.
O que você Precisa saber
Quando você deve começar a pensar EM embalagem?
Cedo.O Mais Cedo possível.Embalagens inteligentes podem Gerar ou quebrar a rentabilidade de um Produto.O Chinafulfil preocupa -se Muito com a embalagem do Produto.Chinafulfil.Com Pode trabalhar a Melhor embalagem para PROTEGER o Produto Na entrega.Aqui está UMA amostra de Como Chinafulfil.Com embala o Produto do Jogo de tabuleiro: Protector de canto +Bubblewrap + Outer box
Qual é o Melhor Centro de realização?
Se OS seus produtos são feitos Na China e você Precisa enviá -los para clientes EM todo o Mundo, O transporte Da China diretamente é UMA Grande idéia!
Chinafulfil.Com fornece serviço de preenchimento de armazém Muito Mais Barato Na China e serviço de transporte Internacional Da China.Você Pode economizar o custo e fornecer um preço Mais competitivo para o backer.
-Ao enviar encomendas para clientes individuais Da China, você Pode evitar o imposto de vendas / IVA / direitos.Você sabe que Na maioria DOS países Ou Estados, você deve Pagar o imposto de vendas Ou o IVA de cadA negócio para o envio de produtos de SEU armazém residente.Por serviços de atendimento Shopify de Chinafulfil Na China, não há imposto de vendas ou Taxas de IVA para a maioria de SUAS encomendas.Por exemplo, OS clientes no Reino Unido não precisam Pagar nenhum IVA para encomendas com Menos de Quinze Libras.No Canadá, as encomendas de Menos de $20 (importadas do exterior) estão isentas de pagamento do HST.
Como verifico as tarifas de transporte?
A nossa parceria estratégica com as transportadoras logísticas Ajuda a reduzir significativamente OS custos de transporte.Chinafulfil.Com têm relações de cooperação a Longo prazo com as principais transportadoras logísticas, tais Como China Post, Alemanha Post, Epacket, DHL, etc. Chinafulfil.Com também desenvolver o Nosso próprio serviço de Linha de transporte para OS EUA, Canadá e Europa, cooperando com as transportadoras logísticas locais.Chinafulfil.Com são capazes de fornecer as melhores opções de transporte Da China para todas as SUAS Ordens.Por favor, contate -nos para a citação!Info @chinafulfil.Com
Estou Pronto para agendar o inventário.O que é um ASN?
Um ASN é um Aviso de Envio Avançado.
ASNs dizer Chinafulfil o que você está NOS enviando, EM que quantidades, e Quando ele VAI chegar.
Você VAI querer Criar o SEU ASN o Mais rapidamente possível, depois de ter concluído as dimensões e pesos, assim você Pode ter certeza de que o SEU fornecedor / fabricante colocá -lo Na remessa.Você Pode Criar seus ASNs com o máximo de antecedência que você gostaria.Chinafulfil.Com Pode organizar a entrega de produtos do SEU fornecedor / fabricante para o Nosso armazém, Se necessário.
Enviar encomendas
Como faço para conseguir minhas Ordens EM Chinafulfil?
Nosso sistema está Conectado com Shopify, você Pode conectar SUA Loja conosco fornecendo o Nome Da Loja e a chave API Da Loja.Chinafulfil.Com Pode obter as Ordens EM SUA Loja automaticamente a cadA 24h Ou quando você quiser.
Você também Pode fazer upload de toda a SUA lista de encomendas através Da planilha para a SUA conta Chinafulfil, que é acessível online usando qualquer navegador padrão.
Que serviço de transporte devo USAR para enviar?
Como um Chinafulfil padrão irá selecionar o Mais baixo custo, Mais eficiente porta -pacotes com base EM SUAS preferências de envio.Você NOS diz que o prazo de entrega esperado, seus principais países de destino, e Chinafulfil.Com VAI CUIDAR do resto.
Como rastrear as Ordens?
Depois que Chinafulfil.Com enviar a ordem, Nosso sistema VAI enviar o número de rastreamento para Shopify e marcar a ordem Como Fulfilled.O cliente Pode rastrear a ordem EM detalhes Da ordem de compra.
Comprar Oberlo?Chinafulfil Pode fazer Melhor!!!
Oberlo é Muito útil para a maioria DOS vendedores Quando eles começam.Mas depois do aumento Das vendas, terão de encontrar UMA solução Melhor.Venha para o SEU parceiro Chinafulfil!Você Pode salvar 10%% 30% custo Ao cumprir SUAS Ordens de Venda com Chinafulfil.
Aqui está Como Chinafulfil.Com executar o processo:
1.*Josu9; Envia -nos o ficheiro com o Nome do Produto e o correspondente link aliexpress Ou link do Produto.
2.;Baa9; Chinafulfil.Com Fonte do Produto para você, EM seguida, enviar de Volta o arquivo com o preço correspondente
3.ª Lealdade;Você confirma conosco OS produtos que você quer que nós cumpramos para você.
4.’Baa9; Chinafulfil.Com integrar o Nosso sistema com a SUA Loja de Compras, EM seguida, configurar o Produto EM Nosso sistema.
5.“Baa9; Chinafulfil.Com obter Ordens de Shopify PELA API.
6.;Baa9; Chinafulfil.Com adquirir OS produtos para você de acordo com SUAS Ordens diárias
7.;Josep 9; Após receber OS produtos, Chinafulfil.Com Pegar e embalar e Navio de acordo com a ordem.
8.*Jos9; Depois de enviar a ordem, O Nosso sistema irá enviar o número de rastreamento para o cliente e marcar a ordem conforme cumprida.O comprador Pode rastrear a ordem EM detalhes Da ordem de compra.
9.Josu9;Se o SEU Produto
submitted by Chinafulfil to u/Chinafulfil [link] [comments]


2019.03.03 16:14 DocStrang3l0ve Uma introdução ao FAQ Anarquista

Uma introdução ao FAQ Anarquista
INTRODUÇÃO
"Proletários do mundo, olhem para as profundezas de seus próprios seres, busquem a verdade e descubram-na por sua própria conta: vocês não irão encontrá-la em nenhum outro lugar" - Peter Arshinov, The History of the Makhnovist Movement
Este FAQ foi escrito por anarquistas do mundo inteiro em uma tentativa de apresentar a teoria e as ideias anarquistas para aqueles interessados nelas. Ele é um esforço co-operativo, produzido por um grupo de trabalho (virtual) e existe para apresentar uma ferramenta de organização útil para anarquistas on-line e, esperamos que, no mundo real também. Desejamos apresentar argumentos sobre por quê você deveria ser um anarquista, assim como refutar argumentos frequentes contra o anarquismo e outras soluçõe propostas para os problemas sociais que enfrentamos.
Como ideias anarquistas parecem tão em desacordo com o "senso comum" (como "mas é claro que precisamos do Estado e do Capitalismo") nós precisamos apontar porque anarquistas pensam como nós pensamos. Ao contrário de muitas teorias políticas, o anarquismo rejeita respostas petulantes e ao invés disso beseia suas ideias e ideais em uma análise profunda da sociedade e da humanidade. Para podermos fazer justiça tanto ao anarquismo quanto ao leitor nós resumimos nossos argumentos o máximo que foi possível sem simplificá-los. Nós sabemos que este é um documento longo e pode desanimar o leitor casual mas sua extenção é inevitável.
Leitores podem considerar nosso extensivo uso de citações como "uma coisa útil de se ter, poupando a pessoa do problema de pensar por conta própria." (A. A. Milne) Este, é claro, não é o caso. Nós incluímos extensas citações de diversas figuras anarquistas por três razões. Em primeiro lugar, para indicar que NÃO estamos inventando nossas afirmações sobre o que certos anarquistas pensavam ou defendiam. Em segundo lugar, e mais importante, isso nos permite ligar as vozes passadas do anarquismo com seus partidários contemporâneos. E por último, as citações são usadas por suas habilidades em transmitir ideias de maneira sucinta, e não como um apelo à "autoridade."
Além disso, muitas citações são usadas para permitir que os leitores investiguem as ideias das mesmas e resumam os fatos, portanto economizando espaço. Por exemplo, uma citação de Noam Chomsky sobre o desnvolvimento do capitalismo pela proteção estatal assegura que nós fundamentemos nossos argumentos em fatos sem necessáriamente termos que apresentar todas as evidências e referências que Chomsky utiliza. Similarmente, nós citamos especialistas em determinados assuntos (como economia, por exemplo) para suportar e reforçar nossas análises e afirmações.
Nós devemos também contar a história deste FAQ. Ele começou em 1995, quando um grupo de anarquistas se reuniu para escrever um FAQ refutando afirmações sobre certos "libertários" capitalistas serem anarquistas. Aqueles que estavam envolvidos no projeto já haviam gastados muitas horas on-line refutando afirmações dessas pessoas de que capitalismo e anarquismo poderiam caminhar juntos. Finalmente, um grupo de ativistas virtuais decidiu que o melhor a fazer seria a produção de um FAQ explicando o porquê do anarquismo odiar o capitalismo e o porquê de os "anarco" capitalistas não serem anarquistas. No entanto, após a sugestão de Mike Huben (que mantém a página "Critiques of Libertarianism"), foi decidido que um FAQ pró-Anarquista seria uma ideia melhor que um anti-"anarco"-capitalista. Então o FAQ Anarquista nasceu. Ele ainda carrega alguns sinais de sua história pregressa. Por exemplo, ele ainda reserva para indivíduos como Ayn Rand, Murray Rothbard, e outros, um espaço considerável fora da seção F -- eles não são tão importantes assim. No entando, como eles apresentam exemplos extremos das hipóteses e da ideologia capitalista cotidiana, eles têm seu uso -- eles expoem claramente as implicações autoritárias da ideologia capitalista cujos apoiadores mais moderados tentam esconder ou minimizar.
Nós acredimos que tenhamos produzido um útil recurso on-line para anarquistas e outros anti-capitalistas utilizarem. Talvez, à luz dos acontecimentos, devamos dedicar este FAQ anarquista aos muitos capitalistas "libertários" on-line que, com seus argumentos fúteis, nos incentivaram a iniciar este trabalho. Mais uma vez, isso daria a eles muito crédito. Fora da rede eles são irrelevantes e na rede eles são somente irritantes. Como você pode imaginar, as seções F e G contêm a estrutura do FAQ anti-Libertário inicial e estão incluídos puramente para refutar a afirmação relativamente comum na internet de que um anarquista pode ser um simpatizante do capitalismo (no mundo real isso não seria necessário, já que quase todos os anarquistas veem o "anarco"-capitalismo como uma contradição e que seus partidários não são parte do movimento anarquista).
Então, embora tenha surgido por uma razão muito específica, o FAQ se expandiu até se tornar algo muito maior do que nós originalmente imaginamos. Ele se tornou uma introdução geral sobre o anarquismo, suas ideias e sua história. Pelo fato do anarquismo reconhecer que não existem respostas fáceis e que a liberdade deve ser baseada na responsabilidade individual, o FAQ é bastante profundo. Enquanto ele também desafia muitas suposições, nós tivemos que cobrir um vasto terreno. Nós também admitimos que algumas das "perguntas frequentemente feitas" que incluímos são perguntadas com mais frequencia que outras. Isso se deve à necessidade de incluir argumentos relevantes e fatos que de outra maneira talvez não tivessem sido incluídos.
Temos certeza que muitos anarquistas não irão concordar com 100% do que nós escrevemos neste FAQ. Isso é esperado em um movimento baseado na liberdade individual e no pensamento crítico. No entanto, temos certeza que a maioria dos anarquistas irão concordar com a maior parte do que apresentamos e respeitar aquelas partes com as quais eles discordam como expressões genuínas de ideias e ideais anarquistas. O movimento anarquista é marcado pela divergência generalizada e discussões sobre vários aspectos das ideias anarquistas e como aplicá-las (mas também, devemos adicionar, uma tolerância generalizada de diferentes pontos de vista e uma boa vontade para trabalharem juntos apesar de discordâncias menores). Nós tentamos refletir isso nesse FAQ e esperamos ter feito um bom trabalho em apresentar as ideias de todas as tendências anarquistas que discutirmos.
Não temos o desejo de cravarmos na rocha o anarquismo é e não é. Ao invés disso, o FAQ é um ponto de início para as pessoas lerem e aprenderem por conta própria sobre anarquismo e traduzirem esse aprendizado em ação direta e atividade. Fazendo isso, nós transformamos o anarquismo em uma teoria viva, um produto da atividade individual e social. Somente pondo nossas ideias em prática nós podemos encontrar as qualidades e as limitações e então desenvolver a teoria anarquista em novas direções e à luz de novas experiências. Nós esperamos que o FAQ reflita e auxilie este processo de auto-atividade e auto-educação.
Temos certeza que existem vários assusntos dos quais este FAQ não trata. Se você achar que nós podemos adicionar alguma coisa ou sente que existe uma pergunta e uma resposta que deveriam ser incluídas, entre em contato conosco. O FAQ não nossa "propriedade" e sim pertence a todo o movimento anarquista e portanto pretende ser uma criação viva e orgânica. Nós desejamos ver ele crescer e se expandir com novas ideias e contribuições do maior número de pessoas possível. Se você quiser se envolver com este FAQ então contate-nos. Igualmente, se outros (particularmente anarquistas) quiserem distribuir parte ou todo o material, sintam-se livres para fazê-lo. Ele é um material para o movimento. Por esta razão nós "copyleftizamos" Um FAQ Anarquista (veja http://www.gnu.org/copyleft/copyleft.html para mais detalhes). Desta maneira, nós asseguramos que o FAQ permaneça um produto livre e gratuito, disponível para o uso de todos.
Um último ponto. A linguagem mudou muito com o passar dos anos e isso se aplica aos pensadores anarquistas também. O uso do termo "homem" para se referir à humanidade é um que mudou. Não é necessário dizer que no mundo contemporâneo tal uso é inaproopriado pois efetivamente ignora metade da raça humana. Por esta razão o FAQ tentou adotar a netralidade de gênero*. No entanto, essa consciência é relativamente recente e muitos anarquistas (até mesmo mulheres, como Emma Goldman) utilizaram o termo "homem" para se referir à humanidade como um todo. Quando estivermos citando camaradas passados que usam "homem" desta forma, óbviamente se referirá à humanidade como um todo e não sómente ao sexo masculino. Onde for possível, iremos adicionar "mulher", "mulheres", "sua" e assim por diante mas se isso tornar a sitação ilegível, iremos deixá-la inalterada. Esperamos que isso deixe nossa posição clara.
Então, esperamos que este FAQ entretenha vocês e faça vocês pensarem. Com sorte ele irá produzir alguns anarquistas mais e acelerar a criação de uma sociedade anarquista. Se tudo mais falhar, nós aproveitamos a criação desse FAQ e mostramos que o anarquismo é uma ideia política viável e coerente.
Nós dedicamos este trabalho aos milhões de anarquistas, vivos ou mortos, que tentaram e estão tentando criar um mundo melhor. Um FAQ Anarquista foi oficialmente lançado em 19 de Julho de 1996 por esta razão -- para celebrar a Revolução Espanhola de 1936 e o heroísmo do movimento anarquista espanhol. Esperamos que nosso trabalho aqui ajude a fazer do mundo um lugar mais livre.
Os seguintes auto-proclamados anarquistas são os (principais) responsáveis por este FAQ:
Iain McKay (principal contribuidor e editor)
Gary Elkin
Dave Neal
Ed Boraas
Nós gostaríamos de agradecer as seguintes pessoas por suas contribuições e pelo feedback:
Andrew Flood
Mike Ballard
Francois Coquet
Jamal Hannah
Mike Huben
Greg Alt
Chuck Munson
Pauline McCormack
Nestor McNab
Kevin Carson
Shawn Wilbur
Nicholas Evans
E nossos camaradas na anarquia, reúnam-se e organizem-se!
"Um FAQ Anarquista", Versão 15.1 Copyright (C) 1995-2018 The Anarchist FAQ Editorial Collective: Iain McKay, Gary Elkin, Dave Neal, Ed Boraas
Permissão garantida para copiar, distribuir e/ou modificar este documento sob os termos da GNU Free Documentation License, Versão 1.1 ou qualquer versão posterior publicada pela Free Software Foundation, e/ou termos da GNU General Public License, Versão 2.0 ou qualquer versão superior publicada pela Free Software Foundation.
Veja as páginas das licensas em http://www.gnu.org/ para mais detalhes.
*Não tenho muita experiência em como deixar o texto com uma neutralidade de gênero. Portanto, quem quer que esteja lendo este documento, sinta-se livre para apontar e melhorar o que pode ser melhorado (em relação à tradução de um modo geral também).
Créditos pela tradução:
----DocStrang3l0ve---
submitted by DocStrang3l0ve to AnarquismoBrasil [link] [comments]


Como fazer citações ABNT - YouTube REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS NO GOOGLE ACADÊMICO - YouTube COMO FAZER CITAÇÃO DE CITAÇÃO (APUD) - YouTube É sério, vai aparecer alguém! -citação ❤ Gerando citações com o Google Acadêmico - YouTube Normas ABNT - Citação indireta - YouTube O amor - Citação - YouTube Você vai encontrar alguém melhor -citação Como instalar o estilo de citação ABNT no MENDELEY - YouTube Como fazer Citação de Site internet TCC - YouTube

CITAÇÃO Manual de imprensa

  1. Como fazer citações ABNT - YouTube
  2. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS NO GOOGLE ACADÊMICO - YouTube
  3. COMO FAZER CITAÇÃO DE CITAÇÃO (APUD) - YouTube
  4. É sério, vai aparecer alguém! -citação ❤
  5. Gerando citações com o Google Acadêmico - YouTube
  6. Normas ABNT - Citação indireta - YouTube
  7. O amor - Citação - YouTube
  8. Você vai encontrar alguém melhor -citação
  9. Como instalar o estilo de citação ABNT no MENDELEY - YouTube
  10. Como fazer Citação de Site internet TCC - YouTube

Aprenda a fazer citações segundo as normas da ABNT Pessoal, caso vocês estejam enfrentando dificuldades, pode me enviar o seu trabalho via e-mail que faço a ... Neste vídeo você vai aprender a gerar referência bibliográfica, no padrão ABNT, de forma prática e simples utilizando o Google Acadêmico (https://scholar.goo... Texto: https://www.facebook.com/stephenufk/posts/229302504158175 Música: https://www.youtube.com/watch?v=8DG-1jDlK0Y Quer Desabafar?! [email protected] ... APOIE O CANAL! https://apoia.se/meajudanafacu Aprenda a fazer citação de citação, como usar apud. Gostou do conteúdo do canal? Então se inscreva! Gostaria de... Nosso amor foi uma MENTIRA -citação - Duration: 0:52. Maria Alves 23,263 views. ... APRENDA como encontrar o grande amor da sua vida - Duration: 10:48. Caciano Com C 84,992 views. O estilo da ABNT não vem instalado no Mendeley. Este pequeno tutorial lhe mostrará como buscar e instalar o estilo de citação formatada de acordo com a ABNT.... Como fazer Citação de Site internet TCC 🔴Assista como FAZER TCC RÁPIDO em 1 semana: https://youtu.be/bBUA2pFT26Y 🔴Playlist citacao: https://www.youtube.com/p... Este vídeo ensina como fazer uma citação indireta. Deixe seus comentários e dúvidas!!! Este vídeo faz parte de uma série de vídeos. Para um melhor entendimen... Ei, é sério, vai aparecer alguem! Vai aparecer alguem que vai tirar seus pés do chão Vai aparecer alguem que vai te convidar para ir ao cinema Vai aparecer alguem que vai elogiar o teu riso ... APOIE O CANAL! https://apoia.se/meajudanafacu Você sabia que dá pra conseguir Referências Bibliográficas do Google Acadêmico? Nesse vídeo, você vai aprender ...